Ok! Alguém mais acha que a Warner precisa de designers?

Por favor. Por caridade. O que diabos é isso?

Isso não é uma capa! É uma atrocidade! É tão poluída que é difícil saber até o nome do jogo! Se você não soubesse nada de videogame e olhasse uma capa dessa muito provavelmente pensaria que o jogo chama-se “10 out of 10” ou algo assim! Eu sabia que a Warner tinha problemas com capas…

… mas ficou ainda mais ridículo. Designers… o poder é de vocês!

Anúncios

Sete coisas que vão ter deixar muito excitado sobre Halo 4

Se os vídeos mostrados na E3 não te deixaram de cabelo em pé em relação a ter que esperar até o final do ano para voltar as botas do Master Chief, pode ser que esses pontos façam de você um fiel.

1 – Novos assassinatos

Assassinatos estão em Halo, teoricamente, desde Combat Evolved: você podia matar quase qualquer criatura com apenas um golpe nas costas se ela não tivesse te visto. Mas foi Reach que nos presenteou com animações grotescamente violentas ao matar alguém pelas costas. E essa habilidade estará de volta em Halo 4, com cenas ainda mais impactantes e violentas, com apenas uma diferença: Você vai poder assassinar pelos lados e pela frente também! Se pegar o inimigo sem armadura e com menos da metade da saúde (ou seja, se der duas coronhadas) o próximo ataque melee que “entrar” será convertido em um assassinato. Combate a curta distância ainda mais visceral! Prevejo muitas pessoas descarregando shotguns enlouquecidamente em qualquer adversário mais próximo.

2 – Novas Habilidades de Armadura

Todo mundo corre em Halo 4, logo o Sprint deixou de ser um poder de armadura. Mas o armor lock, cloack, hologram e Jet Pack se juntam com três novos poderes:  Hard Light Shield (Um escudo que cobre toda a frente do Spartan com uma pequena folga para cima e dos lados. Segura tiros e granadas e permite cobrir um soldado que atira por cima ou pelo seus lados.), Promethean Vision (Um visor que permite enxergar itens e inimigos através das paredes e de outros objetos do cenário.  Imagine  o que isso vai fazer com a estratégia do game?!) e Thruster Pack (Um pacote dedo-do-meio-em-riste-para-a-física que permite que seu Spartan, literalmente, teleporte alguns metros para frente, para trás ou para os lados, ganhando momentum com o movimento. Isso vai aumentar o dano de golpes melee além de permitir se afastar de explosões e coisas assim).

3 – Pacotes de armas em entrada atmosférica

Juntou pontos suficientes? Você tem direito a pedir  uma entre várias Power Weapons (como a sniper, a scatter gun ou o rocket launcher) que caem de fora da atmosfera em packs. Os packs caem em pontos pré determinados do mapa e você deve escolher em qual deles quer que sua belezinha caía… e correr para lá, visto que TODOS os jogadores poderão usufruir do que vier no pacote e todo mundo vai ver o desgraçado zunindo atmosfera abaixo.

4 – Loadout: A escolha de armas

Todo Spartan carregará duas armas, com algumas limitações. Nada arbitrário como CoD (apenas uma arma principal e uma secundária) mas as Power Weapons não estarão disponíveis (Pense naquelas armas realmente apelativas como arma de combustível, Rocket Launcher, Spartan Laser, Super Sniper Rifle, etc…). As armas escolhidas poderão então ser modificadas, com miras mais precisas, que vêem através de fumaça e nevoeiro, com gatilhos mais sensíveis, etc… A 343 promete que todas as modificações terão efeito no jogo em si.

5 – Tactical Package: O poder extra!

Mas além de customizar sua arma você também terá uma carta a mais na manga para usar nelas: O pacote tático. O tactical package é uma espécie de “poder” que seu personagem poderá utilizar logo que voltar a vida. Entre eles a 343 já citou: Sprint infinito, Jet Pack infinito, Invencibilidade a tudo menos tiros na cabeça, magazine completo – atire, atire, atire sem precisar recarregar – e munição incendiária/explosiva. É claro que essas vantagens só vão durar entre 10 e 45 segundos, mas podem livrar sua bunda de uma situação grosseira logo no retorno ao jogo.

6 – Armadura totalmente modificável

A armadura será totalmente customizável, mas agora essas modificações tem efeitos reais no game, não apenas estéticos. Melhor armadura vai deixar seu Spartan mais lento mas vai permitir ter mais resistência (ou escudos melhores), melhores pernas permitem sprints mais longos mas podem impedir carregar duas armas completas e exigir uma arma menor (como uma pistola). Logo prepare-se para ver Snipers voando baixo com super pernas e visores melhores enquanto tanques de guerra atravessam lentamente o campo de batalha com a cabeça baixa e protegidos atrás de escudos.

