Estas semanas no virtual console (20 e 27/10/2008)

Duas semanas que valem meia

Gladius II

Gladius é basicamente a segunda franquia mais importante de Side Scrolling Shotter japonesa do mundo (Sendo Life Force a primeira e R-Type a segunda) e portanto esse jogo tem tudo que você imagina que terá: chefes imensos, fases dificílimas e as mais diversas combinações de armas e escudos, com aquela vozinha que diz “Option”, “Shield” e “Laser” entre outras coisas. O jogo é bom e bem construído, mas é o enésimo game de “navinha” do VC… e eu paro por aqui… Seu por 700 Wii points que podiam ser melhor usados… em diversas outras coisas!

Digital Champ

Jogo chimfrim com um gráfico em mode 5 de quinta categoria que podia ter sido feito no Nes (com gráficos bem melhores) e som fraco. O controle é péssimo é o jogo imita uma visão em primeira pessoa  que irrita os olhos e cansa a visão. Em suma é ruim , fede e custa o  900 Wii points… que podem ser usados para milhares de outras coisas.

Earthworm Jim

Jim era uma minhoca que, durante o sequestro da princesa Evergood, é atingido pela super-armadura-power-titanium do desintegrado paladino da justiça, e acaba virando uma super-minhoca-antropomórfica-musculosa-bombada-com-um-pusta-laser. E é neste momento mágico e singelo que ele resolve salvar Evergood, destruir MadKAt (o sub vilão da história) e chutar a bunda de Evila Nogood, a grande vilã. O jogo segue um estilo side scrolling, com muita ação, controles fantásticos, som animal, música incrível, gráficos decentes e um gameplay honesto. Em seu lançamento era um dos melhores games do mundo… hoje é bem legal, mas não envelheceu bem…. em uma semana de merdas, no entanto, é uma joía. Com certeza vale seus 800 Wii points.

Anúncios

Ajudando o bom velinho!!!

Em entrevista ao jornal norte-americano Los Angeles Times, Reginald Fils-Aime , big boss da NOA – Nintendo of America – disse que a companhia está fabricando 2,4 milhões de unidades do Wii por mês,  um aumento de 33% em comparação ao mesmo período em 2007, se preparando para o o fim do ano americano, recheado de festas como  Ação de Graças e Natal.

O executivo, no entanto, falou em tom de advertência: “Enquanto estamos aumentando o nível de fornecimento em 50% no final do ano, não sabemos se a demanda será ainda maior do que isso”

Se quiser um Wii é bom correr!

Myamoto faz um pedido pela paz!!!

Em recente entrevista ao canal 4 inglês, Shigeru Miyamoto, papai de Zelda, Mario, Metroid e outros jogos fenomenais desabafou que está “preocupado que muitos desenvolvedores foquem em violência excessiva para poder estimular a mente das pessoas”. Mas calma, o papa da Nintendo não quer que o mundo pare de jogar GTA4 e vá viver de Katamari Damaci, tanto que completou que “há mais meios de chamar a atenção das pessoas do que usar apenas a violência” chamando na xinxa também os pais: “eu também espero que os pais fiquem atentos às classificações etárias quando permitirem que suas crianças joguem”. Só para lembrar o cara e um dos maiores diretores de games da atualidade e  nomeado cavaleiro da Ordem das Artes e das Letras na França.

Nós do Mini também queremos fazer um apelo a paz e pedir: Em nome de tudo que é mais sagrado NÃO COLOQUEM NO MERCADO MK vs DC!! É horrível, uma abominação! O que vão querer fazer depois? Street Fighter vs A turma da Mônica! Tenham vergonha na cara!

Holanda pune roubo virtual!!!

Nada a ver com aNintendo.. mas uma prova real da importância dos games nos dias de hoje.Um juiz holandês declarou culpados dois adolescentes que roubaram itens virtuais de outro jogador menor de idade no MMO RuneScape. Apesar dos itens roubados serem “de mentirinha”, a pena é bem real – 360 horas de serviços comunitários aos infratores – de 15 e 14 anos cada, por forçar um outro jogador de 13 anos a transferir dois itens virtuais para suas contas no game online sob ameaça. “Estes itens virtuais são propriedade privada [sob a lei holandesa], então é roubo”, definiu o tribunal.

