Jogando: The Legend of Zelda: Twilight Princess HD (Wii U)

Eu estou tentando fazer esse review a meses…

… mas eu simplesmente não consigo colocá-lo de uma forma que torne-o menos do que moderadamente negativo. Será que eu poderia colocar assim? É difícil até mesmo explicar o porque, mas acho que dá para conseguir passar a sensação correta.

Ocarina of Time saiu em 1998 para mudar tudo que se pensava em termos de Zelda até então. Em 2000, na Space World, uma feira japonesa de games, foi mostrado o que todo mundo achava ser o primeiro Zelda de GameCube… uma continuação direta de Ocarina of Time….

O “famoso” vídeo

A partir de 2001, no entanto, a Nintendo começou a mostrar o verdadeiro novo Zelda de Game Cube, o último Zelda dirigido por Miyamoto, e meu Zelda favorito até hoje, Wind Waker.

O primeiro Trailer em 2001

Wind Waker em sua fantástica versão HD

A comunidade se dividiu. Metade dos jogadores se sentiram traídos por um Zelda (que eles passaram a chamar de Celda, porque era desenhado em Cell Shading) com um estilo mais infantil e contido numa aventura mais cômica e mais colorida, enquanto uma outra enormidade de jogadores abraçaram o novo conceito e caíram de boca em um novo universo, e uma nova visão, da lenda. Wind Waker fez um sucesso enorme no Cube, mas nem de perto o sucesso de Ocarina of Time no Nintendo 64.

E uma parcela do público continuou esperando por um Zelda “adulto”.

No final da vida do Cube (e no lançamento do Wii) em 2006, a Nintendo deu ao mundo esse Zelda “Adulto”, na forma de The Legend of Zelda: Twilight Princess. Twilight Princess era uma história muito mais enxuta do que Wind Waker, com um estilo de misticismo menos fantasioso e mais sóbrio. Menos Willow mais senhor dos anéis. Menos Forgotten Realms e mais Game of Thrones. O jogo tentava, ferozmente, resgatar a sensação de se jogar com o Link adulto de Ocarina of Time, com um novo conjunto de habilidades como lutar a cavalo, atirar bombas no arco ou se transformar em um lobo.

Foi o primeiro Zelda que eu comprei duas vezes ao mesmo tempo (e olho para Zelda Wii U/NX e percebo que terei que fazer isso de novo ^_^’ )!!! Comprei minha versão do Wii junto com meu Wii e uma versão do Cube poucos meses depois (que ficou lacrada por muito tempo….). Jogar um novo Zelda, usando controles por movimento, mira perfeita por cursor em uma história adulta e moderdamente bem construída (não era nada shakespeareano ou inesperado e não tem exatamente nenhum plot twist fantástico) foi uma experiência muito legal. A versão do Cube, sem o controle por movimento, mesmo sendo mais bonita quando jogada com o cabo de vídeo componente do GC, acabou ficando meio esquecida.

Agora, depois do fantástico Skyward Sword e do incrível Wind Waker HD, sem falar em um novo jogo original para 3DS e dois remakes fantásticos, a Nintendo resolveu relançar Twilight Princess em uma versão HD. E é HD HD mesmo, assim como em Wind Waker, rodando em 1080 P, milhares de efeitos na tela, 60 frames por segundo e tudo mais.

Só que é a versão do Cube. Sem controles por movimento. Meramente com mira controlada por oscilóscopio. E o efeito visual de se levar um jogo como Wind Waker de 480 P para 1080 P, mudando uma pá de texturas é bem diferente de fazer o mesmo em Twilight Princess – exatamente porque os gráficos não são cartunescos.

Lembra quando falamos, no vídeo sobre resoluções do aniversário do Mini, que gráfico não muda, mas resolução sim? Então…

Caso você não tenha visto nosso vídeo sobre resoluções

Os controles do jogo são excelentes – mas nem de perto tão bons quanto os controles por pointer que funcionavam quase que como mágica na versão do Wii. E não são tão fluídos quanto os controles de Skyward Sword, que já tinham feito a série andar numa direção bacana. A música é fantástica e grandiosa – mas até aí você já esperava isso de um Zelda. Mas os gráficos, mesmo com uma resolução bem mais alta e uma legião de novos efeitos visuais, são datados e ficam estranhos no Wii U. Com a nova resolução as crianças ficam medonhamente parecidas com adultos achatados, enquanto os adultos parecem bonecos de olinda esquisitos. A princesa Zelda lembra uma boneca barbie e tudo parece meio embassado e sem vida – é mais ou menos como rodar World of Warcraft em 4K; pode parecer uma boa idéia, mas não faz diferença no final.

Comparando as versões

Só você utilizar do Amiibo…

Veja ele aqui no nosso Gerigasmo

… terá acesso a uma dungeon de desafios que pode ser atravessada em formato de lobo; é bacana, mas não faz diferença nenhuma na história do jogo em si. Qualquer amiibo do Link (as duas versões de Link do Smash Bros ou o Toon Link de Wind Waker) vai encher suas flechas enquanto qualquer amiibo da princesa Zelda (Zelda ou Sheik de Smash Bros) vão recuperar alguns corações. O amiibo do Ganondorf dobra a dificuldade e o dano dos inimigos. Além disso o jogo conta com um modo de jogo professional que dobra a dificuldade e o dano dos inimigos e que pode ser usado SIMULTANEMENTE ao amiibo do Ganondorf para o desafio supremo de um jogo 4X mais díficil com inimigos causando 4X mais dano.

Então o jogo é ruim? De forma alguma! É um bom jogo, e considerando o número de lançamentos que o Wii U terá em 2016 é quase que uma compra certa. Mas Wind Waker Hd ainda é jogo muito melhor do que Twilight Princess HD, que, ainda mais nessa versão HD e com controles de Cube, parece demais querer ser Ocarina of Time mas fica devendo um certo charme, um certo glamour. Twilight Princess HD está para Ocarina of Time 3D assim como “O iluminado” da série de TV está para o filme com Jackie Nicholson – o primeiro tem mais história e efeitos especiais melhores… mas o segundo… o segundo é um clássico.

Bom divertimento.

twilight-princess-hd

Anúncios

Sobre Marcel Bonatelli

Historiador de games e jogador inveterado eu respondo todas as suas dúvidas sobre games e o mercado de games no site minicastle.org ou no email marcelbonatelli@minicastle.org

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s