Minicastle – Um lugar para gamers

Aproveitando que a princesa está sempre em outro castelo!

O minicastle comemora 5 anos com os 10 jogos sexuais mais embaraçosos de todos os tempos!!!

Publicado por Marcel Bonatelli em julho 20, 2011

Assim como China e trabalho escravo, Sony e coisa mal projetada, órfãos e dança de salão… eeehhh… videogame e sexo nasceram para ficar juntos. Afinal gorilas que jogam barris e nudez têm tudo a ver. Inclusive, historiadores, recentemente encontraram imagens que mostram que os antigos egípcios já misturavam pornografia e R-Type 4.000 anos antes de cristo. No final de 2002, a EGM até tentou ir lá com sua lista de “The 9 Naughtiest Games of All Time” – só que diferente deles eu vou além… muito além. Minha lista comemora os 5 anos do site no ar (sim, começamos em 2006)  com 10 jogos e uma falta total e absurda de conteção no processo de falar sobre eles, então PAIS PREOCUPADOS, PROFESSORES, RELIGIOSOS, FALSOS MORALISTAS E QUALQUER PESSOA QUE SE SINTA OFENDIDA PELO O QUE EU ESTOU ESCREVENDO AQUI, fodam-se!!! Eu não ligo. Eu não vou dançar em volta do assunto, lançando pistas e dizendo frases como “você sabe o que” ou “as bondongas dela” – até porque qualquer um que fizer isso não vai estar lendo isso, vai estar com vaginite no cérebro preparando seu piquenique de final de ano com os ursinhos carinhosos. Haverá situações onde conteúdo adulto será repassado e descrito (na medida do possível enquanto digito usando meu imenso pênis) e eu espero não receber e-mails sobre o assunto “Eu sou ??? e eu fiquei ofendido” porque eles serão sumariamente ignorados.

Bem vindo ao Top Ten dos jogos de videogame mais sexualmente embaraçosos do mundo. Tirem a roupa e fiquem bem confortáveis… eu volto já.

10: Bubble Bath Babes
NES

Uma certa manhã um Game Designer tentava jogar Tetris em seu Game Boy, nu, pela manhã, ao lado de sua esposa adormecida. O designer olhou para suas próprias genitais, naquele estado que os homens se encontram pela manhã e pensou “E seu criasse um Tetris que, além de me permitir encaixar peças, me garantisse uma enorme ereção?” Foi aí que nasceu Bubble Bath Babes, que não tem metade do chame de Tetris mas  tem mulheres ficando progressivamente mais nuas enquanto você destrói incessantemente as fileiras de bloquinhos. E venhamos e convenhamos, se uma mulher nua pixelada, rodeada de flores e bolhas, soltando a frase”WAY TO GO HOT SHOT! CARE TO LATHER ME UP?” (algo como “É isso garanhão! Está a fim de me esquentar?”) não te deixarem teso de desejo por sexo e Tetris, ao mesmo tempo, você é um robô ou um robô gay!

Erotismo: 2/10
Enquanto os fundos de tela de Bubble Bath Babes são certamente mais masturbáveis do que os do Tetris original, ainda não é uma tarefa fácil. Quando uma imagem pixelada mal renderizada de uma mulher nua que tem um conhecimento básico do inglês, começa a te seduzir com piadas dúbias sobre sabão, orifícios e bolhas, é uma batalha morro acima. Não importa quão atraentes elas sejam, quando um grupo de estudantes japonesas topless obcecadas por sexo vierem na sua direção, e uma delas soltar um “POP MY BUBBLE NOW I BET I CAN MAKE YOURS BURST!” (algo como “Estoure a minha bolinha que eu aposto que faço você explodir!”) você vai estar mais preocupado em achar um arma branca do que em sexo.


Bubbling Bunny, você poderia achar mais fácil seduzir fãs de Tetris se  aceitasse higienizar essa sua fétida axila azulada. Todos nós agradecemos.

Desafio Sexual: 9/10
Cada vez que a mulher na tela vai ficando mais nua ela também vai ficando um pouco mais insana, logo é bem provável que você tivesse que colocá-la em uma camisa de força ao termino do processo. Não que alguém conseguiria algo de outra maneira mesmo, já que o nível de coordenação olho-mão necessário para finalmente deixar a desgraçada nua seria tão fantástico que, se você tentasse se masturbar usando-os, provavelmente acabaria com um derrame induzido por prazer e a porra de um corpo extremamente perturbador para seus entes queridos descobrirem.

