O que nós perdemos 11 – Full Throttle: Hell on Wheels (PC/PS2/XBOX/GameCube)

Na década de 90 a LucasArts era a empresa dos Adventures no PC (alguns até vazaram para o NES ou para o 3D0) soltando um game imperdível atrás de outro. Quando meus pais compraram nosso primeiro PC com Kit Multimídia eu queria experimentar como era um jogo em CD da LucasArts (eu já havia jogado alguma coisa de Monkey Island, Loon e Indiana Jones and the Fate of Atlantis… todos ótimos devo registrar) e fomos comprar um.

E trouxemos para a casa Full Throttle (Algo como aceleração total ou potência total em uma tradução livre).

Um mini trailer para sentir a vibe do jogo!

Era um adventure lindo, com um humor fantástico (cortesia do incrível Tim Schaffer, responsável por Monkey Island também) e uma densa história que envolvia assassinatos, gangues de motocicletas, acrobatas corporativos e Minivans…

Minivans Ben!

Caso vocês queiram assistir todas as hilárias cenas do jogo!

O jogo foi um incrível sucesso e a LucasArts deu sinal positivo para uma continuação, chamada Full Throttle: Pay Back. Infelizmente um monte de gente saiu da empresa, os videogames alcançaram os PCs, as vendas ficaram maiores em consoles que em PCs e a LucasArts travou o projeto.

Quando ele renasceu, em 2001, renasceu como um RPG de ação, misturando lutas em estilo Final Fight com ação na estrada ao estilo Road Rash, para os 3 videogames da época e para o PC. O jogo deveria se chamar Full Throttle: Hell on Wheels e seu desenvolvimento seguiu firme e forte até o final de 2002 quando a LucasArts, de frente as vendas de jogos mais ou menos no estilo, como Syberia e (do próprio Tim Schaffer) Psychonauts, desistiu de colocar o jogo no mercado alegando que as vendas não teriam o retorno esperado.

A equipe de criação tentou pelo menos salvar a versão para PC dessa morte terrível, mas como o desenvolvimento todo havia sido feito na direção de um game que pudesse ser jogado com um controle, não com teclado e mouse, a versão de PC era difícil de controlar e não tinha gráficos tão incríveis que pudessem causar algum fator UAU em usuários de PC. Ela seguiu o mesmo destino de suas irmãs de console.

O trailer do finado game

Uma pena! Teria, certamente, sido um excelente jogo…

Anúncios

Sobre Marcel Bonatelli

Historiador de games e jogador inveterado eu respondo todas as suas dúvidas sobre games e o mercado de games no site minicastle.org ou no email marcelbonatelli@minicastle.org

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s