7 – Armas alienígenas… ou seja: A Scattergun

As velhas armas humans e Covenats (só no single-player) estão de volta mas ganharão algumas amigas. Armas pertencentes aos antepassados colonizadores do mundo onde o game se passa deixaram armas deles para trás como a Scattergun, a estrela do game na E3. Trata-se de uma shotgun alienígena insanamente poderosa que, literalmente, desintegra alvos sem escudos (eles ficam paralisados e depois brilham por alguns segundos, como se iluminados de dentro, para então virarem pó); não só isso mas os tiros da desgraçada RICOCHITEIAM em superfícies, tornando quase impossível não atingir alguma coisa.

Eu estarei lá no primeiro dia! E vocês soldados?

E3 2012 – Revisando a conferência da Nintendo

Todo mundo estava de olho nesta conferência. O mundo dos games parou para ouvir seu maior gigante falar sobre seu novo console.

Parece que a Nintendo tem essa mania de dividir opiniões com suas apresentações de E3. Muitos jornalistas e gamers sentem que o Wii U pode, ainda mais, mudar o paradigma do que é jogar videogame; outros condenaram o aparelho, e sua produtora a ruína, considerando-o não mais que um brinquedo.

Vamos dar uma olhada no que causou toda essa comoção.

No dia 03 o presidente da Nintendo, Sr Satoru Iwata liberou um vídeo com 32 minutos falando sobre diversas funcionalidades do Wii. O vídeo mostrava algumas cenas de Zombi U (que naquele dia nós não faziámos idéia do que era) mas essencialmente se concentrava em 3 pontos:

1) Quando nós vimos o Wii nós imediatamente entendemos o que ele era e como ele funcionava. Gostasse ou odiasse você sabia exatamente como aquele padrão de controle iria funcionar e como ele poderia mudar o conceito de videogame para uma geração inteira. O Wii U PRECISA ser explicado. Como um castelo de cartas a Nintendo TEM que mostrar quando e de que jeito o Wii U vai revolucionar seus games.

2) Como bem colocado pela nossa editora Michela assim que ela viu o vídeo, o Wii U é totalmente voltado para comunicação. Sabem aquela sensação de ter amigos na Xbox live e conseguir ver o que eles estão fazendo, conversar, trocar mensagens… a Nintendo Network é como isso. Só que milhões de vezes mais poderoso.

3) O Wii U é ao mesmo tempo melhoria do Wii e algo totalmente novo. A ideia da Nintendo é trazer o público “hardcore” (deus… como eu odeio essa palavra) que cresceu jogando videogame de volta a sua plataforma SEM expantar os jogadores casuais que formaram o sucesso do Wii.

Depois veio a apresentação da Nintendo na E3 e todo mundo finalmente entendeu o que eles tinham em mente.

Finalmente a Nintendo entendeu o conceito de online. E online bem feito. Eis o Wii verse!

Depois a Nintendo, sempre apresentada pelo mais do que incrível Reggie Fill-Aimes foi a frente com um game que, como wii Sports antes dele, vai demonstrar todas as possibilidade do novo sistema. Eis o Nintendo Land!

Mais informações foram passadas sobre o Wii U: O sistema funciona numa boa com dois Game Pads e suporta até 4 Wii Motes ou 4 Wii Balance

Mas o que é o Fit Meter? Bom o Fit Meter é um pedômetro que detecta as condições da sua caminhadas. É bem pequeno, podendo ser oculto em um bolso ou preso em um cinto, e consegue marcar quanto você andou ou correu e em que condições (subida acima, na descida, escadas, etc…) computando as calorias gastas e transferindo essa informação para o seu Wii U Game Pad. Agora o Wii Fit U segue você em todo lugar:Boards. O Wii Mote plus continuarão sendo vendidos com este mesmo nome assim como as Wii Balance Boards. Foi confirmado ainda que os Game Pads possuem Rumble e que um novo acessório tornará suas rotinas de Wii Fit U ainda mais legais: O Fit Meter

Em seguida a Nintendo falou sobre como games são a parte mais importante da E3 e de como, nos meses vindouros, nos veremos mais e mais Apps que tornarão o Wii U uma necessidade da vida diária. E falando de Games lá vão três Marios novos: The New Super Mario Bros 2 – para 3DS (que chega no mercado dia 19 de agosto… sim… agorinha), New Super Mario World (que será o Mario em 2D do Wii U) e Paper Mario Sticker Star – um RPG com o encanador, também para 3DS.

Miyamoto sobe ao palco para falar sobre games (sob uma chuva de aplausos) e o primeiro deles é Pikmin 3. O game estará disponível no lançamento do console, está lindo, aceita co-op local e online e pode ser jogado com o Game Pad, Wii mote + Nunchuck ou com o Wii U Pro Controller do mesmo jeito que você jogou no Game Cube.