9: Strip Fighter 2
Turbo Grafix 16

Se você consegue atingir o climax com uma mulher usando uma cobra como lingerie sendo pisoteada por uma adversária usando salto alto estileto, eu espero que você esteja trancado em um lugar com uma bela fechadura. Daquelas que exigem identificação por DNA. E que liberam gás Sarin e raios laser mortais se a identificação falhar.
Esse jogo é uma pornô chanchada de Street Fighter 2! Lutadoras se encaram em um torneio onde a vencedora recebe fotos da perdedora nua, mas estas nobres almas não lutam para voltar aos vivos, dominar uma dimensão, proteger a terra ou pela ânsia da vitória, não, essas moças estão unidas pelo desejo incontestável de provar suas técnicas de demonstração de roupas intimas juntas.. Como em outros games de luta elas vem de diferentes locais e diferentes culturas; você tem a lutadora de luta livre forte, a cantora de opera gorda (o que diabos uma tenora está fazendo em um game de luta?), a bailarina de lingerie, a garota de bikini e uma anormal desequilibrada vestindo uma cobra viva (Freud se vira no túmulo com a mensagem  implícita).

Erotismo: 3/10
Street Fighter 2 já tinha um monte de gente estranha com pequena quantidade de roupa, então esse não é um dos pontos fortes do jogo. E sim, eu acho que há algo de muito errado com uma indústria onde um grupo de mulheres estranhas, em lingeries exóticas, chutando a boca umas das outras é normal, mas foda-se; eu não sou um sociólogo. Tudo o que posso dizer é que esse jogo não vai fazer nada por sua libido até o momento onde você ganhar uma foto de uma das garotas nuas… infelizmente também é o momento onde o jogo vai ficar um pouco assustador. Quando a foto da garota em questão é mostrada e antes que a câmera de um mergulho profundo na direção do corpo estrategicamente pixelado dela, o artista responsável pelo trecho faz uma tentativa inútil e inepta de fazer uma imagem estática piscar, como se ela o estivesse seduzindo. E eu não sei se vocês já viram alguém conseguir piscar sem mexer o resto do rosto, mas parece menos com um flerte quente e sensual e mais com uma daquelas bonecas de criança que fecham os olhos, com um dos olhos quebrados… e tomada por satã!

Já que é difícil ficar acordado durante a luta toda, normalmente você só vai saber se ganhou se ver uma boneca semi nua piscando para você. E a menos que você tenha sido um prisioneiro dos Talibã pelos últimos 6 anos, isso não será suficiente para deixá-lo excitado. Ou para fazê-lo continuar jogando…

Desafio Sexual: 7/10
Você só ganha imagens de mulheres nuas se você vencer o game no nível mais alto de dificuldade e como cada lutadora só possui 3 golpes (e todos eles consistem em métodos cada vez mais exóticos de mostrar suas partes íntimas umas para as outras) é difícil surpreender a IA. Soma-se a isso o fato de que os controles de Strip Fighter 2 são tão ruins que normalmente você não sabe quem está controlando: “Eu esqueci eu sou a tenora gorda ou a a indiana com cabeça de pássaro? E como, em nome das bolas do meu saco, eu posso me masturbar para qualquer uma delas?”.

8: Burning Desire
Atari 2600

Como todos podem ver, há duas varas(?)… traços(??)… coisas(???)… partindo da virilha deste homem; e ambas são maiores que as pernas dele. Gráficos ruins ou estaremos jogando com o maior homem que já viveu?
Em Burning Desire você joga como um oficial nu do resgate aéreo indo ao salvamento de uma mulher capturada por canibais. A donzela encontra-se nua, com uma quantidade razoável de busto saltando ao vento, amarrada a um… poste(?)… espeto(??)… barra de pole dance (???) enquanto está sendo queimada até a morte. Para o seu ousado resgate você se pendura, ainda nu, de um helicóptero enquanto, gota a gota, você apaga as chamas com uma das duas… coisas(???) penduradas de sua pélvis. Eu não sou um fisiologista mas gosto de imaginar que o objeto que está apagando o fogo, atingindo a mulher e os selvagens seja uma mangueira d´água, e não um pênis monstruoso explodindo em ejaculação… mas… visto que este É um jogo adulto, eu tenho a ligeira impressão que devíamos todos estar enojados.

