Jogando: Assassin’s Creed 4: Black Flag – STEAM/Wii U

Eu demorei muito para fazer esse review. Muito! E eu demorei esse tanto porque queria ter a mais absoluta certeza que eu não estava apenas vendo um jogo cego pela estética do que é novo.

E também porque eu queria ver se o nosso colaborador Bruno Brandão iá fazer… mas isso é outra história ^_^

Continuar lendo

Anúncios

Final Fantasy X/X 2 HD ganham data de lançamento

Caso você tenha passado a chance de jogar esses dois clássicos RPGs (o X é milhas melhor que o X2, mas vá lá) você terá a chance de jogá-los em HD no dia 18 de Março, nos EUA, e 21 de Março na Europa. Os jogos estarão disponíveis tanto fisicamente como por download, tanto no PS3 quanto no PSVita.

E Deus sabe que o Vita precisa de jogos.

E embora os dois jogos estão sendo vendidos separadamente nas suas edições do Vita, comprar a edição física de um dá direito ao download Virtual do outro e vice-versa. Ou seja compre FF X físico e fique com seu irmão mais velho, mais feio e menos charmoso de grátis. No PS3 os dois games virão em um só download/disco.

Se você nunca jogou é obrigatório. Se você já jogou… o X vale uma rejogada.

 

Não gosta de jogar com outras pessoas? Então você não vai conseguir terminar Destiny!

Segundo a Bungie, criadora da Saga Halo no XBOX, que agora está trabalhando em sua nova Saga Sci Fi você não conseguirá terminar Destiny sem outros jogadores.

“Sabemos que existem jogadores que preferem jogar sozinhos. Mas criamos um mundo tão enorme e especial que temos a mais absoluta certeza que os jogadores vão querer, e conseguir, desfrutar dele em companhia de outras pessoas.” disse Jason jones, diretor do projeto. Quando apertado se o jogo seria possível de ser completado jogando somente solo ele completou “Não. Há diversas áreas, depois de muitas horas de jogo, que só podem ser completados em pequenos times de indíviduos de alto nível. Logo, em algum momento o jogador será forçado a cooperar para prosseguir.”.

Dá boca do cara! Destiny pode não ser um MMO, mas com certeza não vai te deixar jogar sozinho! E para quem curtiu Halo 3 Odst e Halo: Reach na campanha multiplayer – que venha assim mesmo!

destiny splash PSU

Jogando: A Lenda de Zelda: Um elo entre mundos

No Japão, Link Between Worlds se chama ゼルダの伝説 神々のトライフォース2 , o que significa basicamente The Legend of Zelda : A Link To the Past 2. Isso em si ja diz muito sobre o jogo, principalmente se tratando da
Hyrule que iremos encontrar. E voltar a explorar esta Hyrule é uma das melhores partes para os fãs do jogo de Super Nintendo. Mas não se engane em pensar que é exatamente o mesmo mundo, já que tem vários detalhezinhos diferentes no mundo, alem do “Dark World” desse jogo ser tão diferente do outro jogo que aqui ele recebe um novo nome: Lorule

Exploração do mundo é um dos grandes pontos fortes do jogo, principalmente pela mudança mais clara na mecânica: O aluguel e compra de items. Ao invez de se conseguir itens como o arco e as bombas no meio de dungeons, aqui você pode alugar ou comprar a maioria dos itens na ordem que quiser. Isso agiliza a exploração do mundo de uma forma impressionante, alem de habilitar a experiencia de poder escolher a ordem em que você vai enfrentar os dungeons.

Mas não pense que os dungeons ficam sem recompensas: É lá que você consegue itens secundários, como o Hookshot, luvas e braceletes. Não é AQUELA recompensa como nos anteriores, mas não tem problema já que os dungeons são extremamente divertidas e utilizam o item destacado para eles (sim, continua 1 item para resolver o dungeon inteiro) desde a primeira sala.

424px-ALBW_Artwork

Porém, a melhor novidade do jogo é o poder de virar uma pintura 2D na parede e andar para os lados. Essa habilidade cria varias experiencias para puzzles que antes simplesmente não eram possíveis, a la o clássico Portal , da Valve , além de abrir ainda mais áreas de exploração. Alguns são bem difíceis –  quase dói o cérebro.