O site Eurogamer publicou um artigo, em holandês, explicando que esta é a primeira vez que uma condenação desse tipo de crime acontece no país.

Se moda pega…

Lista japonesa do Wii Music

Eis a lista das músicas disponíveis no Wii Music

1. “American Patrol” the march por F.W. Meacham
2. “Animal Crossing’s K.K. Blues” por K.K. Slider
3. “Animal Crossing: Wild World” (tema)
4. “Bridal Chorus” por Richard Wagner
5. “Chariots of Fire” por Vangelis (de Chariots of Fire)
6. “Daydream Believer” por The Monkees
7. “Do-Re-Mi” por Rodgers and Hammerstein (de The Sound of Music)
8. “Eine Kleine Nachtmusik” por Wolfgang Amadeus Mozart
9. “Every Breath You Take” por The Police
10. “F-Zero Mute City” (tema)
11. “Happy Birthday To You”
12. “I’ll Be There” por The Jackson 5
13. “I’ve Never Been to Me” por Charlene
14. “Jingle Bell Rock” por Bobpor Helms
15. “La Bamba”
16. “La Cucaracha”
17. “Legend of Zelda Overworld” (tema)
18. “Material Girl” por Madonna
19. “Minuet in G major” por Johann Sebastian Bach
20. “My Grandfather’s Clock” por Henry Clay Work
21. “O Christmas Tree”
22. “Oh My Darling, Clementine”
23. “On the bridge of Avignon”
24. “Over the Waves” por Juventino Rosas
25. “Overture” from the opera Carmen
26. “Please Mr. Postman” por The Marvelettes
27. “Sakura Sakura”
28. “Scarborough Fair”
29. “September” por Earth, Wind & Fire
30. “Sukiyaki” por Kyu Sakamoto
31. “Super Mario Bros.” (tema)
32. “Swan Lake” por Pyotr Ilyich Tchaikovsky
33. “Symphony No. 1’s Titan” por Gustav Mahler
34. “Symphony No. 9’s From the New World” por Antonin Dvorak
35. “Symphony No. 9’s Ode to Joy” por Ludwig van Beethoven
36. “The Blue Danube” the waltz por Johann Strauss II
37. “The Entertainer” por Billy Joel
38. “The Flea Waltz”
39. “The Four Seasons’ Spring (La Primavera)” por Antonio Vivaldi
40. “The Loco-Motion” por Little Eva
41. “Troika”
42. “Turkey in the Straw”
43. “Twinkle Twinkle Little Star”
44. “Wake Me Up Before You Go-Go” por Wham!
45. “Wii Music” (tema)
46. “Wii Sports” (tema)
47. “Woman” por John Lennon
48. “Yankee Doodle”

Lembrando que algumas músicas com certeza vão mudar na versão americana… eu quero quero quero!

Battle Arena Toshinden volta com tudo… no WII!!!!

Se você tem mais de 25 anos, você com certeza jogou Battle Arena Toshinden – um dos 2 jogos de lançamento do PS1. Um jogo de luta 1X1, usando armas e polígonos, com câmera giratória, 30 quadros por segundo e um pequeno cast de personagens quadradões. Adorável na época, incrível até hoje (como item de colecionador) Toshinden marcou nosso coração. Agora a Takara Tomi esta preparando uma versão do game, misturando personagens e técnicas dos três games do PS1 e um visual mangá estilo Cell-Shading para o wii e só podemos esperar que seja o máximo….

Takara Tomi… faça o seu melhor:!!!

Videogame: A indústria sem crise?

Do final de agosto até agora estamos vendo a ponta de um iceberg.  O medonho e odioso Iceberg da crise internacional financeira, causada pelos créditos podres dos americanos. Empresas tiveram que apertar o cinto para se manterem ativas enquanto esse período de turbulência não passa e os analistas de mercado disseram, originalmente, que as áreas não básicas, como entretenimento, turismo e outras são as que sofreriam o peso mais agravado da crise. Aparentemente eles estavam errados. Relatórios mostram que as companhias ligadas à indústria de videogames estão praticamente imunes à crise, e os números do NPD Group – empresa de referência na apuração de dados de venda de jogos e consoles nos Estados Unidos – revelam que, pelo menos em setembro, isso esta provado.

