Nintendo teve um prejuízo de 530 milhões de dólares mas um lucro de 245 milhões? Como assim? Antes de você pularem da ponte eu explico…

Existem dois graves problemas na imprensa como um todo. Primeiro problema é que jornalistas, muitas vezes não conseguem (por falta de tempo, dinheiro ou interesse) entender o que realmente estão escrevendo, no sentido de conscientizar-se e contextualizar a notícia que estão passando. Segundo é que má notícia vende (Pullitzer, o cara que nomeou o prêmio de melhores artigos jornalísticos nos EUA, dizia “Sexo, Violência e política vendem jornais.” – talvez um adágio ainda melhor seja “Todo mundo gosta de ver os outros sofrerem!”) e então é mais fácil estocar uma notícia negativa enorme com um nome familiar e esperar as verdinhas entrarem.

Foi isso que foi feito por diversos jornais internacionais, sites de videogame e alguns jornais nacionais de qualidade questionável (um deles muito famoso por sinal e voltada para a área técnica de economia e finanças). Eles colocaram em suas capas que a Nintendo teve um prejuízo de 530 milhões de dólares e pegaram especialistas em mercado de computadores para falar sobre o futuro da empresa, com previsões negras chegando por todos os lados, sem nem sequer cogitarem conversar com um especialista em mercado de games.

Então vamos explicar devagarzinho e contextualizar. E para conseguirmos fazer isso eu terei que explicar dois conceitos bem fáceis de macro-finanças: Net income e expected income. Expected income, ou receita esperada, é a receita que é repassada/fixada aos investidores como esperada naquele ano. É com base nela que as pessoas compram e vendem ações no mercado presente e mercado futuro, assim como investem (ou retiram seu dinheiro) de determinado mercado.  Como essa expectativa é gerada? Com base em estatísticas, pesquisas de opinião e relatórios de crescimento. Ela é documentada como se fosse a receita real da empresa e é com base em atingi-la e ultrapassá-la que todas as estratégias corporativas são feitas – ELA NÃO REFLETE OS CUSTOS DE MANUTENÇÃO DA EMPRESA OU SUA SAÚDE FINANCEIRA! Então, quando você ouve nos jornais que determinada empresa teve um lucro recorde de tantos milhões, e em cima dessa receita esperada aqui, não do que a empresa realmente vendeu. Net income, por outro lado, tem o lírico nome de receita real em português e significa exatamente isso. É o quanto uma empresa lucrou de forma líquida, depois de todos os seus custos operacionais fixos (eletricidade, impostos, salários, acionistas, etc…) e variáveis (bônus, acidentes de trabalho, perdas de produtos, lotes com defeitos, sua rede de internet ficar sem funcionar por um mês – né PSN, etc…) terem sido descontados. Em outras palavras é quanto tutu a empresa fez depois de retirado tudo que ela gastou naquele ano. Para uma empresa estar solvente esse valor, o net income, tem que ser maior que os custos que ela tem. Se não for ela está gastando mais do que ganha e vai acabar indo a falência se não mudar sua estratégia. Ou seja, o net income reflete o valor real que a empresa fez de lucro no ano!

Então tudo certo? Fresquinho na cabeça? Ok!

A Nintendo esperava vender no ano fiscal de 2011 (que começa em março de 2011 e acaba em março de 2012) 14 milhões de 3DSs, 10 milhões de Wiis e 5,5 milhões de DSs. Ela vendeu 13,51 milhões de 3DSs, 9,84 milhões de Wiis e 5,1 milhões de DSs. Some isso a algumas vendas de software que foram abaixo do esperado e o expected income do ano foi 530 milhões de dólares abaixo do anunciado aos acionistas. Ou seja, para todo mundo que colocou dinheiro na Nintendo e esperava que ela desse o lucro colocado em prospecto em março de 2011 ela deu um prejuízo de quase meio bilhão de dólares. Isso não significa que ela perdeu 530 milhões ou que ela não está solvente. Significa simplesmente que a expectativa de lucro repassada aos investidores não foi cumprida. Agora é o momento em que você pergunta que diferença isso faz para o jogador médio. Nenhuma, né?! Ao contrário. Se os investidores acharem que o mercado de videogame não está dando dinheiro irão levar suas verdinhas para outros mercados o que leva a falência de empresas menores, cancelamento de jogos em produção e menos dinheiro para experimentar coisas novas ou para produzir super títulos, como Mass Effect 3 ou Skyward Sword, que ficarão mais raros e mais espaçados.

