Todo que você queria saber sobre o PS4 mas tinha medo de perguntar!

Sim! A Sony fez a apresentação do PS4 para o mundo ontem, em um evento gigantesco, com tradução simultânea para sei lá quantos milhões de países (inclusive o Brasil). Mais caiu do que ficou no ar… mas fez. E falou uma pancada de coisas! E não mostrou o console. Mas vamos por partes!

Aliás… se você quiser uma versão resumida da apresentação da Sony (em inglês)

Eu rio disso cada vez que aperto o botão!

Economizando nos nomes vamos as partes apresentadas pela Sony em uma ordem que faça um pouco mais de sentido.

O projeto Orbis está terminando e com ele nascerá o Playstation 4. O PS4 ainda não tem preço definitivo, mas a Sony confirma que permanecerá competitiva (e o Niken, jornal japonês especializado em finanças, aposta em um preço de US$ 400,00), e será lançado, no Japão e nos EUA, no final de 2013.

Sim… o PS4 saí esse ano. Parabéns aos donos de PS3 que pagaram US$ 600,00 por um aparelho no lançamento (em 2006  –  2013-2006 = 7 anos) sob a promessa “Um videogame que vai durar 10 anos!”

A arquitetura do PS4 é a de um PC X86 com 3 núcleos e uma placa gráfica APU, de altíssima desempenho, suplementada por 4GB de memória GDDR 5. A memória principal é de 8 GB e o sistema usa HD para criar memória virtual conforme necessário. O console em si não foi mostrado, então não podemos dizer se usa alguma mídia física, mas tudo leva a entender que os jogos usarão Blu Rays. A mudança dos fornecedores das placas, assim como da arquitetura delas, no entanto, mostra que o PS4 não será retro compatível por hardware, um fato que a Sony já confirmou, mas que, através do fornecedor Gaikai, uma espécie de Steam asiática, você poderá comprar jogos de PS1, PS2 e PS3 (sim… vc terá que recomprar seus jogos de PS3 – eles não funcionaram no seu PS4). A Sony confirma que os jogos presentes na sua conta da PSN serão migrados para o PS4 “dentro de condições negociais futuramente acordadas”.

Ou seja, você vai ter que pagar por games que já tem. De novo!

cut time

O aparelho terá um chip secundário apenas para lidar com downloads e uploads, fazendo com que jogos possam ser downloadados em paralelo e utilizados por streaming enquanto o download é feito (assim como no Wii U – que original!). Além disso o novo sistema da Sony não terá mais como foco os jogos em 3D (como ela havia tentando com o PS3) e, embora o aparelho possa rodar vídeo em 4 mil linhas de resolução, esse também não será o foco; o foco será o social. Literalmente. A PSN está sendo totalmente reformulada para oferecer um espaço para os jogadores se encontrarem (parecido como Wii U Plazza/Wii U Wara Wara), um espaço para experiências serem trocadas (como o Wii U Miiverse) e uma conectividade total com o FB para publicar dados e troféus (como a Live e a Nintendo Network – tá chovendo ideias novas aqui!). Além disso o controle possui um botão “Share” que permitirá paralisar o jogo (em single player… ainda não sabemos como vai funcionar no multiplayer) e escolher qualquer ponto dos últimos 15 minutos (que vão sendo gravados em looping no sistema) para enviar para o youtube, gerar uma foto e compartilhar ou, simplesmente, atazanar seus amigos (nossa, eu já vi isso em algum lugar… espera aí… espera aí… foi no Wii U. É uma das funcionalidades do console. E sem botão de share!).

trophies-activities

Algum usuário da Live se lembra de algo semelhante? Que a gente usa a anos?

Aliás… falando em botão de Share, vamos falar de controles. O PS4 é compatível com o Move mas NÃO É, e segundo a Sony não será, compatível com o Dualshock 3. Então, quer jogar com mais de um jogador, corra comprar controles novos. O novo Dualshock 4 é mais pesado que seu antecessor, maior e um pouco mais roliço, como mostrado nas fotos abaixo. Além do botão “Share”, já citado pela Sony, o controle possui todos os componentes do Dualshock 3, com algumas mudanças: Os direcionais são maiores e agora são côncavos, invés de convexos (como no Xbox 360) e os dois gatilhos inferiores voltaram a posição da época do PS2 (Muito muito melhor Sony!). Além disso o controle tem um led luminoso na parte de cima, que será usado justamente para operações semelhantes as do Move e uma pequena área sensível ao toque, no meio dele, semelhante em qualidade a superfície traseira do PS Vita, que será utilizada dentro de jogos e aplicativos; a área é multi touch e capacitativa

controle

Com relação a conexão PS4 – PS Vita a Sony afirma que TODOS os jogos de PS4 estarão preparados para a conexão, podendo ser jogados integralmente no seu PS Vita, em qualquer comodo da sua casa (aonde foi que eu vi isso?). Além disso o espaço social da PSN poderá ser acessado de smartphones ou computadores (assim como a Live é hoje) e jogos podem ser escolhidos para download (que serão inciados automaticamente na PSN), ou amigos contatados, deste espaço.

