XBOX One – Você quer mais achievements? Que tal achievements meramente por assistir TV?

Para alguns isso será o fim da picada. Para outros isso será excelente. Eu não sei exatamente como me sinto com relação a isso, mas está confirmado: contéudo não interativo poderá ter Achievements. Ainda não sabemos o tamanho das restrições de valores ou pontuação, se será por seriado ou por episódio, etc… mas a Microsoft confirma que o recurso será utilizado.

“Será quase como um token. Um símbolo de apreciação. E vai tornar os achievements ainda mais parte do seu desenvolvimento online” disse Larry Hyrb da Microsoft “Em seriados, você poderá ter achievements menores, com 5 ou 10 G por episódio de uma determinada temporada, com um achievement mais substancial, como 30 ou 40 G, se assistir todos os episódios. Ou filmes com sequências podem oferecer achievements menores por assistir o primeiro e o segundo, com um achievement maior se assistir todos. Pense nisso em jogos de esporte ao longo de uma temporada e tudo mais.” finalizou.

Seria isso um sinal dos tempos? Mais uma mostra que a atual geração só faz algo, mesmo algo prazeroso, se receber alguma forma de incentivo? O que vocês acham? Deixem suas opiniões aí embaixo!

xbhd

Anúncios

XBOX One – Achievements que evoluem e processamento por nuvem

O Mini estava certo (e as fontes dele também)! Os Achievements, as conquistas, estão sendo reinventadas para uma nova geração de usuários. E nós já demos os detalhes – eles estão bem aqui!

Mas não só as conquistas evoluíram. O conceito de dimensionamento do próprio XBOX One mudou. Segundo um porta voz da Microsoft “No passado você estava limitado em processamento, em velocidade. Estava limitado a quantos chips conseguia colocar em uma caixa. Não mais…” e ele não está brincando: O XBOX One vem preparado para computar em nuvem, ou, em linguagem menos técnica, utilizar servidores imensos via internet, passando um pedaço do processamento remotamente para eles e recebendo, de volta, apenas os dados processados. Isso abriria a porta para uma imensa quantidade de melhorias, que atrasariam o sempre curto ciclo de vida dos consoles e permitiriam a máquina da Microsoft continuar em serventia por 10, talvez 12 anos.

É claro que computação por nuvem tem um, não tão pequeno, problema: Exige constante, e de boa qualidade, conexão com a NET. Isso pode dificultar a vida de alguns usuários, mas, a longo prazo, pode ser uma saída mais vantajosa.

xbhd