Erotismo: 1/10
Enquanto lentamente, gota a gota, você apaga as chamas que cozinham viva aquela louca desvairada, o helicóptero abaixa seu avatar até ela. Sua experiência de quase-comida não a tornou menos louca por pau, e ela agarra sua coisa(???) previamente não usada e não esguichante com a boca, segurando-a com os dentes enquanto você dá uma de táxi-aéreo do sexo e a retira dali. Então, se assim como eu, você estava tentando solucionar o mistério que os gráficos ruins do 2600 nos deram, seu personagem pode ser tanto um trabalhador de resgate carregando uma mangueira de incêndio enquanto iça uma mulher, pela boca, de um incêndio, usando seu titânico pênis, quanto um homem com o dobro do número normal de órgãos reprodutivos, que podem ser usados como agarradores ou extintores de incêndio.  Qualquer que seja a fantasia erótica que esse game deseja-se criar, só poderia ser entendido por fãs de hentai de tentáculos power hardcore.

“Senhora! A senhora está bem? Eu sou da cavalaria de resgate aéreo naturalista 17! Eu… agradeço senhora, mas estou apenas fazendo meu trabalho. Não há razão nenhuma para a senhora…. hum… senfar na vinha cara e chufar as minhas volas!”

Desafio Sexual: 2/10
Apagar as chamas leva alguns minutos, tempo que os selvagens gastam jogando pedras na estranha máquina mecânica que está roubando o almoço deles. Não que pedras fossem ter qualquer efeito em um helicóptero que está carregando um homem com um pênis capaz de apagar incêndios florestais (já tentou jogar uma pedra em um helicóptero em vôo? não é muito efetivo… nem sagaz… e se atingir o rotor pode ser devolvida em alta velocidade em você, nos seus ou em janelas particularmente caras). Infelizmente a única recompensa que você terá pelos minutos que gastou apagando o fogo e salvando a vida da moça é uma animação de dois frames, pisque-e-você-perdeu, de uma mulher que deve ter 2,65m e pesar 186 Kg fazendo um 69 com um homem de 1,62m e 54 Kg. E se removê-la içada pelo seu pau, de virar jantar de um grupo de canibais, não mostrou a quantidade de estupidez retida na mulherzinha, espere três segundos e veja a desgraçada de volta a situação inicial.

7: The Yakyuken Special
Sega Saturn

“Menininha! Escute com atenção! Corra do homem com a câmera… corra o mais rápido que puder!”. The Yakyuken Special é um jogo complicado, que só saiu para o Saturn, e só no Japão, o que fez do mundo um lugar bem melhor. Primeiro você seleciona uma entre várias garotas japonesas para jogar “Jokenpo” ou “Pedra-papel-tesoura”; quando você escolhe uma das garotas ela se apresenta, fala as próprias medidas e, a cada vez que você ganha uma “partida”, ela tira a uma peça de roupa. Infelizmente nem todas as moças escolhidas para o jogo são bonitas… aliás, sendo realista, uma delas parece vagamente com Set (sim, o Deus egípcio ) enquanto uma outra parece vagamente um gray (sim, um dos alienígenas de pele cinza e cabeça grande). Quando ela tira uma das partes da roupa ela dança para você, mas não como uma sexy stripper… não… ela dança como uma princesinha saltitante de 10 anos de idade, o que é legal quando é uma mocinha fofinha em roupa de jogadora de tennis, mas é errado em muitos níveis e bem mais difícil de engolir quando é uma mulher que lembra vagamente um asno, com uma calcinha bege-cocô. Embora, considerando que é um jogo japonês, nós devemos ficar felizes que os programadores mostraram controle o suficiente para não colocarem um monstro tentacular invadindo a sala, fazendo sexo brutal e deixando seus excrementos espalhados sobre as moças.

