Carregamentos e apps mais rápidos a caminho do Wii U

Como todos os donos de Wii U sabem o tempo de retorno entre um jogo, ou um app, e o menu inicial, é, mesmo com todas as atualizações da Nintendo, horrendo. Mas faltam apenas algumas semanas para esse problema também acabar! Assim como ela corrigiu todos os problemas relativos  ao Nintendo e-shop, a big N soltou um vídeo mostrando como seu novo patch irá acelerar as coisas! Ei-lo!

Anúncios

Os quase campeões de bilheteria: Games que quase viraram filmes!

Eu sou um gamer, mas isso não significa que eu também não seja um cinéfilo e leitor voraz. E, enquanto eu consigo diversos livros que expandem ou recontam os games que tanto amo, a relação de games que chegam aos cinemas e consideravelmente menor. E, desses filmes, os que podem ser considerados bons, são ainda mais raros.

Então, de forma a comemorar com vocês a páscoa, uma época do ano caracterizada por aguentar uma parentada comendo um prato feito de um peixe salgado e esquisito, que a maior parte das pessoas não gosta verdadeiramente e abrindo ovos feitos de chocolate, que supostamente, deveriam ter uma surpresa dentro, o Mini irá dar uma rápida olhada nos games que quase chegaram a telona.

Continuar lendo

Kojima “trollou” a todos: Phanton Pain e Ground Zero – são, ambos, Metal Gear Solid V

Por mais estranho que possa parecer, e considerando a convoluta história de MGS 4 a gente consegue imaginar um monte, os dois games são, na verdade, um só. Que mostra Snake fazendo uma operação militar e sobrevivendo aos revezes dela  9 anos depois, quando acorda sem mão de um coma. E esse Snake é o SNAKE mesmo! Nada de Liquid, Solid ou Solidus… é a porra do Big Boss e ponto final.

Eis o trailer de anúncio da Konami

 

Pelo trailer dá para tirar algumas conclusões. O cara que ele está salvando, no helicóptero, e que está na cama do lado dele, é o Master Miller (que o Liquid mata e toma o lugar no MGS 1). Fury, ou o equivalente a ele, aparece diversas vezes no trailer. O homem com o rosto e a cabeça todo detonados (e a boca amarrada) é o Psyco Manthis (ele aparece flutuando na postura clássica no final do trailer) e eu aposto que o jovem de cabelos longos, usando o cavalo da Boss, é o filho dela, Shalashaska (Call me Revolver! Revolver Ocelot!).

Consigo também apostar que o game vai misturar o imaginário de um recém-acordado-de-coma-de-9-anos Snake com a realidade “real” do que está ocorrendo, o que pode explicar várias das cenas mais surreais do trailer. Resta esperar para ver agora! Opiniões… soem aí embaixo!

Nicholas Cage torna Majora´s Mask ainda mais assustador

É por isso que a Vovô dizia que “Mente desocupada é a oficina do diabo!”. Um par de moders com muito tempo livre resolveram modificar um dos jogos mais tensos já feitos, The Legend of Zelda: Majora´s Mask e colocaram o rosto do super-astro Nicholas Cage em todo lugar possível.

O resultado é… bem… olhem o vídeo…

Nintendo perde ação relativa a tela 3D sem óculos

A Nintendo perdeu uma ação, no valor simplório de 30,2 milhões de dólares, movida contra ela em 2011, nas cortes americanas. A ação, movida por um ex-funcionário da Sony de nome Seijiro Tomita (porque não estou surpreso ^_^), diz que a Nintendo e a Toshiba não pagaram absolutamente nada ao senhor Tomita pelo uso de sua ideia de telas reguladas em velocidade variada para 3D sem óculos.

A Nintendo se defende até o momento dizendo que o 3DS não utiliza nada em comum com a tecnologia patenteada pelo Sr. Tomita e completa, expressando fé na capacidade do sistema judiciário de eventualmente perceber a condição de vítima da empresa Nipônica, que aguarda a posição do superior tribunal americano de comércio.

Até o momento o processo encontra-se paralisado pelo recurso da Nintendo, que perdeu em primeira escala, em julgamento presidido pelo meritíssimo Jed Rakoff (que está criando um nome para si ao lidar com casos ligados a tecnologia, como o seu caso anterior da briga entre Samsung e Apple). Resta esperar!

1334779143_1

 

 

Jogos de PS1 e PS2 irão ganhar troféus

Sim! Eu não gosto muito da Sony mas essa é uma senhora notícia! Depois de colocar os troféus em seus jogos feito uma torta saída para a conquista de espaço que os achievements tiveram, a Sony percebeu o poder de vício (e de venda) que os troféus tem. Muitos e muitos gamers jogam games ruins ou baratos apenas para “platinarem” um game, por vezes recorrendo a compras secundárias na busca viciante destes pequenos, e virtuais, lembretes.

Só que muitas empresas, e muitos e muitos relançamentos, não possuem troféus. Isso se deve ao fato que a Sony não exige a presença de troféus em jogos relançados em seu sistemas anteriores. Funciona assim: Se uma empresa, por exemplo a Square Enix, já pagou os valores de licenciamento da plataforma PS1 (ou PS2) para o lançamento de um determinado game, não precisa fazê-lo de novo se o game NÃO FOR ALTERADO DE NENHUMA FORMA. Logo, muitas e muitas empresas preferiam não alterar o game de nenhum jeito e economizar a, nada modesta, graninha do licenciamento a segunda vez.

Qual a solução deste impasse? A nova patente da Sony! A Sony acaba de criar um software que, em comunhão com pontos chaves de importância impostados pela própria empresa criadora do game original, imputa de forma externa ao programa Troféus, checando por pontos específicos do código para dispará-los. Ou seja, o software não sofre alteração (e portanto não precisa ser novamente licenciado) e os games passam a ter Troféus, que aumentam, e muito, seu potencial de venda (eu que diga, jogando MGS 2 de novo só por causa dos achievements).

patent

Como funciona o processo

 Eu normalmente não digo isso mas a Cesar o que é de Cesar: Way to go Sony!

Dungeons & Dragons: Chronicles of Mystara a caminho

Sim. Os dois clássicos Brawlers da Capcom, Dungeons & Dragons: Tower of Doom e Dungeons & Dragons: Shadow over Mystara vão ganhar versões (com Stamps, Achievements e Troféus) para Wii U Ware, XBLA e PSN (respectivamente).

Os dois jogos virão em um pacote só chamado Dungeons & Dragons: Chronicles of Mystara, que custará US$ 15 (1200 ms points), com online multiplayer drop-in drop-out e leaderboards. A versão do Wii U virá ainda com funcionalidades de controle de itens via Wii U Game Pad e possibilidade de jogar utilizando apenas o controle.

Ducktales, um dos maiores clássicos do NES, ganha uma nova roupagem…

… para a XBLA, PSN e Wii U!

Sim! Um dos jogos mais cultuados da época do NES 8 bits volta em uma versão arrasadora, criada pela mesma empresa responsável pelo primeiro game, a Capcom (Sim… isso era uma época antes de Street Fighter 2 e Resident Evil, quando a Capcom precisava de bons games para sobreviver).  Ademais os novos gráficos e a jogabilidade modernizada, o jogo mantém o mesmo estilo e os mesmos estágios da versão do NES.

Vejo vocês todos na via da nostalgia!