Controller_spelling-copy

Então, deixa eu fazer um resumo final. O PS4 será o aparelho mais poderoso da “próxima” geração (PS1 – sucesso de vendas, hardware mais fraco que o Nintendo 64 e o Saturn / PS2 – sucesso de vendas, hardware mais fraco que o GameCube e que o XBOX / PSP – fracasso de venda, hardware mais forte que o do GBA e do DS / PS3 – demorou muito para esquentar as vendas, hardware fodasticamente mais poderoso que o Xbox 360 e o Wii / PS Vita – uber fracasso de vendas, insanamente mais poderoso que o 3DS – SOU SÓ EU OU TODO MUNDO ESTÁ VENDO UM PADRÃO AQUI?!), voltado para o usuário “top”, com recursos como rodar filmes em 4 mil linhas de resolução (o que exige TVs especiais que custam algo em torno de R$ 14 mil) e que terá os mesmos recursos sociais do Wii U, um controle com uma superfície sensível ao toque, capacidade de jogar seus games por streaming em um outro sistema (como no Wii U) e um sistema online semelhante a Xbox Live.  Oh, meu Deus… e o mitólogico Sony Xbox U!!!!

Eu entendo o que a máquina da Sony promete, e tem gosto de Naftalina. São as mesmas promessas do PS3, as mesmas promessas do PS Vita – “Fazer o que as outras empresas fazem, melhor do que elas!”. Parabéns Sony, entendemos seu conceito. Mas você não entregou essa experiência no PS3 (uma powerhouse de processamento que ninguém usou direito), nem no Vita (que nem jogos não tem, coitado). Por que seria diferente agora? Mostra vídeos de jogos demo….

… como esse não convencem mais ninguém.

Mostre a que veio Sony PS4 Orbis. Ou saia da Arena!

Anúncios

O Playstation 4/PS4/Orbis será mostrado neste mês! E estará no mercado antes do final de 2013!

Sim… esse ano!

Em uma virada enorme de posição a Sony, que costumava falar em uma plataforma de games que durasse 10 anos, colocará sua nova plataforma no mercado menos de 7 anos depois do lançamento do insanamente poderoso PS3 (o que significa que todo mundo que caiu na conversa do senhor Kaz Hirai e comprou um aparelho pagando US$ 599,00 no lançamento, na promessa de não ter que comprar um novo aparelho em 10 anos… deve estar se sentindo muito mal. Provavelmente não tanto quanto eu que tive que consertar um PS3 ano passado e comprar um outro… e descubro que esse ano sai o PS4. Sucks to be me! -_- ) a empresa japonesa de eletrônicos soltou ao mundo algumas informações sobre o PS4 e falou que, no dia 20 de Fevereiro, irá mostrar o aparelho em um evento todo seu.

E o que já sabemos do PS4? Algumas coisas interessantes…

O Chipset central do aparelho ainda é um cluster de múltiplos processadores, semelhante ao Wii U e ao PS3, com uma GPU japonesa proprietária – segundo a Sony a combinação é mais poderosa e tem desempenho mais leve que a do XBOX 720/Durango. Algumas imagens baseadas em informações da Polygon e do Wall Street Journal surgiram nesses dias:

ds42riug5

É algo mais ou menos assim o controle do novo PS4!

ds4mclnf

Como havia sido comentado anteriormente a Sony colocou uma tela sensível ao toque semelhante a do PS Vita no meio do controle do PS4 e está trabalhando em funções como tempo de bateria e distância da tela. Em contraste com a direção tomada pela Nintendo, o novo controle da Sony não permitirá levar os jogos para longe da tela, e tão somente mostrará funções ou botões virtuais.

Um dos botões virtuais citados, que aparece no Mock Up oficial da Sony aí em cima, é o share. Segundo a Sony o PS4 vai gravar, continuamente, seus últimos 15 minutos de jogo, permitindo que você pause a experiência e post, em Facebook, Pincarest, Twitter ou onde mais quiser, na hora, fotos, vídeos ou comentários do seu jogo naquele momento. Troféus também. É algo que a Live já faz a um certo tempo (pelo menos com o FB) mas que a Sony parece estar tecendo como parte essencial do seu aparelho.

De qualquer forma nós só teremos mais informações no dia 20… e podem apostar seus chapéus que o Mini vai trazer todos os detalhes para vocês. Eis o Teaser liberado pela Sony:

Ordem no Playground! Microsoft vai deixar a Sony ir primeiro….

Segundo Kaz Hirai, presidente da Sony Entertainment Division, a Sony não fará nenhum anúncio sob o Orbis, seja data de lançamento ou especificações do aparelho, até depois da Microsoft mostrar ao mundo o Durango (o Xbox 720).

No Times do dia 21 deste mês o executivo soltou “Why go first, when your competitors can look at your specifications and come up with something better?” (Por que mostrar primeiro, se seus competidores podem olhar suas especificações e vir com algo melhor?). Para um homem em uma posição tão alta em uma companhia de alta tecnologia ele parece desconhecer coisas como equipes de engenharia ou o tempo necessário para se modificar uma configuração de um determinado aparelho – principalmente depois que os chips já começaram a ser fabricados, como é o caso do Durango/Xbox 720.

Também me assusta um pouco o tipo de raciocínio por trás da abordagem. Então a Sony vai modificar seu aparelho com base no que os competidores estão fazendo? O que me lembra…