A “santa” atualização da Nintendo veio e foi feita! E aí donos do Wii U?

A atualização que a Nintendo prometeu que corrigiria os últimos erros do Wii U veio. E fico MUITO MUITO FELIZ em dizer que corrigiu sim todo e mais um pouco do que eu tinha de reclamações. O sistema ficou muito mais rápido, mais estável e mais fácil de trabalhar, cortando para menos da metade o tempo esperado quando se sai de um game, entra em um app ou inicializa o aparelho, mas isso não é tudo.

  • Quando você liga seu Wii U, você pode ir direto para o modo Wii apenas segurando o botão B no Game Pad
  • Você pode pode requisitar a um determinado download que ele seja instalado assim que terminar, e o Wii U fará isso mesmo que você esteja jogando ou assistindo algo no Youtube/NetFlix
  • Se você desligar seu Wii U durante algum download em background, ele vai automaticamente para o modo de descanso (stand by) até o download ser concluído, a instalação finalizada, e, só aí, desliga
  • Você agora pode utilizar duas unidades via USB (dois HDs externos, por exemplo)
  • Você pode alterar a ordem dos itens na lista de download, priorizando o que você preferir
  • Seus Nintendo Network IDs são mostrados, em laranja, embaixo do nome do seu Avatar, para facilitar o acesso e a seleção no momento de ligar seu Wii U
  • O tamanho da tela pode ser regulado agora no System Settings
  • E, benção dos deuses, você tem um botão de Undo/Redo na tela de desenho/escrita do Miiverse

Além disso tudo a atualização abriu o Virtual Console do Wii U… mas mais informações sobre isso aí embaixo!

Anúncios

O Virtual Console do Wii U está aberto! Mas o que tem lá?

Muita muita coisa boa! Essa é a lista de lançamento:

  • Balloon Fight (NES)
  • Donkey Kong, Jr. (NES)
  • Excitebike (NES)
  • F-Zero (SNES)
  • Ice Climber (NES)
  • Kirby’s Adventure (NES)
  • Punch-Out!! (NES)
  • Super Mario World (SNES)

PS: Valendo ressaltar que Kirby´s Adventure está na promoção de 30 anos do Famicon e está custando US$ 0,30 – sim… R$ 0,60 por um jogo!

Além disso, se você já tiver algum destes jogos na versão do Wii você pode transferi-lo, gratuitamente, para o seu Wii U, funcionando em um sistema restrito chamado Wii mode (que fica, essencialmente, igual ao Virtual Console do Wii) ou, pagando US$ 1,00 por game do NES e US$ 1,50 por game do SNES, transferi-los para o Wii U com funcionamento total no novo modo de virtual console, onde os games recebem uma senhora repaginada: Pode salvar em qualquer ponto, pode criar multiplos saves, pode capturar imagem da tela e utilizar no Miiverse, recebem filtros gráficos para funcionar em telas HD, funcionam no Game Pad, entre outros “pequenos” benefícios – Eu fiz a transição com Excitebike e Super Mario World (ambos eu já tinha no meu virtual console do Wii) e comprei F-Zero durante a promoção dos 30 anos do Famicon e posso dizer, sem medo, vale muito muito a pena jogar esses games, limpinhos, em uma TV de 40 polegadas.

Jogos de Nintendo 64 e GameBoy Advance serão adicionados nos próximos meses e mais jogos serão lançados a cada semana sendo que a biblioteca integral do Virtual Console do Wii estará disponível até o final do ano. O Virtual Console já é motivo o suficiente para se ter um Wii U.

Bom divertimento!

wii-u-virtual-console-art_1152.0_cinema_640.0

 

Epic confirma cancelamento de Gears of War: Exile

O jogo que ninguém nunca viu mais gordo foi cancelado. Com conversas e um logo mostrado na E3 2011 e comentado, novamente, na E3 2012, a Epic põe um fim a Gears of War: Exile antes mesmo de sabermos o que ele realmente era.

Cliff Bleszinski foi procurado sobre o cancelamento e se limitou a dizer “Vamos deixar como está. Exile foi cancelado porque tinha que ser.”.

Vale lembrar que na mesma época que notícias sobre Exile começaram a rodar surgiram vídeos mostrando uma possível versão on-rails, com uso de Kinect, de Gears 2. Seria isso o Exile? Parece que nunca saberemos…

Gears_of_War_Kinect

Quer um quarto Earthbound? Vai ficar um pouco desapontado…

O criador da série, Shigesato Itoi, respondeu via tweet a um fã que perguntou sobre mother 4 (A série chama Mother no Japão e começou no NES, com mother, depois mother 2 no SNES – que foi o único oficialmente lançado nos EUA, como Earthbound – e por fim Mother 3 no GBA). “Impossível” foi a resposta do designer. Quando perguntado porque Itoi respondeu que a história está fechada, o universo foi salvo e Gigas foi destruído – “Não existe mais nenhuma história a ser contada ali” explica.

É claro que o monumental poder do dinheiro pode mudar essa posição agora que a série vai ganhar lançamento no Virtual Console do Wii, do 3DS e do Wii U. Veremos senhor Itoi… Veremos…

Quer um 3DS mas está sem grana? A Nintendo te vende um usado!

Aqui no Brasil nós não estamos muito acostumados com a compra de aparelhos “refurbished”, mas lá fora a prática é super comum. Mas o que é um aparelho “refurbished”? Nada mais do que um aparelho usado, comprado por uma empresa ou um técnico, que é aberto, limpo, tem peças trocadas e é deixado em condições de funcionamento exatamente iguais as de um produto novo – podem haver alguns danos cosméticos, mas o funcionamento é perfeito. Eu comprei um Xbox clássico refurbished assim como um PS3 – ambos continuam lindos aqui na minha sala.

Só que esse serviço era normalmente prestado por lojas especializadas ou técnicos via EBAY – não pela criadora dos consoles!

Mas a Nintendo quebra mais um paradigma e vende, em seu próprio site oficial, o 3DS por um senhor preço camarada (com um avisinho que o aparelho pode ter pequenos danos cosméticos). Por um 3DS típico, em Aqua Blue ou Midnight Purple, US$ 129,99 – com mais um jogo (Legend of Zelda Ocarina o Time 3D) sai US$ 169,99. Por um DSi XL Metallic Rose ou Midnight Blue, US$ 99,99 – com mais um jogo (Mario Kart DS) sai por US$ 129,98. Só um detalhe – VAI PRECISAR DAQUELE PARENTE OU AMIGO QUE MORA LÁ FORA: A NINTENDO NÃO MANDA PARA O BRASIL!

Fora isso é uma senhora economia! Bom game a todos!

midnight_purple_3ds-4