Jogando – Goldeneye 007

Em 1997 o Nintendo 64 ganhou um dos melhores jogos de primeira pessoa do mundo. Goldeneye era uma reimaginação do filme lançado dois anos antes, e o primeiro com Pierce Brosnam, e trazia um dos single players mais completos e instigantes da história somado a um multiplayer cavalarmente bem executado e finamente equilibrado – a menos que você fosse um dos covardes sem culhões que jogava usando o Odd Job… nesse caso você, e sua genitora, não prestam.

Agora, mais de 13 anos depois, a Activision “recicla” o clássico game da Rare com exclusividade para o Wii. Uma reimaginação da reimaginação! Colocando Daniel Craig, o novo e muito muito mais legal Bond, no lugar de Brosnam e refazendo a história completamente para torná-la mais atual, o game traz os mesmos desafios de outrora mas com toda a modernidade que os jogos de primeira pessoa ganharam nos últimos anos. O resultado final?

O melhor FPS do Wii! Sem brincadeira!

Goldeneye 007 não é uma sequência feitas as pressas apenas para ganhar um troco fácil em cima da lenda da época do Nintendo 64. É um jogo feito desde o ínicio levando em consideração as capacidades e limitações do Wii e trazendo uma engine que faz miséria com representação de cenários enormes, com efeitos meteriológicos realistas (Sua arma vai ficando coberta de flocos de neves se você ficar parado por mais do que alguns instantes, nevascas diminuem sua capacidade de visão, vapor atrapalha e difunde a iluminação de ambientes internos). Graficamente o jogo é excelente, com sincronia labial bem trabalhado, animação excelente, efeitos de iluminação e de física geniais e cenários destrutíveis. E ainda mais legal se proteger em uma barricada de concreto que vai aos poucos se desfazendo e mostrando a estrutura de aço por baixo dela… ou matar vários inimigos atirando em enormes barris de combustível que arrancam e arremessam pedaços enormes de cenário por toda a parte.  Os estágios ficam ainda mais interessantes quando você jogou a versão do 64 anos atrás e vê como os gráficos avançaram e como o design de estágios era fantástico na época e se tornou ainda melhor com o tempo. Além do que Craig tem mais Bond no dedinho mindinho dele do que Brosnam tem em todo o corpanzil fora de forma dele.

O som é outra estrela do game. Desde a abertura refeita em gráficos poligonais do filme, com direito a música da musa Tina Turner, as refeitas músicas dos estágios e as constantes entradas da música tema de Bond, a parte sonora de Goldeneye é soberba. As vozes são bem realizadas, com o retorno de Judi Dench como a chefona de Bond, M, Izaabella Scorupco, como Natalya Simonova e Famke Janssen, como a deliciosa e mortal Zenia Onatopp (“Onatopp? Onatopp. Onatopp?! Always!!!” – se você não se lembra desse diálogo compre o filme agora… é a diferença no cinema entre ser sexy e ser vulgar) e os inimigos grunhem, gritam e se desesperam de forma muito realista. Som em 5.1 ajuda muito mesmo, mas mesmo um Home Theather com Dolby vai transformar esse game em um espetáculo.

O controle é sem igual, golpeie com o Nunchuck e atire com o Wiimote. Simples e direto. Se você golpeiar uma pessoa pelas costas (ou em algumas situações específicas, como se ela estiver pendurada na porta de um caminhão) você verá uma pequena animação, que tem centenas de variações, que mostram Bond liquidando de forma sorrateira e definitiva, aquela pessoa (ou chutando a porta do caminhão com força e fazendo a pessoa atingir a parede de um tunel e cair de costas no chão). As armas tem pesos e tempos de reação diferentes e o controle é simples e funcional com todas elas. A jogabilidade não deixa a peteca cair e mostra que a Activision realmente quis usar todo o apredenzido da série Call of Duty no novo game do 007 – as fases são longas sem serem chatas e ação é funcional e direta, sem ser imbecil e sem cansar. O jogo não é muito longo, no entanto, contanto com umas 6 a 8 horas na campanha normal do single player. Mais se você quiser terminar na dificuldade 007. E muito mais se quiser usar o novíssimo modo 007 classic. O que é o modo 007 classic? Lembram-se como era o mundo antes de energia que recarrega sozinha e pistola de munição infinita? Então… é isso. Você tem que coletar vestes para recarregar o life o tempo todo, quatro ou cinco tiros e você está morto, uma só explosão por perto (o míssel ou granada nem precisa te acertar) e você já era e quando a munição acaba você tem que se virar com as mãos. Awesome!!!!

Mas é no multiplayer que Goldeneye 64 explodia o barraco e todo mundo estava esperando para saber se a reimaginação iá  conseguir entregar os pontos necessários neste departamento. E entregou. Você pode jogar com até 4 pessoas em tela dividida no aconchego do seu lar, mas pode ir para até 8 jogadores online, seja em um deathmatch ou em uma competição de dois times de quatro gamers. Há os modos clássicos de jogo, como Deathmatch, modos cooperativos como capture de flag (pegue a bandeira do inimigos) e black box (mate quem está carregando a caixa e leve-a para o seu lado da arena, com sua equipe te protegendo) e novíssimo Legends, que faz com que, cada vez que você ressucite, após uma morte, você volte como um personagem diferente da galeria de heroís e vilões do Bond, como Odd Job, Ouromov, etc…

Embora não seja perfeito, algumas cenas com muitos objetos tem uma queda de frame rate considerável, o uso do tanque podia ter sido melhor explorado, entre outras coisas; Goldeneye 007 é, sem dúvida nenhuma o melhor FPS do Wii. Se a palavra do Mini vale alguma coisa corra agora mesmo até uma loja e consiga uma cópia para você – o final desse ano está ótimo para os donos do Wii.

Agora dá licença que eu tenho um multiplayer para jogar.

Anúncios

Sobre Marcel Bonatelli

Historiador de games e jogador inveterado eu respondo todas as suas dúvidas sobre games e o mercado de games no site minicastle.org ou no email marcelbonatelli@minicastle.org

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s