E3 2013 – PS4 vai aceitar jogos usados, doados, emprestados e vai ter retrocompatibilidade com tudo da sua PSN

Sim! Uma boa notícia afinal. Depois de titubear sobre como proteger o mercado de jogos usados a Sony volta atrás e confirma que o PS4 utilizará, livremente, jogos – sem online pass, constantes atualizações onlines ou qualquer coisa desse tipo.

“Nosso aparelho é um videogame. E é isso que ele continuará sendo. Você não terá que conectá-lo a nada para utilizar seus jogos. Coloque o disco no drive, instale e jogue. Simples assim.” disse o presidente Kaz Hirai “Não importa se o jogo é novo ou usado, seu ou do seu pai, coloque no aparelho e se divirta.” finalizou o executivo.

Isso é um tapa na cara do posicionamento da Microsoft de aceitar apenas jogos novos em seu XBOX One (e só permitir você vender jogos para seus BFFs ^_^ – mais disso depois) e, provavelmente, um fator que deve pesar, muito, na direção do PS4 nessa geração (principalmente se depender da Game Stop, que revende jogos usados).

Além dessa boa notícia a sony confirmou que tudo, absolutamente tudo, que está na sua PSN vai funcionar no seu PS4, com uma única exceção: Jogos de PS3 comprados por demanda. Os jogos de arcade, PS1, Ps2 e indies vão estar lá, gloriosos, para você, no momento que você carregar sua tag para o PS4.

Ok Sony… você está conseguindo me impressionar!

PS4-3-610x406

Anúncios

Sony desafia Microsoft e sua proposta de ser tudo em uma máquina só!

Tava demorando! E começa a novela! Kaz Hirai, CEO da Sony, soltou uma “É claro para nós a linha que precisamos seguir. O PS4 é um aparelho direcionado a gamers. A função principal dele é jogar. O produto principal dele são games.”. Muito sábio da parte do senhor Hirai, principalmente porque em 2006 ele e sua companhia colocaram no mercado um uber monstro centro de entretenimento all-in-one em volta de um tocador de blu ray na exata mesma estratégia que… … … a Microsoft está usando agora.

Sim! O PS3 tinha a mesma proposta de um XBOX One – quase 7 anos atrás! Veja aonde isso levou o aparelho!

É claro que o executivo tem que cobrir todos os ângulos, e prossegue “Nós pensamos nele como um aparelho para games, primeiro e extensivamente. Isso não significa que ele será somente isso. Haverá milhares de fatores de valor agregado. Mas se nosso foco não estiver nos gamers e nos games, nós já começamos errado!”.

Parabéns Sr. Hirai! Concordam? Discordam? Deixem suas opiniões aí embaixo!

 

Ordem no Playground! Microsoft vai deixar a Sony ir primeiro….

Segundo Kaz Hirai, presidente da Sony Entertainment Division, a Sony não fará nenhum anúncio sob o Orbis, seja data de lançamento ou especificações do aparelho, até depois da Microsoft mostrar ao mundo o Durango (o Xbox 720).

No Times do dia 21 deste mês o executivo soltou “Why go first, when your competitors can look at your specifications and come up with something better?” (Por que mostrar primeiro, se seus competidores podem olhar suas especificações e vir com algo melhor?). Para um homem em uma posição tão alta em uma companhia de alta tecnologia ele parece desconhecer coisas como equipes de engenharia ou o tempo necessário para se modificar uma configuração de um determinado aparelho – principalmente depois que os chips já começaram a ser fabricados, como é o caso do Durango/Xbox 720.

Também me assusta um pouco o tipo de raciocínio por trás da abordagem. Então a Sony vai modificar seu aparelho com base no que os competidores estão fazendo? O que me lembra…