Mas qual a condição real da Nintendo hoje? Ela teve um net income, ou seja um lucro líquido real de 245 milhões de dólares. Ou seja… a Nintendo vai MUITO BEM OBRIGADO o 3DS está dominando o mercado de portáteis em 3,2 para cada Vita e o DS continua vendendo. O Wii ainda vende mais por ano do que os outros dois concorrentes e o acumulado é o maior da história dos consoles de mesa… mais do que o NES. Se você olhar os números a Nintendo chegou relativamente perto deles, mas ou eles foram mal calculados ou o mercado realmente não suportava aquele crescimento naquele determinado tempo. Isso ocorre com todas as empresas pelos mais diversos fatores. Já pegou a Epson, a Apple e, pasmem, o Banco do Brasil. Só que a Nintendo, por ser internacionalmente conhecida, acabou com a notícia saindo da esfera da macro economia e chegando ao mundo dos leigos, onde foi muito mal interpretada, por ter sido informada sem contextualização ou cuidado.

É isso aí pessoal. Como eu sempre digo… informação é coisa séria, tem que checar. E o Mini vai sempre atrás disso para vocês!

Anúncios

A todas as fãs de roxo na terra!!! Esse 3DS é para vocês!!!

Se eu não tivesse comprado meu 3DS 90 dias antes do lançamento mundial eu teria provavelmente comprado o 3DS especial do Zelda Ocarina of Time. Mas se eu não tivesse feito isso por uma proibição feminina (sou casado) ela cairia por terra agora. Minha mulher é louca por roxo/púrpura e essa posição não é nem exclusivamente feminina nem rara. A Nintendo percebeu isso!

Agora ela lança mundialmente a cor Midnight Purple do 3DS, pelo preço padrão do produto de US$ 169,99. Ele virá em duas edições inicialmente, uma só o aparelho e outra com o aparelho e Mario Tennis.

Mais novidades sobre Halo 4 e uma breve análise

Várias imagens novas foram liberadas pela 343 industries, mostrando um pouco mais de Halo 4 single e multiplayer, vamos ao que a equipe do Mini acha delas…

Nessa foto é possível ver o novo HUD do Chief (que já sabemos foi modificado pela Cortana durante o sono criogênico) – é interessante ver o efeito que a 343 colocou na tela para percebermos a superfície do elmo (eles já confirmaram que o elmo se suja e embaça). Podem ver que a barra de energia sumiu mesmo, voltando ao estilo de energia/saúde da época do Halo 2/3. Essa imagem parece se passar no corredor de criogenia da Foward Unto Dawn (a nave que o Chief parte no final do Halo 3).

E falando em mudanças olha a dona Cortana aí gente. Ela está em um tom mais roxo e bem menos translúcida com várias mudanças gráficas. O tubo de criogenia que ela está olhando parece ter sido usado – talvez o tubo onde o Chief estava?

Elites e Grunts são os únicos Covenants confirmados até agora. Todo mundo que vê essa imagem me diz que eles estão brigando, mas perceba que a espada de plasma está voltada para cima sem o Chief forçar o braço naquela situação. Acredito que essa imagem seja parte de alguma animação em que o Chief tem uma “negociação agressiva” com este ou vários Elites. É estranho que esse Elite use tão pouca armadura, com braços e rosto exposto – seria um dissidente da paz entre Covenant e humanos? No fórum da Bungie o pessoal está discutindo essa imagem como sendo um membro do império Sangheili, uma parte dos Sangheili que se separou do Covenant no pós guerra e que deseja matar o árbitro (por ter se tornado um infiel) e que acreditam que o Master Chief é um demônio… mas só vamos ter confirmação disso no pós lançamento.

Linda imagem da armadura nova do Chief. Será que a Cortana ainda consegue se conectar com a armadura? E, nessa imagem especifica, o braço dele parece estar ficando ainda mais escuro que o corpo – sinal da queda no Rampage?

A todos os preocupados… olha o novo DMR. Ele volta para o modelo do Halo 2. Pequenos bursts de 3 tiros. A mira é completamente fixada na arma. Mas prestem atenção no HUD. Essa imagem é do multiplayer. Percebam no canto superior direito os 4 tipos de granadas (embora só temos confirmação da granada humana, os símbolos são os mesmos do Halo 3 ODST – com frag, plasma, Spike e incendiária). Em cima do Minimapa é onde ficará o poder atual da armadura (lembrando que todo mundo poderá correr agora)  mas não sabemos o que significa aquele símbolo (embora, para mim, lembre muito o overshield de Halo Ce e Halo 2).