No quesito do enredo, a historia é contada de uma forma bem simples, porém elegante. Sem flashbacks, mas no castelo você pode encontrar quadros que explicam a historia do Link to the Past por exemplo. Existe um momento que gostei muito na narrativa que é quando você descobre que uma personagem esta em perigo simplesmente porque você vê um item que sempre esta com ela … sem ela. Nenhum narrador, nenhuma CG  “cinemática”, nada.
E falando em personagem em perigo, vale dizer que agora não é tão simples como “Zelda é capturada” já que são VÁRIOS personagens capturados, aproximadamente 1 por dungeon e que este Zelda reserva uma ou outra surpresa na historia digna de Sheiks da vida.

Na parte de apresentação do jogo, vale notar que o jogo é absolutamente fluído. Sem nenhuma queda de framerate mais noticiável mesmo nos momentos mais caóticos e com 3D no talo. E o efeito em 3D é um dos melhores que o 3DS tem a oferecer, chegando ao ponto de ter momentos que realmente pensei que quem for jogar este jogo no 2DS terá
problemas em algumas partes. O som do jogo cumpre o seu papel e a trilha sonora é absolutamente linda. O remix com vilão do Dark World em especial é um dos meus favoritos.

De resto, uma adição interessante é que logo no começo do jogo você tem a opção de ter um item chamado “Hint Glasses” que serve um pouco como as Sheikah Stones do Ocarina of Time 3D para te ajudar nas horas difíceis. PORÉM desta vez não é tão simples, já que as ajudas custam de passos do 3DS, garantindo que você vai pensar duas vezes antes de usar.

Com ótimos dungeuns, uma linda sensação de exploração do mundo e uma pitada de nostalgia aqui e ali, este é um dos melhores Zeldas em muito tempo. Recomendado !

677px-A_Link_Between_Worlds_cover

Gabi “Plattys” Madureira é uma artista plástica de Campinas que divide suas horas entre desfrutar de produtos da Big N, desenhar coisas fantásticas e curtir desenhos maravilhosos. Ela ama Final Fantasy, o Steam e JRPGs clássicos, como Chronno Trigger e a série FF. Esperamos ver mais reviews dela aqui no mini!

Guia de presentes de Natal do Minicastle!!!

Somos gamers! E sejamos homens, mulheres, crianças ou bestas vorais de Trax queremos presentes no nosso Natal. Mas se eu fizesse uma lista de Natal apenas com minhas próprias ideias de presentes – não sairíamos da seção de jogos de Video Game e Cinema de uma livraria Cultura. Então eu pedi ajuda a minha super namorada, Louise Sato, para formarmos uma lista de natal um pouco mais longa, robusta e diversificada.

A brincadeira vai funcionar assim: A lista vai estar separada em três partes, “Lembrancinhas”, com presentes até R$ 70,00,  “Presentes”, com qualquer valor entre R$ 70,00 e R$ 500,00 e “Seu filho-da-puta eu nem imaginava que essa porra existisse!!! Vem aqui e me dá um beijo!!!” com coisas que valem mais do que R$ 500,00.

Continuar lendo

Microsoft avisa: Não tente tornar seu XBOX One retrocompatível

Atenção pessoal: Quando a origem de alguma informação é o 4Chan… obviamente é falso! Sim, a Microsoft confirmou que ela poderia, a qualquer momento, colocar retro compatibilidade no XBOX One – a questão é tática, não técnica. Sim, sabemos que a Microsoft pode vender esses jogos por emulação em nuvem. Mas não.. não dá para ativar emulação alterando o software interno do Videgame

Image

Então… não tente fazer o que está na imagem! Não tente fazer qualquer modificação no sistema! Não altere seu firmware ou as opções de inicialização do seu sistema. Simplesmente não faça isso!

Não importa o quanto eu, você e todo mundo queira essa função… ela simplesmente não está lá. Desista!!! É melhor para todos!

Destiny tem data de lançamento confirmada!

Destiny, o novo jogo dos criadores de Halo, a Bungie, tem data de lançamento confirmada…

Caso você ainda não esteja no Hype

… que infelizmente deixou muita gente irritada. Uma montanha de pessoas estavam esperando o game para o começo de 2014, mas ele só vai chegar no dia 09/09/2014. Sim… Setembro!

halo-reach-leak-bungienet

Ah Bungie… Que falta você faz!!!