Erotismo: 8/10
A inocência nunca deixa o rosto das meninas dançantes – você vai jurar que elas não fazem a menor ideia do que é ser sexy. Todas parecem estar dançando em algum show de talentos de escola, daqueles que você leva a avó para assistir. Na prática isso significa que, não importa o quão nua elas fiquem, quem vai se sentir sujo é você – mas aqui está a pegadinha: ISSO NÃO TORNA ELAS MENOS GOSTOSAS (Menos a que parece um alienígena e as que parecem animais). Porque seja pulando e sorrindo inocentemente de calcinha, ou subindo e descendo uma barra de pole dance usando nada mais do que a vagina, se você for uma adolescente asiática, as pessoas vão provavelmente gostar!

Desafio Sexual: 9.5/10
Cada batalha dura até que alguém perca 5 vezes – aí é Game Over, ou você assistindo uma garota saltando e espalhando o espírito da amizade e do companheirismo enquanto seus seios balançam. O problema é que o jogo trapaceia… ah… como ele trapaceia! Estatisticamente, em um jogo de Pedra-Papel-Tesoura, você deveria ganhar em metade das vezes – aqui você terá sorte se ganhar 1 a cada 50.  Ou seja, se você gastar o tempo necessário para tirar a calcinha de uma única dessas meninas poderia ter, nesse mesmo tempo: contratado e transado com 40 profissionais do sexo, seduzido e transado com 15 parceiros ou desenvolvido uma relação profunda e verdadeira com aquela pessoa especial que vai gerar uma experiência renovadora para você (que, finalmente, incluirá sexo). Porque venhamos e convenhamos, eu vi freiras vítimas de queimaduras de 3° grau por todo o corpo que eram mais fáceis de deixar nuas do que as meninas deste jogo; é mais ou menos como comprar uma enorme quantidade de revistas pornográficas e só se deixar folhear uma delas se você tirar cara cinco vezes em seguida na moeda. Dito isso, você vai provavelmente pode perder por 10 ou mais horas nesse jogo e continuar com um sorriso babão no rosto.

6: Gigolo
Atari 2600

Você, uma veterana profissional do sexo, cuidadosamente decide em qual porta ao acaso você deve entrar, oferecendo seus serviços. “Olá a todos! Quem gostaria de enterrar seu rosto na minha deliciosa moto de neve!”
Nota: Para a realização de um teste rápido de auto censura todas as referências a órgãos sexuais e genitálias neste review serão substituídos por veículos e utensílios. Por exemplo, no lugar da palavra vagina eu posso utilizar cortador de grama. Eu entendo que minha escolha de código pode levar a muitos acidentes desconfortáveis envolvendo genitais, então recebam meus pedidos de desculpas de forma antecipada por qualquer confusão que possa levar seu pênis de encontro a superfícies incandescentes, motores em funcionamento ou lâminas rodopiantes.

Com seu cartucho de Atari Gigolo e uma quantidade imensa, enorme, avassaladora de imaginação você poderia viajar ao excitante mundo da prostituição. O objetivo do game é ir de porta em porta e transar com qualquer homem que encontrar – quando você encontra um “freguês” o jogo mostra uma rápida animação dele enfiando um desproporcional buggy de areia no caminhão dos bombeiros dela; pressionando para cima e para baixo no controle faz com que os “veículos colidam com força”. Cada uma dessas “bimbadas” rendem US$ 1,00.

Quando “John” tiver chegado lá, você vai saber: o cretino ingrato vai chutar sua moto de rally suja de volta para as ruas. E de volta a tentar achar um freguês  nas portas. O jogos só possui dois desafios: 1) Algumas portas tem pessoas que não desejam uma prostituta, e que vão jogá-la de volta na rua e chamar a polícia – quando a única maneira de escapar é rapidamente entrar em uma casa com um cliente aguardando e esperar os policiais irem embora enquanto você sobe e desce no helicóptero deles; 2) De vez em nunca aparece um estuprador (ou o que eu acho ser um estuprado, visto que é exatamente igual ao policial, mas em diferentes cores) que se relar em você faz você perder uma vida – exatamente igual ao policial só que o avatarzinho é mais rápido.


Como você pode ver o cliente gastou tanto dinheiro no sua PICKUP 4X4 que não conseguiu comprar uma cama.

Erotismo: 1/10
Assumindo que este não fosse um game de Atari 2600 e que os gráficos não parecessem com dois robôs feitos de caixa de sucrilhos tentando transar ainda assim não haveria nada de incrível em pular sobre homens desconhecidos e fazer sexo com eles no carpete.

