Sábado Retrô – Tekken Tag Tournament (PlayStation 2)

Hoje no Sábado Retrô vamos desse clássico que teve seu nascimento dos Arcades e depois povoou o PS2 da galera. Embarque nessa emocionante luta em duplas com Tekken Tag Tournament. Bom final de semana a todos!

Evento RetroCambuci: http://www.garrettimus.org/Encontros/Retro-Cambuci/

Facebook: https://www.facebook.com/events/680656435641785/

Anúncios

Jogos de PS1 e PS2 irão ganhar troféus

Sim! Eu não gosto muito da Sony mas essa é uma senhora notícia! Depois de colocar os troféus em seus jogos feito uma torta saída para a conquista de espaço que os achievements tiveram, a Sony percebeu o poder de vício (e de venda) que os troféus tem. Muitos e muitos gamers jogam games ruins ou baratos apenas para “platinarem” um game, por vezes recorrendo a compras secundárias na busca viciante destes pequenos, e virtuais, lembretes.

Só que muitas empresas, e muitos e muitos relançamentos, não possuem troféus. Isso se deve ao fato que a Sony não exige a presença de troféus em jogos relançados em seu sistemas anteriores. Funciona assim: Se uma empresa, por exemplo a Square Enix, já pagou os valores de licenciamento da plataforma PS1 (ou PS2) para o lançamento de um determinado game, não precisa fazê-lo de novo se o game NÃO FOR ALTERADO DE NENHUMA FORMA. Logo, muitas e muitas empresas preferiam não alterar o game de nenhum jeito e economizar a, nada modesta, graninha do licenciamento a segunda vez.

Qual a solução deste impasse? A nova patente da Sony! A Sony acaba de criar um software que, em comunhão com pontos chaves de importância impostados pela própria empresa criadora do game original, imputa de forma externa ao programa Troféus, checando por pontos específicos do código para dispará-los. Ou seja, o software não sofre alteração (e portanto não precisa ser novamente licenciado) e os games passam a ter Troféus, que aumentam, e muito, seu potencial de venda (eu que diga, jogando MGS 2 de novo só por causa dos achievements).

patent

Como funciona o processo

 Eu normalmente não digo isso mas a Cesar o que é de Cesar: Way to go Sony!