Minicastle 7 anos – Castle of Illusion – Estrelando Mickey Mouse

castle_of_illusion_sms_cove

1990 foi um ano bem interessante para nós brasileiros e também para o mundo todo. Além da Organização das Nações Unidas declararem o ano 1990 como o ano internacional de alfabetização, outras coisas muito marcantes aconteceram. Fernando Collor de Mello (que mais tarde teria sido o primeiro presidente da república com o impeachment decretado) assume a presidência da república, O Kuwait foi anexado ao Iraque como província, as Alemanhas são finalmente reunificadas como uma só nação e para a maior alegria de nós, gamers, sai um tal videogame chamado Super Famicom no Japão. No cinema, alguns filmes interessantes tais como: O Massacre da Serra Elétrica 3, Rocky V e De Volta Para o Futuro III deram as caras na telona, mas como diria o nosso amigo Pelé, nada disso é importante. O que aconteceu mesmo de importante em 1990 foi a participação do mais famoso camundongo do mundo em um jogo do Master System. Surge então Castle Of Illusion (Castle Of Illusion, Estrelando Mickey Mouse [no Brasil] e I Love Mickey Mouse: Great Mysterious Castle Adventure (アイラブミッキーマウス ふしぎのお城大冒険 Ai Rabu Mikkī Mausu: Fushigi no Shiro Daibōken [no Japão]).

Tá certo, tudo bem, eu não tinha 7 anos em 1990, quando o jogo foi criado, mas eu tinha 8 anos. Ou seja, a diferença não é muito lá significativa. Eu sei que a ideia era escrever o que se estava jogando 7 anos, como é o aniversário de 7 anos do Minicastle (parabéns pra você! …) mas o jogo merece muito essa minha lembrança / revisão. Espero que vocês gostem de ler e se possível, vão jogar ou re-jogar esse clássico que fez muitas crianças felizes no mundo todo, no começo da década de 90.

sms_castle_ss_01

Era uma vez um rato… Bem vindo a Vera City, onde a vida é cheia de alegria e todos vivem em paz. Que dizer, todos menos uma. Uma que é sim invejosa da beleza e do carisma de Minnie, a bruxa Mizrabel… … que um dia, veio com sua vassoura e sequestrou a Minnie. Mickey foi pego de surpresa. Naquele momento, ele fez a única coisa que pôde: perseguiu a bruxa Mizrabel até chegar ao… Castelo das Ilusões.

sms_castle_ss_02

A história é simples para os padrões de hoje, mas naquela altura, salvo algumas exceções, os jogos de 8 bits eram assim mesmo, com uma história simplória (nada na altura de Final Fantasy Tacticts ou jogos do gênero). Simples assim, o bom moço (ou bom camundongo) vai de encontro a um castelo em busca do resgate da jovem princesa em apuros (hmmm… tenho a sensação de já ter visto alguma coisa assim, aqui mesmo no Minicastle… =D ). Mas enfim, vamos ao que interessa: Castle Of Illusion é um jogo de plataforma onde o herói, Mickey, tem que enfrentar vários inimigos e obstáculos para poder chegar ao seu objetivo final, que é resgatar Minnie das mãos da terrível bruxa Mizrabel.

Para fazer isso, Mickey tem que enfrentar os 5 mestres da ilusão (5 chefões, um em cada fase) e derrotá-los a fim de obter 7 gemas do arco-íris e enfim chegar ao forte onde Mizrabel mantém Minnie aprisionada.