Desafio Sexual: 3/10
Você tem três vidas, representadas por pequenos speedboats no canto superior esquerdo da tela, e você perde uma cada vez que a polícia ou o estuprador toca em você – perca todas e é Game Over. O que vai ocorrer bem rápido, diga-se de passagem, já que não há nenhuma maneira de saber quando alguém está interessado na sua Locomotiva até que você invada a casa delas e coloque sua Zambone para fora; na prática, se você não tiver sorte, vai terminar várias “partidas” de Gigolo sem ter tido a oportunidade de vender o seu foguete espacial nenhuma vez.  Não que você vai realmente se preocupar com perder, já que controlar a frequência em que o bobsled de alguém entra na sua empilhadeira, não é muito recompensador.

5: Cho Eniki
Playstation

Qualquer pessoa tem o direito de fazer sexo com o que bem entender e ter relações profundas, verdadeiras e duradouras com quem quiser, de qualquer credo, cor, tamanho, sabor, sexo, etc… Mas quando alguém desenha um chefão de fase que é uma pirâmide de homens musculosos de bikini lançando condons pela boca, talvez seja a hora de parar de engolir, pois a pessoa está sofrendo overdose de esperma.
Depois de começarem a misturar japonês e inglês, como em Secret of Shinobi ou Killer Densetsu, era inevitável que designers japoneses seguissem seus dicionários Japonês/Inglês por uma trilha suicida de erros e falsos cognatos de “whimsical” (alguém que está feliz em fazer algo) para “happy” (feliz) para “gay” (alegre) e finalmente para “fucking hell, that is ass-demolishing gay.” (Pelo inferno, isso é gay de cair o cú da bunda). Parece que é isso que aconteceu aqui já que Cho Eniki parece um cruzamento entre Gradius, da Konami, e homens cobertos de loção de bronzeamento, óleo de bebê e lubrificante, tendo sexo um com o outro. Você começa o jogo com um homem voador gigante de sunga com um chapéu viking que solta lasers pelos chifres, e sim, você leu essa sentença corretamente. Depois de apertar start você será transportado para uma outra dimensão, feita de pura homoerotica: Você “nadará” pelo ar sendo seguido por dois homens nus musculosos (que agem como se fossem aquelas navinhas de shooters que disparam misseis ou como o “amiguinho” do R-Type) enquanto enfrenta hordas sem fim de pequenas carruagens com homens nus, vibradores com foguetes  montados por homens em pleno ato sexual e homens nus gigantes usando outros homens nus gigantes como bastões. Nada contra, se você achou tudo isso … SIMPLESMENTE UM LUXO… mas saia do armário e assuma!

Se você chegar até o final do level sem pegar power ups o suficiente um ou, as vezes, os dois ajudantes/parceiros irão se apaixonar pelo chefão e o abandonarão. E eu prometo a você que não vão haver palavras para descrever o ódio que você sentirá ao ser trocado por uma pilha insana de extravagância homoerótica espacial.

Erotismo: 0/10
Deixe-me tentar pintar essa massagem movida a óleo de bebê na sua mente: o primeiro chefão é um homem imenso (ocupando metade da tela) com um meia esfera de metal como coquilha, que atira posições sexuais (eu não estou brincando, ele usa como projeteis palavras em inglês e japonês relacionadas a posições sexuais) e toma dano quando seus tiros atingem a coquilha. Quando a coquilha explode o pesadelo piora, pois chefão passa a estender, da própria virilha arregaçada, um homem pênis musculoso que tenta atacá-lo com as mãos pênis e cabeça escroto – tudo isso enquanto você recebe jazz, no melhor estilo cine-privê, com o som de homens ofegantes no meio da música. Esse grito que você está ouvido é seu… motivado por sua homofobia, a perda da sanidade ou por você estar enfiando objetos no seu ânus.

Desafio Sexual: 0/10
O jogo em si não é muito difícil, se você já jogou outros shooters. Há pouca dificuldade vem de tentar manter o controle da nave enquanto ri copiosamente por estar sendo perseguido por um pênis com a cabeça de uma pessoa no lugar da … bem… da cabeça – já que mesmo que você não chegue aos níveis mais avançados, os primeiros três estágios vão lhe mostrar todo o suprimento de homens nus que você poderia desejar em toda uma vida. Uma bem longa.