Durante o mês de setembro, o Wii foi o sistema mais procurado pelos consumidores americanos. Cerca de 687 mil unidades do console da Nintendo foram compradas. O outro produto da companhia, o DS, foi o segundo mais popular, com 536,8 mil unidades. O corte no preço do Xbox 360 ajudou suas vendas e o sistema superou em mais de 100 mil unidades o seu rival PS3: 347.2 mil contra 232,4 mil da plataforma da Sony. Entre eles, o PSP com 238,1 mil e ainda mostrando um pouco de gás, o PS2 com mais de 173 mil consoles vendidos.

Wii: 687.0 mil
Nintendo DS: 536,8 mil
Xbox 360: 347,2 mil
PSP: 238,1 mil
PlayStation 3: 232,4 mil
PlayStation 2: 173,5 mil

Estabilidade na crise

Os bons números suprimem, porém, uma real queda de 7% na indústria em geral. Mas esse declínio pode não ser visto negativamente, como explica Anita Frazier, analista do NPD Group.

“Esse é o primeiro mês de real declínio que a indústria [de videogames] experimentou desde março de 2006. É importante lembrar, no entanto, que a queda de 7% desse mês é em comparação ao mesmo mês do ano passado (setembro de 2007), quando houve um aumento de 75% com relação a setembro de 2006. No ano passado, ‘Halo 3’ foi lançado em setembro e esse jogo causou um grande impacto nas vendas de software e hardware”.

“No geral, a saúde da indústria de videogames permanece bem forte mesmo com as condições instáveis da economia. Identificando a sazonalidade típica da indústria, a indústria de videogames nos EUA está posicionada para concretizar US$22 bilhões ou mais em arrecadação para o ano (não incluindo os jogos de PC)”.

Especificamente sobre a parte de hardware, Anita disse que “as vendas de hardware não variaram com relação ao ano anterior, então a queda em dólares [da arrecadação] é por causa dos preços menores. O preço médio dos consoles nas lojas no geral caíram 8% com relação a setembro de 2007”.

“Comparado a agosto, quase todos os sistemas tiveram um aumento em unidades vendidas em setembro. A redução de preço do Xbox 360 ajudou a elevar as vendas mensais para a plataforma em 78%. Esse aumento, apesar da confusão econômica durante o mês de setembro, é um indicador sólido da bem estar que a indústria terá durante o período natalino”.

É … o mundo continua…

Esta semana no virtual console (13/10/2008)

Um jogão e uma incógnita…

Secret of Mana

Secret era uma das poucas surpresas que podiam ter me segurado em minha cruzada atrâs de Super Mario RPG, mas mesmo após o último ter saído, esse brilhante RPG da Square continua obrigatório na sua galeria de jogos. Utilizando uma versão misturada e melhorada da lenda de Iggydrasil (a árvore da vida dos vikings) e a Excalibur (se você não sabe o que é, pare de jogar videogame e vá ler!!!) o jogo conta a história do seu personagem (que você nomeia) encontrando a espada mística de Mana e tendo que fortalecer a árvora da vida para retornar os poderes místicos da espada. Os gráficos são F O F O S… muito muito muito F O F O S, com personagens e cenários cheios de vida, flores e … outras coisas fofas…. o som é fantástico, o controle genial (com um sistema de inventário giratório que muitos games deviam aprender a fazer) e a possibilidade de … pasmem…. jogar um RPG acompanhado por mais 1 ou 2 (com a ajuda do multitap) amigos! O primeiro RPG offline multiplayer bom pra !@#$%¨&**&¨%$#@ vale muito muito muito muito a pena. Seu por 800 Wii points. Bom mesmo!!!