O jogo possui 2 modos: O modo “Practice”, que é um modo simplificado, onde você apenas passa por amostras das 3 primeiras fases do jogo, sem ter que enfrentar os chefes de cada uma delas. O modo “Normal”, que é o modo completo do jogo com todos os desafios e recompensas que lhe foi prometido até então. Tá… Lembram do final de Shinobi? Tudo bem, é um final para ser esquecido de vossa memória, gamer inveterado que sofreste tanto para nenhuma recompensa! Bem, aqui está sua redenção: Jogue o modo Practice de Castle Of Illusion e deleite-se com vossa amada de volta em seus braços. No modo “Practice” (Treino) Mickey tem que obter 3 gemas do arco-íris para poder resgatar Minnie Mouse das garras da terrível bruxa Mizrabel.

mickey_practice

Tudo bem, vamos lá! Eu sei que vocês são gamers hardcore como eu e que não se contentariam com esse finalzinho meia boca certo? Então mãos à obra, para o modo normal de jogo.

mickey_7_gems

Já começou a ficar mais complicado o negócio. Ao invés de 3 gemas do arco-íris, agora temos que coletar 7 gemas derrotando 5 mestres da ilusão. Pois é, agora o negócio é mais embaixo. Mickey terá pela frente 3 fases iniciais e 2 avançadas, onde nas avançadas, além de pegar a gema do chefe da fase, terá que encontrar um gema extra escondida dentro da fase.

Eu não disse que o caminho seria fácil né? Pois é, e não será. Castle Of Illusion tem muitos elementos que fizeram a fama de dificuldade dos jogos 8 bits. Não, você não encontrará a dificuldade de Megaman 2 aqui mas também não terá vida fácil como no jogo da Hannah Montana!

Para passar pelos seus obstáculos, Mickey possui um movimento de ataque que ao pular (botão 2) e pressionar o botão 1 no ar, ele arma sua retaguarda para literalmente dar uma “bundada” roedora em seus inimigos. Além disso, Mickey tem que pular por plataformas, evitar abismos e também atira objetos em seus inimigos. Para atirar um objeto, basta ir andando em direção ao objeto, Mickey vai adotar uma postura de como se fosse tentar levantar o objeto em questão (barris, pedras, frutas entre outras coisas), feito isso, basta apertar o botão 1 novamente para Mickey levantar e carregar o objeto com ele. Agora, vá em direção ao alvo, capriche na pontaria e arremesse o objeto.

mickey_throw
As três primeiras fases são representadas por três portas no andar térreo do castelo.

A primeira fase é a floresta (não tão) encantada. Nela você terá que passar por árvores ambulantes, insetos voadores e rastejantes, plantas que cospem veneno entre outras bizarrices da natureza.

A segunda fase é uma fábrica de brinquedos onde Mickey tem que enfrentar aviõezinhos de controle remoto, palhacinhos malabaristas entre outros brinquedos “diferentes” que vão tentar atrapalhar o percurso de nosso herói.

mickey_brinquedos

A terceira fase é o mundo dos doces. Yuuuummii… Muito apetitosa e igualmente perigosa!

mickey_chocolate

Depois temos a fase da biblioteca, onde pode-se nadar em uma xícara de chá e enfrentar muitos inimigos de uma biblioteca convencional.

biblioteca

A última fase é a torre do relógio, onde nosso herói tem que vencer engrenagens e coisas do gênero.

relogio

E finalmente as gemas do arco-íris liberam o acesso ao calabouço final.

arco

Na última fase, o castelo, Mickey terá que enfrentar insetos, cavaleiros armadurados, fantasmas e até puzzles onde a dificuldade é escolher entre três portas e acertar a verdadeira para ir adiante.castelo

Até  um terrível dragão Mickey terá que derrotar (sub-chefe logo antes da batalha final contra Mizrabel).

dragon

Depois de todo esse trabalho, basta curtir uma vida feliz de volta a Vera City nos braços de sua amada!

vitoria

O jogo traz alguns elementos bem bacanas no que diz respeito à segredos tais como: passagens secretas e baús dourados escondidos [detalhe: é possível encontra moedas, vidas extras e itens de recuperação de HP, tipo pedaços de bolo, dentro dos baús] durante o percurso que Mickey traçará ao longo das seis fases do jogo (três fases com uma gema, duas fases com duas gemas e o calabouço final do castelo de Mizrabel).

