O que vale a pena no VC!

Estava tão extasiado jogando Shining Force no VC que até esqueci de postar as novidades…

star_soldier_nes_screenshot1.jpg

Star Soldier

É mais um Shotter vertical, mais um joguinho de navinha, que nem bons gráficos tem… Tem bom controle, o som até que convence, mas depois de R Type III e Life Force, que vai querer Star Soldier. Seu, por mau gastos, 500 Wii points.

devils-crush-1_small.gif

Devil’s Crush

Puta joguinho legal. Um mega power vitaminado pinball do cacete cheio de bicho do demo dando as caras. As caras para bater, é claro, já que você usará sua bolinha para, literalmente, enviá-los de volta ao inferno. Ótimos gráficos, boa música, controle no talo e ALTAMENTE difícil. Ótimo jogo por 600 Wii points!

250px-kirbydreamcourse.jpg

Kirby dá as caras em um jogo pra lá de original. Você é uma bolinha, que tem que acertar todos os inimigos da tela, fazendo o último deles se transformar em um buraco pelo qual você caíra, completando o estágio. Parece bizarro, mas é divertido ao extremo. Os gráficos são limpos e fofos, o som é bem legal e o controle funciona de forma muito boa. Super recomendado, por 800 Wii points.

200px-dynamite_headdybox.jpg

Dynamite Headdy

Você é um cara que troca de cabeças (!)  enquanto tenta destruir um império do mal. Algumas cabeças lhe permitem atacar em ângulos diferentes, enquanto outras lhe dão habilidades, invencibilidade e por aí vai. No mais, jogão side scroller com qualidade treasure, valendo a pena mais uma vez. Gráficos bem coloridos e legais, somados a um puta controle e som legal. 800 Wii points.

shining-force-jap.jpg

Shining Force

Puta, mega, power, force, double, nitro super jogo com queijo. Esse jogão é onde todos os jogos de estratégia aprenderam a brincar. Você joga com um jovem de Guardiana que tem que guiar um grupo de soldados através de dezenas de batalhas, com cenas muito legais de batalha e um sistema de estratégia tão bom, ou melhor, que de Final Fantasy Tatics. Jogue, mesmo com gráficos e sons datados, pois o jogo é do Caramba. 800 Wii points!

Anúncios

“Apostamos no cavalo errado” diz EA

Durante uma teleconferência com investidores, John Riccitiello, diretor-presidente da Electronic Arts, comentou que a transição entre plataformas foi “muito mais difícil” do que se esperava para a companhia, devido à falta de concentração em jogos para o Wii. “Infelizmente apostamos um bocado no cavalo errado ao nos concentrarmos tanto no PlayStation 3 e Xbox 360, e fazê-lo em escala menor no Wii. Deixe-me assegurá-los que quase todos nós da indústria fizemos o mesmo julgamento – após tantas transições chutando certo, erramos desta vez, e agora estamos lidando com isso com fortes investimentos no Wii”, explicou Riccitiello.

Quando indagado por um dos acionistas, Riccitiello citou a Ubisoft como exemplo de sucesso na plataforma, graças ao “movimento mais esforçado e rápido em relação ao Wii e DS”. Os resultados são demonstrados nos resultados financeiros da companhia francesa – as vendas aumentaram em 94,5% durante o primeiro trimestre do ano fiscal, que terminou no dia 30 de junho.

Nintendo garante surpresa e não descarta revisão de Hardware

Reggie Fill-Aime, o poderoso presidente da Nintendo da America, afirmou que todos os donos de Wii usuários do WiiConnect24, ganharam uma “surpresa” no final de setembro. Como o serviço só tem servido para trocar mensagens e permitir que meus Miis desapareçam, isso deve deixar diversos usuários felizes.
“Já anunciamos na E3 um novo canal, o Check Mii Out. E ainda temos planos”, “A surpresa está vindo, no final de setembro. (…) Acho que vocês gostarão da surpresa”, disse nosso avantajado amigo.
Do outro lado, o também poderoso diretor de marketing e comunicação da NOA (Nintendo of America), George Harrison, fez diversos fãs tremerem com algumas declarações “Com os portáteis, como o Game Boy e agora o DS, nós sempre estamos inovando, e sempre que sentirmos que é hora para um ‘upgrade’, nós o faremos, seja uma tela melhor para um portátil ou uma compactação, como o DS Lite, coisas assim. Isso não está fora de questão no Wii, mas não estamos nem no segundo período de festas ainda, então, ainda está prematuro para falar sobre alguma revisão no console propriamente dito”. Recentemente o mercado tem sido bombardeado de todos os lados por informações que a Nintendo estaria preparando uma revisão do Wii para o final de 2008/metade de 2009, com melhor GPU (Grafics Processing Unit – Placa de Gráficos), mais RAM, saída de alta resolução (True 1080 p)e …. …. …. HD. Não confirmado, nem desmentido pela Nintendo o boato tem deixado muitos intrigados.
Como fás e usuários da Nintendo, nós no Mini achamos muito difícil algo assim acontecer… mas nunca se sabe!

