10 Crossovers que ainda não existem… mas realmente deveriam!

Não só de Street Fighter X Tekken (o X se pronuncia “Cross”, segundos os especialistas no assunto… eu digo VS mesmo) ou Marvel vs Capcom vive o universo de crossover de games. Eis algumas idéias que as empresas podem utilizar para aumentar a satisfação dos clientes:

Call of Duty: Modern Warcraft

Anões voando em helicópteros atirando contra elfos-da-lua de M16, com Orcs armados até os dentes atirando contra humanos… aaahhhh… a cartase!

Final Fight Night

É agora que o prefeito de Metro City vai mostrar com quanto paus se faz uma canoa!

Super Mario Brothers in Arms

“Luigi, joga uma granada lá e de cobertura ao Rogers. Eu  vou passar por trás e pegá-los.”

“Mas, irmão, e se eles virem você?”

“Aí eu vou honrar a família e vou ser super Mario na bunda deles!”

The Brutal Legend of Zelda

Imaginem andar por Hyrule com um Link bombado movido a esteroides, ouvindo Heavy Metal, enquanto trucida hordas de inimigo atrás de uma princesa vestida inteira de preto com enormes decotes…. YES!!!

Bear in the big blue house of the dead

Ursinhos fofinho contra Zumbis… awesome!

Perfect Dark Souls

Porque dificuldade e alienígenas nunca são demais.

Red Dead Space

Dizem que o espaço é a última fronteira. E quem melhor para levar justiça a fronteira do John Marston?

Twisted Metal Gear Solid

Pouco Stealth, muito metal!!!

Angry Birds of Prey

Um jogo que vai realmente fazer valer o termo “Porco Nazista”!!!

FallOut Run

Que tal usar a última Ferrari Testarossa do mundo para atravessar a Wasteland e entregar um linda loira no último foco de resistência da terra… vamos lá SEGA/Bethesda… estou esperando acontecer!

Feliz Ano Novo!!!

2011 terminou!

Em balanço foi um ano bom. O Mini ganhou uma base fixa (da onde conseguimos fazer vídeos com mais qualidade), temos um computador melhor, melhores câmeras e os mesmos cachorros. O 3DS veio, a precificação estava errada, todo mundo achou que iá ser uma falha, e se tornou o videogame mais vendido do ano, surrando o PS Vita por quase 2,5 unidades para 1. Além disso fizemos mudanças enormes no Mini (começar a falar de Microsoft e citar, de vez em quando, a Sony) de conteúdo e imagem, fizemos alianças, tivemos participações externas e teremos projetos ainda melhores para o ano novo (esperem vídeos em HD).

Por outro lado foi um ano conturbado. Mudei de área dentro do meu emprego, nossa editora quase morreu em uma cirurgia e nosso principal parceiro de aventuras, o Mahou, se viu tão enrolado com a facul que mal teve tempo de jogar, ler ou fazer nada – nem aqui, nem no outro site que ele “trabalha”. Todas essas coisas roubaram tempo e energia que queríamos ter gasto aqui, no Mini, mas não deu. Coisas da vida.

Eu, a Michela e o Mahou, agradecemos do fundo do coração a todos os colaboradores (um abração especial ao Rafael pelas matérias de esporte) que enviaram idéias, imagens ou sugestões. E principalmente agradecemos a todos aqueles que tiraram um minuto desde de 2006 para dar uma passadinha aqui no Mini… e só por um minutinho… ler alguma coisa sobre games.

Feliz 2012 pessoal… e contém conosco. Estamos todos no mesmo barco. Somos Gamers!