Do ponto de vista de uma criança de oito anos, eu me lembro ter ficado impressionado com a animação do jogo. Detalhes que hoje passariam despercebidos como a exibição da animação de Mickey se desequilibrando ao pisar na borda de um objeto ou plataforma, a cauda balançando para cima e para baixo durante o ato de agaichar, Mickey olhando de um lado para o outro (como se fosse atravessar uma avenida) ao subir uma escada, deixaram o pequeno Junião realmente impressionado!

bye_bye

Fora todos os detalhes, o jogo é extremamente divertido e super recomendado por mim para todas as idades! Castle Of Illusion para Sega Master System, com seus dois glamurosos megabits, ainda toma em vários momentos da vida, a atenção do Junião, mesmo ainda depois de 23 anos de seu lançamento.

Para mais informações / referências bibliográficas:

http://pt.wikipedia.org/wiki/1990

http://pt.wikipedia.org/wiki/Castle_of_Illusion_Starring_Mickey_Mouse

http://www.smspower.org/Games/CastleOfIllusion-SMS

Escrito por Ademar “Junião” Secco Junior. Junião é o principal editor, mantenedor e organizador do site http://www.streetfighter.com.br, mestre das artes dos games de luta e aventura, colecionador de videogames e fecundo amante do Master System e do Saturn. Nas (poucas) horas vagas que não está limpando as ruas da escória com as próprias mãos ou lutando contra ninjas espanhóis saltitantes que pulam de cercas, o senhor Junião gosta de jogar FF XI, namorar e manter-se longe de animais domésticos.

Jogando: Epic Mickey 2: Power of Illusion

Algumas semanas atrás eu falei sobre como mais ninguém lembrava de um jogo que havia marcado minha infância: Mickey Mouse´s Castle of Illusion para o Mega Drive/Genesis. Foram mais de 20 anos até o jogo ter uma continuação mas ela foi muito muito muito boa!

Epic Mickey 2: Power of Illusion (que eu vou passar a chamar de EM2 – porque escrever Epic Mickey 2: Power of Illusion toda hora dá no saco) é um side scroller onde você salta sobre os inimigos, desenha coisas que caem sobre os inimigos, abrem ou fecham caminhos e luta contra chefões – tudo isso dentro do castelo de ilusões da vilã Mirzabel, que depois de passar décadas esquecida, resolve “colher” centenas de personagens Disney a fim de roubar a “energia de coração” deles, que é o que os mantém conectado a nós humanos, a fim de retornar para as lembranças das pessoas. É sério, isso é o jogo inteiro. As 4 horas dele.

Sim… é um jogo atual de 4 horas de duração. Dá para terminar em uma sentada! Foi o que eu fiz! E sabe o que eu fiz logo em seguida? Joguei de novo! E de novo! E estou na 4 rodada! Por que?

Porque esse jogo é exatamente o que a magia da Disney pode fazer em formato digital! É lindo, cheio de personagens que lhe dão sub-missões grotescamente simples mas divertidíssimas e faz um uso soberbo do controle e das capacidades únicas do 3DS. E tudo isso com gráficos compostos por pixels, com cenários e personagens desenhados com tanto cuidado e carinho que parecem uma obra de arte! É simples demais, mas ao mesmo tempo evoca uma época diferente no ato de jogar videogame – uma época onde você tinha uma princesa/namorada/cachorro/peixinho dourado e ondas de inimigos entre você e o malvado/bruxa/alien/vampiro que o sequestrou. E nada vai parar você! E Mickey faz isso tudo sem parar de, na falta de uma palavra melhor “rebolar”, pelo jogo todo!

Como eu disse anteriormente o jogo é lindo, muito bonito mesmo. Contém pouco uso de polígonos e você vai poder jogar seu game tranquilo sem aumentar aquela chave 3D no seu 3DS – o jogo foi concebido para fazer uso do 3D mais para dar a sensação de profundidade do que efetivamente para modificar a jogabilidade. A habilidade de desenhar objetos a partir de silhuetas informadas na tela sensível ao toque é um charme e os gráficos tem um toque Disney que torna eles incríveis. A jogabilidade é simples, mate todos os inimigos resgate os personagens Disney, mas o controle é feito com tanta competência que você se pergunta porque side scrollers como esse não são mais comuns. Um toque no botão de pulo e você pula, outro toque e você dá uma bundada no inimigo! Simples e eficaz!

