Atari anuncia novo Alone in the Dark! Meu Deus o que fizemos para merecer isso?

Senhor! Oh Senhor! O que fizemos para merecer isso!

Se você não conhece Alone in the Dark você mora embaixo de uma pedra. É a primeira, a primordial, a fundamental, a essencial pedra base no qual todos os outros survival horrors (sabe aquele estilo de jogo que Residente Evil era antes da Capcom resolver que ele precisava de uma quantidade gigantesca de Biceps? Então… aquilo!) se basearam. Foi um jogo lançado para PCs no começo da década de 90, usava polígonos e colocava você na pele de um detetive particular ou de uma herdeira dentro de uma mansão tomada por criaturas Eldritianas.

Não são exatamente gráficos detalhados

A série seguiu com duas continuações muito boas (ainda no PC e no 3DO) e acabou portado, num remake relativamente bem feito, para o PS1/PC no final da década de 90.

 

Bem melhor!

Embora os gráficos já fossem consideravelmente melhores agora a história se mantinha relativamente boa, não tão bacana quanto o original, mas bem legal mesmo assim. Infelizmente, em 2008, a Atari tentou colocar a mão em um reboot da série. E criou um dos piores games que eu joguei na minha vida!

Eu não vou conseguir descrever para vocês quão ruim ele é… eu precisaria de horas da minha vida e realmente não quero ter que voltar a terapia por causa dele, mas é suficiente dizer que ele é uma bosta extrema e que eu não recomendo tocar no game nem com uma vara de 2 m de comprimento (jogue a vara fora após o experimento). É sério… é muito muito muito ruim.

Agora a Atari disse que um novo game da franquia deve chegar, unicamente aos PCs, até o final do ano. Tenham medo… tenham muito muito muito muito medo!

Anúncios

O Mini está mudando!

Você provavelmente já percebeu com nosso novo padrão de cores e com muito menos postagens que algo está ocorrendo! Não se preocupe! O Mini não morreu, nem perto disso!

Mas o Mini está mudando… e tem que mudar. Quando o minicastle.wordpress.com começou, em 2006, muita e muita e muita gente tinha certeza que não teríamos paciência para fazer isso nem por um ano. Passamos a marca do um ano com um pé nas costas. 3 anos foi o novo período dado. Batemos também.

5 anos – e lá estávamos nós. Agora as pessoas falam quem em 10 anos não chega. Estaremos lá para provar que eles estão errados também.

Felizmente ou infelizmente eu não sou mais o homem que eu era 8 anos atrás, não tenho mais o tempo que tinha 8 anos atrás nem as companhias que tinha 8 anos atrás. O mesmo ocorreu com o Mahou e o mesmo ocorreu com o Junião, que nem estava conosco mas já tinha seus próprios projetos na NET. Nossos projetos mudaram, nossos horizontes mudaram e nossas perspectivas mudaram – somos pessoas diferentes com gostos diferentes e com expectativas diferentes hoje do que já fomos no passado. E querer que algo tão especial para nós como o Minicastle não cresça e mude conosco… é bobagem.

Chega de perder tempo tentando cobrir todas as notícias da Terra! Vocês não as lêem de qualquer maneira! Chega de perder tempo cultivando lados! Vamos falar sobre videogame, esteja ele em um console Nintendo, num Neo Geo ou num portátil! Mas, muito mais importante que tudo isso, chega de falar de coisas que não mais nos animam! Que não mais nos iluminam!

O Minicastle é sobre videogame! E videogame é uma coisa muito séria! Mas, acima de tudo, acima do que muitos consideram como arte ou como tecnologia, videogame é sobre diversão. E é sobre isso que esse site deve ser!

Obrigado a todos que estão nessa caminhada de oito anos conosco! Que venham mais 8!