Alías… se você não viu o Wii U Pro Controller clique aqui.

Além disso Miyamoto revelou que um novo game de Wario, na série Wario Ware está em fases finais de desenvolvimento para Wii U e deve chegar ao console nos meses seguintes ao lançamento. Uma foto rápida mostrou um pouco mais do funcionamento do mundo de New Super Mario World e confirmou que o Wii U chega no mercado em preto e branco.

Ok. Eu vou ser sincero aqui. A Nintendo conseguiu me vender o novo console. Eu serei um dos compradores do Wii U no dia do lançamento. Mas porque eu estou me sentindo tão vazio?

Deve ser porque a única franquia de peso mostrada foi Super Mario World. Jesus! Cade Metroid, Zelda, Starfox, Kid Icarus… a Nintendo confirma que há um F-Zero em produção para o Wii U mas não mostra uma foto sequer. Faltou peso na apresentação do aparelho e faltou dois aspectos fundamentais que o mundo inteiro estava esperando: Data de lançamento e preço de lançamento.

Bom acho que só nos resta ver todos os games disponíveis para o lançamento e esperar pelo melhor.

E3 2012 – Nintendo Land – o que é? Como funciona?

Em simples 7 palavras: Nintendo Land é o novo Wii Sports. É o jogo que provavelmente virá com o Wii U e que demonstra todas as capacidades do aparelho. Não só isso mas é uma das maiores demonstrações de game anamórfico (em que pessoas no mesmo game jogam de formas diferentes e, muitas vezes, com controles diferentes) da história.

O conceito do game não poderia ser mais charmoso. Você começa o game com seu Mii, e todos os outros Miis na sua Party, no centro de um Parque de diversões – o Nintendo Land. De lá você tem acesso a 12 palácios, cada um com um game dentro, baseados em algum personagem Nintendo. Na verdade assim…

6 dos doze jogos já forma revelados. Entrando no castelo do Donkey Kong você será levado a um jogo de corrida com visão lateral, onde seus Miis comandarão um buggy de 6 rodas (no formato de um triângulo) que é capaz de fazer loucas manobras enquanto pega frutas e foge de inimigos. O buggy é controlado pelo alinhamento do Pad, enquanto os outros Miis usam Wii Motes para colher as frutas. O castelo de Zelda revela um jogo  on-rails (como House of the Dead) onde o player com o Game Pad será o arqueiro e tem o escudo para bloquear flechas inimigas enquanto os outros jogadores tem espadas (os wii motes) para destruir os inimigos que chegam perto.

No castelo de Luigi você participará de um esconde-esconde com fantasmas: O jogador com o Game Pad controla um fantasma e consegue ver a si e aos outros jogadores na tela do Pad – os outros jogadores só conseguem ver uns aos outros na TV e precisam se proteger do fantasma com suas lanternas. Quando o jogador com o fantasma chega perto do jogador com a lanterna o controle do segundo vibra, dando a ele uma última chance de achar o fantasma, que é paralisado pela lanterna. O jogo termina se o fantasma pegar todos os jogadores (vitória do fantasma) ou se os jogadores conseguirem evitar o fantasma até o final do tempo (vitória dos jogadores). No castelo F-Zero seu Mii vai entrar numa das super máquinas voadoras da franquia e correr velozmente contra todos os outros adversários com Wii motes (até 4)- enquanto o jogador com o Game Pad tem uma visão áerea da corrida e espalha bombas e outras armadilhas para vencer os outros jogadores.

Já ouviu falar de Takamaru? Não estou surpreso. Takamaru é o Alex Kidd da Nintendo, no sentido de que era uma presença constante em games do Game and Watch e do começo da era do NES. Aí veio um certo encanador bigodudo e o Ninja foi esquecido nos cofres da empresa, a não ser por uma ou outra participação especial em games (que, assim como os games originais do ninjinha, raramente saem do Japão). Sabe o que mais curioso: Sabem o enredo de Epic Mickey? Aquele no qual o coelho, por ter sido esquecido em nome do Mickey planeja vingança? A Nintendo fez a mesma coisa – anos antes diga-se de passagem – com o Takamaru aqui. Ele é o vilão de um jogo de Game Cube fantástico chamado Captain Rainbow onde ele quer se vingar do mundo por todos preferirem o Mario e terem deixado ele no ostracismo. Mas eu divaguei. Takamaru tem seu próprio castelo em Nintendo Land… o Ninja Castle. O Mini Game dele é tão legal que…

Se jogar suas próprias Shurikens em sua própria TV não for o suficiente para vocês… seus corações viraram pedra. E por último, mas não menos importante, o último castelo revelado foi o de Animal Crossing que tem o game Animal Crossing Sweet Day. Um pega-pega para 5 pessoas onde 4 jogadores usam Wii motes (os corredores, que devem pegar frutas e correr dos perseguidores) e um usa o Game Pad (que controla cada perseguidor com um dos analógicos – tentando encurralar e pegar os corredores). Soou divertido? Porque realmente parece!