E se os gráficos são bonitos o som é maravilhoso! As melodias já conhecidas do primeiro Castle of Illusion retornam com força total e com uma reinvenção total! É simplesmente perfeito! Mas não confie em mim… ouça um pouco:

O jogo é curto? É sim senhor! É muito muito curto para um jogo que custa R$ 120,00? Com a mais absoluta certeza! Mas é bom além do que seria possível esperar de um jogo neste estilo e me levou de volta as minha mais ternas raízes nos 16 bits. Recomendo muito a todos os jogadores com mais de 20 anos de controle – Jogão!

Disney leva você de volta para a Ilusão! A continuação de Castle of Illusion vem aí!

Como parte do pacotão Epic Mickey 2 a Disney/??? está trazendo Epic Mickey: Power of Illusion para o 3DS. O game promete ser uma continuação espiritual do clássico game de 16 bits Mickey Mouse Castle of Illusion, com direito a uma linda paleta aquarelada, os mesmos sons quando os inimigos são mortos ou quando Mickey é atingido e uma história ligada a malvada Mirzabel, a bruxa que queria roubar a beleza de Minnie no primeiro game.

Mas qual não foi a minha surpresa ao ir a duas lojas de games no centro de Campinas, duas lojas grandes, famosas e bem equipadas de games, e perguntar se eles já tinham pré venda da continuação de Castle of Illusion apenas para receber uma cara de lhama com ponto de interrogação! “Castelo do quê?”, “Vai ter um jogo novo do Mickey no 360. É esse!” e “Como assim continuação espiritual?” foram várias das frases que me foram devolvidas entre olhares de indignação e dúvida – Seus sacripantas! Respeitem seus ancestrais! E já que a nova geração, aparentemente, não conhece o clássico – o Mini vai lembrar todos vocês!

Castle of Illusion é um side scroller com o típico posicionamento de câmera lateral em que o personagem anda da esquerda para a direita, com a capacidade de voltar para trás e tentar novos caminhos. Os inimigos são dispostos pelo caminho com rotinas de movimentação sem variações nem surpresas: se um inimigo atacar pulando e mordendo, todas as suas cópias farão exatamente o mesmo movimento, no mesmo tempo, com o mesmo dano.

Os cenários eram lindos na época, e continuam encantadores mais de 20 anos depois! O mesmo pode ser dito da animação – soberba sobre todos os aspectos (levando em conta as limitações de Hardware): Mickey “rebola”, coça a cabeça e tem expressões extremamente comunicativas. Os inimigos tem sorrisos ou “olhinhos” e tudo que quer te destruir parece fofinho e inofensivo. Mesmo quando Mickey morre tudo que acontece com ele é que ele “caí” para fora da tela… acompanhado de uma musiquinha que essencialmente diz: “Vamos lá… você quase conseguiu!”.

Aliás… falando em música, as de Castle of Illusion são sensacionais! Considerando a fraca placa de som do Mega Drive/Genesis (em comparação coma fantástica SCPH 7000 do SNES) a Disney fez miséria com as músicas deste game. Algumas das melhores melodias do 16 bits da SEGA estão nesse jogo… e eu garanto para você que depois de uns 10 minutos jogando você vai estar cantarolando elas ^_^!!!

O jogo tem cinco “portas” que são os diferentes estágios, que tem dezenas de subestágios, todos temáticos (embora eu nunca entendi porque o mundo dos doces fica dentro da biblioteca!): doces, livros, floresta, torre do relógio e por aí vai! Quando você termina os 5 estágios vai para a luta final contra a terrível Mirzabel… que era bonitona…

No mais era um super jogo, 20 anos atrás. Ainda é bem divertido se você conseguir um Mega Drive e rodar o jogo (ele não está no virtual console), mas não use em emuladores: sem o controle do Mega nem a placa correta de som o jogo perde grande parte da magia. Bom divertimento!