Esse é meu pau de fogo!!!

Eu gostei muito da pistola/metralhadora/batedeira do Wii. Mas tenho que admitir que esse acessório da “Bracket House” tem um tchan a mais! É como uma velha winchester, que inclusive “quebra” permitindo melhor encaixe do Wii Mote + Nunchuk e completo acesso a todos os botões. Achamos que vai ficar um pouco estranho jogar alguns games que usam o gatilho do Wii mote como controle de disparo (visto que ele fica no cano), mas ainda assim ficou um puta acessório. Experimentem! A venda, lá fora, por US$ 38,00.

wii-rifle-gun-bracket-preview-20070723113849531.jpg                  wii-rifle-gun-bracket-preview-20070723113846890.jpg                   wii-rifle-gun-bracket-preview-20070723113833172.jpg

Ele tem o meu voto!

A principal razão pela qual nós, brasileiros, pobres e assalariados, são massacrados por preços enormes e avassaladores é a pesada carga tributária que incide sobre os mesmos no país. Trata-se de um fator que afastou as fabricantes de videogames do território nacional por bastante tempo, matou a Playtronic e, se Deus quiser, fará o mesmo com a Latamel(da). Dizia a lenda, no entanto, que um heroí vestido de verde surgiria e destruiria o mal, trazendo paz e felicidade (e preços baixos) aos gamers. Nosso heroí é o deputado Carlito Merss (PT-SC).

Sr. Carlito apresentou o Projeto de Lei 300/07, que prevê a extensão dos benefícios da Lei da Informática aos jogos eletrônicos, servindo tanto ao hardware quanto ao software e outros acessórios; segundo ele, a carga tributária sobre os consoles é de até 275% sobre o valor básico do sistema, não levando em conta frete, seguros, impostos e taxas de embarque. Merss relata: “O desenvolvimento de jogos ainda é incipiente, em razão da elevada carga tributária incidente sobre tais equipamentos e, sobretudo, da exclusão desse segmento dos incentivos fiscais estabelecidos pela Lei de Informática”. Um exemplo de sucesso na mudança tributária foi o México: “O mercado mexicano cresce a taxas superiores a 30% ao ano após a adoção de mecanismo de desoneração tributária”.

De acordo com o portal da Câmara de Deputados, “o projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania”. Clique neste link para ler a íntegra da proposta do Projeto de Lei 300/07.

Tomara que dê certo!

Academia + Videogames = Wii

   Para muitas pessoas, ir a uma academia é um suplício. Os motivos variam: problemas para acordar cedo, conciliar agendas abarrotadas de coisas, etc. Tem gente que fica de saco cheio também com o fato de fazer alguns minutos de esteira, onde “se anda para lugar nenhum”.

Uma academia canadense, no entanto, está transformando a academia num lugar de se jogar videogame. E o melhor: sem precisar ficar parado! É o caso da Studeo 55, de Vancouve, que incorporou uma estação de exercício com o Wii em seu circuito de treinamento.

É claro que o pessoal, por enquanto, só joga Wii Sports, mas em breve o Wii Fit será lançado, adicionando mais opções para quem quer malhar e jogar games.

A notícia foi dada pela Reuters. Quem quiser ver a matéria em português, basta entrar no site da Globo.com, no seguinte link: http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,MUL76540-6174,00.html 

Feliz Aniversário MiniCastle!!!