E os outros jogos? A Nintendo ainda não falou nada sobre eles mas nós conseguimos os ícones para vocês pensarem no assunto. Quem quiser apostar o que eles serão é só deixar uma mensagem aí embaixo.

Nintendo Land… e eu achando que Wii Sports Resort era uma boa ideia…

E3 2012 – Sony quer o melhor custe o que custar. O que?

Não é surpresa para ninguém que o Vita está mal das pernas. As vendas depois do lançamento foram mínimas e nem Gravity Crush nem Uncharted desgrudaram o aparelho das prateleiras. O PS3 levou 4 anos para começar a ser vendido em ganho e a Sony vem a público é diz que ela não quer ter a máquinas mais barata, mais popular nem a primeira a ser lançada. Ela quer a mais poderosa, a melhor, custe o que custar.

“We’ve never been first. We’ve never been cheapest, ” (Nós nunca fomos os primeiros. Nós nunca fomos o mais barato,) disse Jack Tretton “It’s about being the best. If you can build a better machine, and it’s going to come out a little bit later, that’s better than rushing something to market that’s going to run out of gas for the long term. Ideally, in a perfect world, you want the best machine that ships first, that’s cheapest. But the number one goal is to be the best machine, and that’s what we’re always focused on.”(É sobre ser o melhor. Se você puder construir uma máquina melhor e ela vai chegar um pouco mais tarde é melhor do que correr com um máquina para o mercado que vai acabar ficando sem força no meio do caminho. Em um mundo perfeito nós gostaríamos de ter uma a melhor máquina, a mais barata e a primeira no mercado mas nosso objetivo é ter a melhor máquina e é nisso que estamos focando.).

É isso… da boca do cara… porque esta estratégia funcionou que é uma beleza com o PS3 e o Vita, né?!

E3 2012 – Jet Set Radio a caminho do Xbox 360 e PS3

Eu realmente não tenho muita sorte com games mais antigos. Sempre que resolvo comprar um game antigo, por exemplo um jogo de GameCube que eu não tenho ou um Dreamcast para jogar Jet Set Radio (entre outras coisas), o jogo que eu comprei tem a tendência de aparecer em HD meras semanas depois de eu ter feito a compra.

Eis mais uma prova, nas palavras do sempre incrível Charlie Brown: “Que puxa!”.

De qualquer forma, o clássico do Dreamcast vai ganhar uma versão HD para download disponível para o PS3, Xbox 360 e PS Vita (afinal a Sony tem que desencalhar o surplus de aparelho, né Sony?). Nele você controla um membro de uma gangue contra o autoritário governo de Neo Tóquio em um futuro movido por ganância e pichações.

O jogo ficou ainda mais lindo em HD e a SEGA promete entregar o jogo até o final do ano. Se você nunca ouviu falar do jogo, transforme-o em um jogo Pokémon (Temos que pegar!). Pegue assim que sair. Foi bom o suficiente para me motivar a comprar um videogame de mais de 10 anos de idade. É incrível demais.

O jogo vai sair com o nome de Jet Set Radio: Catch me if you can.

E3 2012 – Novo Castlevania para o 3DS ganha nome e personagem

Castlevania: Lords of Shadow – Mirror of Fate é o nome do novo Castlevania com visão lateral e estilo Metroivania que será lançado para o 3DS. Trevor Belmont, Simon Belmont e o sempre querido Alucard serão acompanhados por mais um personagem, ainda não revelado, de volta às masmorras do castelo de Drácula para uma última valsa com o rei dos Vampiros.

E vocês entenderam que quando eu disse valsa eu quis dizer encher o desgraçado de pancada até os dois caninos dele pedirem água…

É isso… mais Castlevania.

E3 2012 – Lembra que eu falei do Doom 3 HD? Olha ele aqui…

O jogo foi inteiro refeito na engine de Rage e está lindo… lindo… lindo!!! Ele virá completo, com novos níveis, armas que permitirão encaixar a lanterna nelas (YES!!!!) a expansão Ressurection of Evil e, na versão do 360, com os códigos de download para Doom 1 e 2 na Xbox live. 60 frames por segundo e com opção de 3D estereoscópico (para televisões “chiques”, que vêm com óculos 3D) em HD…

… nada mal para um jogo com mais de 8 anos.