Harrison, Kaplan, Llewelyn abandonam Nintendo

Algumas semanas atrás, aqui no Mini, nos noticiamos que a Nintendo da America (NOA) está transferindo sua base de Seatle para Nova York e San Francisco. Diversos empregados receberam um ultimato para mudarem para as novas localizações ou seriam demitidos. Fontes internas da Nintendo disseram que três executivos chaves da Nintendos escolheram a segunda opção.

Diretora Senior de relações públicas Beth Llewelyn, Vice presidente de marketing e assuntos corporativos Perrin Kaplan, e Vice presidente senior de marketing e comunicações corporativas George Harrison estarão saindo da Nintendo da America num futuro próximo, embora as datas de suas saídas ainda não estejam fixadas, uma feirinha chamado E3 está chegando. O que será que acontecerá?

Anúncios

EA cria estudio para jogos casuais e quer levar novos jogos ao Wii

Para explorar a tendência dos jogos casuais, a Electronic Arts formou uma nova divisão, a EA Casual Games, encabeçada por Kathy Vrabeck, uma das fundadoras e ex-presidente da Activision, ela disse “Em todo o mundo, os consumidores estão jogando games que não exigem horas de concentração. A denominação comum é diversão casual”. Antes um nicho dos PCs, os jogos casuais hoje estão sendo muito explorados também pelos consoles – nas redes online de Xbox 360 e PlayStation 3, por exemplo, e até mesmo em algumas coletâneas de minigames para o Wii, sem falar da série Wario Ware.

Ainda falando da EA a revista Wired, John Schappert, CEO da Electronic Arts, disse que a empresa será bastante seletiva em relação às franquias estabelecidas que levará ao Wii. “Você não verá todas as franquias indo ao Wii. Ao trazermos nosso portifólio completo de títulos, alguns não seriam bem transpostos, então usaremos o dinheiro para criar software original”, disse o executivo.

Em nota relacionada, o executivo comentou o apreço da empresa pelos Miis, e, quando indagado se a EA os utilizaria em games, respondeu que a questão poderia ser discutida com a Nintendo.

Esta semana no Virtual Console (04/06/2007)

Toe Jam and Earl 2: Planet in Funktron

Mudando a perspectiva superior para um sidescrolling e o clima de adventure para um mais voltado para ação, Toe Jam and Earl retorna ao Virtual Console em um joguinho agradável e bem animado, mas nem de perto tão brilhante quanto o primeiro. É aquele tipo de jogo “seção da tarde”, divertido mais ordinário. 800 Wii points.

Milon’s Secret Castle

Um cruzamento curioso entre Zelda II e Kid Icarus, Milon, o heroí do jogo é um menino sem ritmo vivendo num mundo onde a música e a poesia são as formas de comunicação. Quando os instrumentos musicais do mundo são roubados e a princesa raptada, Milon, parte em busca dos mesmos e da cura a sua condição. Um bom jogo, mas difícil pacas. Gráficos simples e excelente música completam o pacote. Só pegue se estiver em busca de um puta jogo difícil. 500 Wii points.

Dead Moon

Ok. Agora deu! Esse deve ser o enésimo shooter lateral (jogo de navinha) do Virtual Console. Literalmente dava para gastar 10000 Wii points só nesse tipo de jogo.  E os melhores (R-Type III, Gradius e outros) já saíram. Bom… é mais um. Bons gráficos, história fraca, som legal e bons controles. Nada digno de nota, no entanto. 600 Wii points.

E para comemorar 100 jogos lançados ao virtual console a Nintendo colocou no mercado “The legend of Zelda II: The Adventure of Link”. A famosa ovelha negra da família Zelda, com visão lateral e estilo diferenciado, chega ao Virtual console praticamente idêntico ao que era no Nes. Nesta aventura Link ganha Xps, sobe de nível e ganha novas magias e ataques como em um RPG normal. Teste… vale muito a pena!