Eis a UNSC Infinity onde toda a ação multiplayer acontece. É uma nave capitânia criada pela ONI com toda a tecnologia forerunner que eles acharam durante a guerra.  Como dá para ver pela imagem ela é cercada de outras corvetas de combate da UNSC e todos os Spartans IV estão a bordo. É engraçado pensar que o formato da nave sugere uma mistura de tecnologia humana e Covenant. Pegue uma imagem da Pillar of Autumn e de uma corveta Covenant e dê uma olhada.

Ah há – peguei no pulo. Embora a 343 ainda não tenha confirmado nenhuma outra granada além da humana (frag) isso é claramente a explosão de uma granada de plasma Covenant na foto da esquerda. Essas são as armaduras dos Spartans IV mas elas ainda não tem nome (não foi confirmado se são Mjolnirs ou SPI).  Na foto da direita tem um Spartan IV de vermelho no fundo como um M6G (a pistola) e… será que alguém pode confirmar para mim… aquele Spartan IV azul no fundo… está realmente dançando break? Ou isso foi um tiro de Calibre 12 no queixo?

I believe I can fly!!! Um Grunt e um Elite voando pelo ar, com uma carabina de longa distância Covenant na mão do elite e uma mochila de respiração muito diferente no nosso Grunt aqui. Será que esses caras são piratas que acharam que a Foward Unto Dawn a deriva era loot e deram de cara com o Chief?

Arte conceitual liberada de um M12 FAV unidade de infantaria da UNSC, popularmente chamado Warthog, no interior de estrutura Forerunner que será encontrada no jogo. Aparentemente é um dos planetas escudos dos Forerunners, enormes planetas ocos artificiais utilizados para proteger as raças durante a ativação dos halos.

Nave forerruner no interior da Infinity.

Banshees voando para o interior da Forward Unto Dawn a esquerda; se você prestar bastante atenção da para ver que ela está entrando na imensa instalação que lembra realmente um planeta escudo ou uma esfera de Dyson.  Além disso uma imagem da Forward Unto Dawn depois do ataque a direita.

A câmera criogênica da Foward Unto Dawn só que cheia de alguma forma de vida flutuando. Se você baixar a foto e der um Zoom na parte de trás dos tubos de criogenia dá para ver alguns tentáculos. Seria uma forma modificada do Flood? Ou esporos vivos que saíram do controle?

E aí? Concordam? Discordam? Coloquem suas opiniões aí embaixo!

EU NÃO ACREDITO E NEM VOCÊ – A NINTENDO SE RENDE A DISTRIBUIÇÃO DIGITAL!!!

Por alguma razão eu acho que esse vai ser o Post mais importante que eu vou fazer em 2012. Ontem, Satoru Iwata, presidente da Nintendo do Japão confirmou, em seu Iwata Speaks, com os investidores, no fechamento do ano fiscal da Nintendo, que o Wii U terá, a partir do primeiro dia, jogos em lançamento simultâneo em lojas e na Nintendo E-shop, com distribuição digital. Ou seja, todos os jogos feitos pela Nintendo para o Wii U assim como de qualquer produtora que o desejar, estarão disponibilizados A UM CUSTO INFERIOR AO CUSTO DAS LOJAS para download direto no seu console.

Na prática isso quer dizer que a Nintendo e outras produtoras poderão retirar o lojista do meio do processo, fazendo com que os jogos cheguem mais barato as suas mãos. Também, infelizmente, significa que pode haver uma queda considerável no movimento das lojas de games e acessórios, visto que a versão física dos jogos será mais cara.

Para uma empresa japonesa esse é um dos movimentos mais ousados já feitos nos últimos tempos ainda mais considerando que nem mesmo um ano atrás Eiji Aonuma, o diretor responsável pelos últimos 3 Zeldas, disse em entrevista que “A Nintendo tem uma relação muito sólida com a comunidade de distribuição e a rede de vendas. Seria uma traição abandonar agora quem auxiliou nossa empresa durante quase 30 anos…” sobre a distribuição digital. Ops… alguém vai ter que se redimir!

De qualquer forma o gênio aparentemente saiu da garrafa. O 3DS, no entanto, continua com DLCs e jogos mais simples para download enquanto os jogos completos tem que ser comprados em lojas. Será que o japonês médio aceita essa mudança? Seria esse o fim das filas quilométricas nos lançamentos de jogos? Só o tempo dirá…

Por alguma razão, não sei explicar qual, essa notícia me faz um pouco triste. E aí… o que acham… isso é bom ou ruim para o mercado?