Street Fighter II’ Special Champion Edition

O glorioso game que trouxe Street Fighter 2 ao megadrive tinha tudo para dar um banho na versão do Super Nes – Gráficos excelentes, controle perfeito (com a adição do controle de 6 botões do megadrive é ainda mais legal) e som… mediano… a versão snes, por causa da placa de som bem melhor, tinha vozes mais límpidas e música bem mais fiel ao arcade. Mas, meses depois o SNEs recebeu um Xerox (com o som bem bem bem melhor – e vozes específicas; ao invés de “You Win” você ouvia “Vega (ou o diabo de personagem que você estivesse jogando) Win”) chamado “Street Fighter II Turbo”. A minha pergunta é: Por que lançar SFII’SCE do Mega drive no Virtual Console, se já temos no Virtual Console SFII Turbo E Super SFII do SNES…. não tem muito sentido, visto que os dois primeiros são quase idênticos. Se você faz questão de ter TODAS as versões, pegue essa por maIs 800 Wii points. Mas eu ficaria com a Turbo, pelo mesmos 800 ou, melhor ainda, com mais 4 personagens, combate mais equilibrados e gráficos melhores em Super Street Fighter II pelo mesmo valor.

Kid Icarus a caminho?

Prensados na parede por uma posição sobre “Kid Icarus” o diretor sênior de comunicação corporativa da Nintendo, Charlie Scibetta, admitiu que a Big N está pensando no assunto: “O rumor surgiu antes da E3 e ganhou força. Nós não temos nada a anunciar a respeito de ‘Kid Icarus’ no momento, mas nós escutamos os jogadores e sabemos que eles querem”, explica o executivo. Pressionado pelo entrevistador, ele vai um pouco mais além e solta que “nós [a Nintendo] não temos nada para anunciar ainda, mas sabemos que há uma demanda e estamos considerado o que fazer”, concluiu.

Resta saber quando veremos uma fotinha sequer do game…

Tokyo Game Show traz Sin and Punishment 2, mostra Rygar fraquinho e Castlevania sem sal!

Parece que a Tecmo e a Konami andaram dormindo em serviço. Pegaram duas franquias pesadas, que persistem desde o Nes e transformaram em duas besteiras insonsas. Rygar, para quem não conhece, é o jogo (em sua versão remake no PS2, lançado em 2002) do qual God of War foi copiado – você controla um herói grego com uma aparência meio emo, que usa uma corrente presa a um escudo (diskamor) com movimentos parecidos com os do Kra… digo do capitão america. Nas versões do Nes o jogo lembrava um Kid Icarus e no Remake era um bom adventure, com combate e puzzles. Agora no Wii é uma maçaroca de salas cheias de inimigos – seguro o botão A no Wii mote e faça um movimento horizontal e você lança um ataque horizontal – abrangente mas fraco – o mesmo botão segurado e um movimento na vertical e o herói lança um ataque curto mas muito poderoso. Faça isso por horas e ganhe um braço malhado e cheio de lesões por esforço repetitivo. Os puzzles caíram fora e o jogo ganhou gigantescos chefes de fases decerebrados para impressionar. Ainda estamos esperando.

Castlevania é tão famoso que eu nem vou me dar ao trabalho de explicar o que é – basta dizer que é uma das poucas coisas que envolve couro, mestre supremos e escuridão e não é sadomasoquismo. Só que ao inves de aproveitarem os controles revolucionários do Wii para fazer o mais legal dos Castlevania, eles fizeram uma versão xexelenta de power stone (um jogo muito muito muito bom de dreamcast – mais conhecido por seu plágio em Marvel nemesis) com um toque de Soulcalibur, limão e gelo. Bata tudo no liquidificador e terá algo que você não irá querer jogar… parece lento, os lutadores tem poucos golpes e as lutas são sonolentas. Konami, estamos desapontados.

Mas pelo menos tivemos uma surpresa fantástica. Sin and Punishment está ganhando uma continuação, e ao contrário do que as más línguas estavam falando é um JOGÃO – que virá em disco e tudo. Nada de Wii Ware ou de Virtual Console desta vez. Apenas pura e direta ação non-stop com controles fantásticos de mira graças ao pointer do Wiimote. Preparem-se para a ação.