Papo Sério – Será que a Sony, a Microsoft e a Nintendo produzem poucos videogames de propósito?

Eis uma pergunta que surge, das mais diversas maneiras de tempo em tempo:

“Será que (coloque aqui sua produtora de console mais querida) vai produzir a menos de novo e o videogame vai ficar caro/difícil de achar?”

Ou variantes dela.

Então é hora de, de uma vez por todas, colocar esse caso para dormir!

Vamos nessa!

Anúncios

Crônicas da História do Videogame EXTRA – Xbox One Scorpio, PS4 Pro, Super Mario Run e o fim das gerações!

Sony e Microsoft dizem que seus novos aparelhos quebram o conceito de geração! As duas empresas acreditam que videogames devem ser trocados a cada poucos anos, como celulares, mantendo os mesmos jogos, mas escalonados! E a Nintendo está lançando seu mascote no iOs!!! É hora de falarmos de acontecimentos históricos do videogame que aconteceram agorinha (no dia 07 de setembro) e clique aqui para nos dizer o que vocês pensam disso!

Resultados do pool aqui!

 

 

 

 

Já pensaram como seria Goldeneye do 64 em HD? A Rare sim… e quase lançou!

Vamos contar uma história:

Haviam duas firmas de videogame que moravam numa floresta: A Microsoft e a Activision (Ok… elas não moravam numa floresta… mas vocês pegaram a ideia). Elas se conheciam e se gostavam muito e um dia a Microsoft, que tinha uma escrava chamada RARE, disse para a Activision “Ei Activision! Se você me deixasse relançar aquele jogo do 007 que todo mundo gostava, da época do Nintendo 64, acho que faríamos muito dinheiro. O que você acha?”

Activison gostou muito da ideia, porque se tem uma coisa que ela gosta é dinheiro. E as duas resolveram que 8 pessoas deveriam trabalhar como camelos para, dentro da RARE, produzir em apenas um ano, uma excelente versão HD de Goldeneye 64 para ser lançado antes do final de 2008. Infelizmente as duas amigas não contavam com sua arqui-inimiga que morava no outro lado, mais claro e honesto, do bosque, a Nintendo, que disse “Não! Não! Não! Não! NNNNNNNNÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOOO! Vão levar esse porte para longe daqui! Eu tenho direito sobre Goldeneye então se tiver que ser lançado algo tem que ser para o meu console!”.

E foi assim que, depois de mais de um ano trabalhando muito duro, a versão HD basicamente pronta de Goldeneye 64, que seria lançada na XBOX Live, foi abandonada. O que foi uma pena – o jogo tinha muito potencial. Rodava a 60 fps cravados, você podia escolher entre gráficos do 64 ou remasterizados e tinha um controle muito melhor – tudo isso sem perder aquele multiplayer maroto de 4 jogadores que agora podia ser usado inclusive via live. A história, no entanto, tem um final feliz: Por causa do cancelamento desse jogo nos tivemos a versão criada pela Activision, com Daniel Craig, que eu considero um jogo do Bond bem melhor (me julguem).

Abaixo, um pouco da versão HD de 360.

De olho na E3 2016 – Microsoft

O Mini apresenta um mini especial sobre o que você verá (e não verá) na apresentação da Microsoft, esse ano, na E3:

E aqui estão os trailers (que tomariam muito tempo se inseridos no mini especial) do jogos que você vai ver por lá:

Gears of War 4

Halo Wars 2

Um novo Forza – chamado até agora de Forza Next

Crackdown 3

Sea of Thieves (Por favor Rare… não nos desaponte…)

Recore

Scalebound

Oculus Rift

Hololens

Mass Effect: Andromeda

E veremos um monstro de XBOX One Lite e o XBOX Scorpio – que será um novo XBOX para 2017. Ou seja… quem comprou um XBOX One no lançamento… teve 4 anos de aparelho. Quem está rindo do Wii U agora?

microsoft-logo__111129012732

 

 

 

Halo Online – O jogo que todo mundo (acha que) quer jogar

A Rússia, e possivelmente a China depois dela, vão ganhar uma versão de Halo que só eles terão. Halo online é um jogo totalmente multiplayer, rodando no motor gráfico de Halo 3 e que está sendo modificado de cabo a rabo, para ser especialmente voltado para uso com mouse e teclado.