Eu sou um gamer. Eu testemunhei o amiga e o Odissey se arrastarem do lodo primordial e resfogelaram suas vidas pixeladas como as curiosidades que eram tratados; eu devorei a geração 8 bits, arrancando até a última moeda de Bowser, matando todas as encarnações do dracula e destruindo centenas de robôs construídos pelo Dr Willy. Eu vi, com os olhos que a terra há de comer, a guerra dos 16 bits florescer, levantando brados de “O meu é melhor!” de ambos os lados. Assisti o Nascimento e o esquecimento do 3DO, do Atari Jaguar e do Apextreme (alguém conhece?). Vislumbrei a Guerra dos Saturn X PS1 X N64 e vivi intensamente os 128 bits que vieram em seu encalço.Eu comprei um Wii e não só isso, mas faço barulho com a boca e poses imponentes quando jogo. Eu sou gordo, uso óculos e faço cosplay. Eu curto anime, mangá e músicas do Mega Driver. Eu compro CDs de repertório de games e sofro com as decisões da empresa do meu coração quando ela faz algo imbecil (porque Deus? Por que o N64 usou cartuchos? Por que Deus?). Eu sou, de todas as maneiras possíveis, um gamer.
E não só eu, mas meus amigos são ou foram gamers. Alguns viveram bons anos ao som dos grilos e a claridade amiga dos jogos pós meia-noite, mas as namoradas, os empregos e as agendas sociais acabaram por levar muitos guerreiros embora. Nós choramos por eles e prosseguimos. Outros, literalmente, viram a luz, e acabaram por, de maneira mais ou menos custosa, seguindo esse caminho muitas vezes incompreendido dos jogadores de video-games.
E nós Gamers não somos infantis. Nós gamers não achamos que videogames são a forma suprema de arte, tampouco que são brinquedos de criança. Temos noções de seus preços, dos custos dos jogos e consciência dos efeitos dos impostos e da pirataria. Assim como alguns curtem um bom livro e outros grandes filmes, nos divertimos com nossas histórias, simples ou complexas, que nos permitem, por algumas horas, sermos mais do que somos.
Hoje o Minicastle faz um ano. Hoje, o que era a idéia do Revolution, virou a inovação do Wii. O que eram as incertezas do Ds, viraram um primeiro lugar no mercado. Hoje, como entidade e como pessoas, somos capazes de entender um pouco mais desse hobby fantástico que nos une.
Nós do Mini somos como nossos leitores, parte de um imenso universo que sente, mesmo que as vezes, a vontade de atravessar um labirinto e salvar uma princesa, matar zumbis e vampiros, ser um gangster ou uma bola amarela com boquinha e olhos que come… pastilhas…

Somos como vocês

Somos Gamers!

fabio_manga.jpg    marcel_manga.jpg     michela_manga.jpg

Esta semana no Virtual Console (16/07/2007)

Depois da última semana… eu nem comentei para não vomitar… essa semana está melhor.

225px-balloon_fight.png

Ballon Fight

Você é um cara que lembra vagamente o Mario, que por sei lá que crime foi preso em dois balões vermelhos e tem que atravessar uma série de rios e planícies onde tudo… absolutamente tudo… quer te matar. Peixes enormes saem d’água para comê-lo, a água é venenosa, os relâmpagos… teleguiados e os inimigos não tem a decência de lhe dar um tiro na cabeça. Não! Eles vão estourar seus dois balões para que você caia de encontro a morte. Faça o mesmo com eles! Estoure seus balões, fure seus para-quedas e ouça o som fantástico da vitória. Esse jogo não tem história, pretexto, gráficos ou controles. O som… sei lá… eu joguei falando ao telefone. Mas seus 500 Wii points valem a satisfação de ver seu inimigo caindo e fazendo “splosh” como um monte de bo… bovinos… eu ia dizer bovinos!

256px-papermario.jpg

Paper Mario

Mais um clássico do N64 fazendo história no VC. Este RPG tem um dos sistemas de batalha mais legais do planeta, uma história cativante, controles perfeitos e sons e gráficos de outro mundo. Foi uma das gratas surpresas do N64 e é um ótimo aperitivo enquanto seu antecessor Super Mario RPG e Chrono Trigger não dão as caras. 1000 Wii points.

silent_debuggers.jpg

Silent Debuggers

Para o mundo que eu quero descer. Este jogo é… bom! Muito bom! O gráfico é fraco, o controle não presta e o som é funcional (para usar um termo legal). Mas sua mistura de First Person a lá labirinto-de-phantasy-star-do-master-system com sua história bem escrita, temperada e traduzida, fazem de um joguinho mequetrefe um título jogável. Aventure-se, como eu fiz, por míseros 600 Wii points!

O valentão no Wii?!

É isso aí… quer roubar um lanche do garotinho de óculos, faça isso. Jogar pedras nas janelas, também…. passar o dia andando de bicicleta sem fazer tarefa, ok… e tudo isso com controles fantásticos e intuitivos, além de melhores texturas e gráficos sem quebras?

E pode?

Claro que pode! Agora que um dos jogos mais controversos do PS2 está ganhando uma versão reformulada para o Wii e o M$ XBOX 360 você pode fazer tudo isso e muito mais com controles reformulados para assegurar sua diversão. Aaaaaahhhh como é doce a cartase!

bully-20061016000509465-000.jpg