E eu já consigo ouvir os gritos de “Isso não é justo!”, “Microsoft, atenda todos os seus clientes!” ou “Quando isso vai chegar ao XBOX One?”.

Então… não vai chegar ao XBOX One. Porque é muito, mas muito mesmo, inferior ao modo multiplayer de qualquer um dos jogos contidos no Master Chief Collection. Também é inferior aquela versão Callofdutiada que estão chamando de Halo 5. O jogo vai ser lançado especialmente em regiões tomadas completamente pela pirataria e pretende ser mais uma fonte de renda para a Microsoft que, como o jogo é onlinte, promete manter estrito controle contra Hackers, Bots e outras coisas do tipo.

De qualquer forma o jogo deve chegar no segundo semestre a milhares de russos…. Way to go Microsoft

Aleluia!!! Microsoft toma juízo e fecha a XBOX Productions!

Você já ouviu falar do XBOX Productions? Apresentada naquela E3 “maravilhosa” de 2013 (que quase implodiu o console antes mesmo do lançamento dele), o Xbox Entertainment Studios tinha como objetivo produzir conteúdo em vídeo original para a nova plataforma: filmes, séries e reality shows que seriam exibidos em formato digital no Xbox Live. Capitaneado por Nancy Tellen, ex-presidente da rede de televisão CBS e tendo como líder criativo Elan Lee, o sujeito por trás da campanha “Why So Serious?” do longa-metragem “Batman: O Cavaleiro das Trevas”, a produtora tinha tudo para dar certo: O dinheiro da Microsoft, a experiência da galera e boas franquias, com um canon pesado por trás.

Infelizmente (ou… felizmente, na minha modesta opinião) o público não comprou a ideia de que o Xbox One era uma central de entretenimento, e não apenas um videogame, e também não botou muita fé no Xbox Entertainment Studios, mesmo com o envolvimento de grandes nomes da indústria cinematográfica, como Steven Spielberg e Ridley Scott. Some a isso a guinada que Phil Spencer deu ao departamento de XBOX (deixar as produções transmídia de lado e focar o Xbox One como plataforma de jogos) e a Microsoft resolveu estancar a ferida; a produtora fechará as portas assim que Halo: Nightfall (que, diga-se de passagem, é MUITO xexelento) terminar.

O xexelento trailer da série xexelenta do canal xexelento que vem com o sensacional Master Chief Collection

A produtora deixa como legado todo o material do Halo Channel (ruinzinho em sua maior parte e não de perto no nível dos Vidocs que eram feitos pela Bungie) e o documentário “Atari: Game Over” que é bem raso.

Xbox Productions… se Halo: Nightfall for alguma indicação… você já vai tarde.

Minicastle 8 anos – Papo Sério de comemoração de aniversário!

Sem mais delongas…. nosso maior vídeo até hoje!

Pergunta 1: Por que o XBOX One, mesmo com as mudanças e a baixa de preço, não está vendendo igual ou mais que o PS4? – Inicio aos 1:19 min

Pergunta 2: A Sony está falindo? – 7:35

Pergunta 3: Por que a SEGA não faz outro console? – 10:53

Pergunta 4: Qual a situação atual da Nintendo – 14:00

Pergunta 5: Por que a Nintendo simplesmente não faz o Hardware mais poderoso de todos? – 19:00

Pergunta 6:  Qual foi o rolo da Ubisoft em relação aos jogos feitos para Wii U mas não lançados? – 27:26

Pergunta 7: Qual foi o rolo da Ubisoft em relação aos gráficos de Watch Dogs no PC/XBOX One e PS4? – 34:04

Pergunta 8: Quem vai comprar a Capcom? – 44:24

 

Papo Sério – Os números do PS4 continuam absurdos! O que está acontecendo?

No primeiro Papo Sério do Mini o Marcel analisa porque o PS4 está vendendo com uma vantagem tão grande em relação ao XBOX One.

Ajude-nos com o papo sério! Deixe suas dúvidas e sugestões nos comentário ou envie-nos um email em marcelbonatelli@minicastle.org.

PS: Há um erro no vídeo que só percebemos depois. Phil Harrison trabalha para a Sony, e também é um cara muito legal. O novo funcionário da Microsoft, que recebeu uma puxação de saco sentido no vídeo, é o Phil Spencer.