4: Beat ‘em & Eat ‘em
Atari 2600

Eu poderia terminar esse  review dizendo apenas que as moças/senhoras/meninas/velhinhas em Beat ‘em & Eat ‘em lambem os beiços depois de abocanhar uma saraivada de sêmen voador.

Eu não vou fazer isso… mas que eu podia, eu podia.

O objetivo de Beat ‘em & Eat ‘em é simples. Você controla duas moças/senhoras/meninas/velhinhas nuas que correm para frente e para trás tentando coletar sêmen, despejado por um homem que se masturba alucinadamente no topo de um prédio, com a boca. Você pode, de forma racional, se perguntar por que elas fariam isso, ao que o manual do game responde com entusiasmo com a frase “Não perca uma gota! Afinal você nunca sabe se ele poderia ser um famoso advogado ou médico” – O que nos leva a surpreendente conclusão que não importa quanto esperma jogado ao ar você engolir ou deixar atingir uma calçada, você ainda terá o mesmo número de bebês advogados/médicos: 0/Zero/Nada.
Além disso é bom considerar que se alguém está se masturbando vigorosamente em público, jogando esperma do alto de um telhado, ele provavelmente não é o melhor exemplo de saúde genética da face da terra. Claro que não se espera que os designers de um jogo sobre um pênis com um rosto sorridente e cabeludo sobre ele sejam gênios, mas é difícil de tirar da mente a imagem de que os designers desse game, quando resolveram ter filhos, soltaram a seguinte frase a suas mulheres: “Ainda não está grávida, amor? Você tem engolido todo o esperma que eu venho jogando do telhado?”

Erotismo: 1/10
Há algo profundamente NÃO-ERÓTICO em pular a corte, as preliminares, o sexo e ir direto ao engolimento de esperma. Eles bem que poderiam ter pulado essa parte também e ir direto para o casal dormindo, exaustos, em um quarto cheio de roupas espalhadas.

Desafio Sexual: 8/10
Senhoras e Senhores, como esse game fica difícil! Eu não sei a quanto tempo o idiota no alto do telhado não gozava, mas as bolas dele deviam estar batendo no joelho! Ele lança onda após onda de esperma, cada vez mais rápido, até que a maldita tela da tv parece estar com chuvisco e pegá-las torna-se um milagre dos reflexos e da perversão.  E tudo que você ganha quando conseguir engolir uma saraivada inteira de médicos e advogados é a visão rápida de duas moças/senhoras/meninas/velhinhas lambendo os beiços, com línguas que são maiores que os queixos delas (parentes do Gene Simmons, talvez?) – é enojante, não gratificante e realmente não excita ninguém.


3: Custer’s Revenge
Atari 2600

Prepare-se para a liberdade, vadia, pois a verdadeira America, protegida por Deus, acabou de baixar suas calças! Yee-HAW!
Custer’s Revenge é uma recriação dramática da batalha de Little Big Horn (Sim, eu sei que significa Pequeno Grande Chifre – mas não se traduz nome próprio) ligeiramente modificada para apelar para nossas fantasias sexuais. Isso se suas fantasias sexuais incluírem SM, Bondage e homens com bundas peludas, porque ao invés de lutar contra os selvagens Sioux e Cheyanne, o famoso General Custer desviará de uma chuva de flechas para mandar ver em uma índia (enorme, diga-se de passagem, com quase duas vezes o tamanho de Custer) que está amarrada a um cactus.

Eu sei o que você está pensando: Finalmente eu posso usar o segundo pior desastre militar americano (o pior foi o Vietnã) como preliminares! Isso é o máximo!

Erotismo: 2/10
A maneira como o pênis de Custer balança no mesmo ritmo que sua echarpe escarlate é, no mínimo, bizarro – some a isso o fato que a índia, presa ao cacto e sob assalto, lembra vagamente um cachorro quente feito de lego preso a um palito de dente verde. Pais da época ficavam preocupados em como explicar a suas crianças esse nível intenso de sexo, e o manual de Custer’s Revenge dizia “Se as crianças o pegarem jogando e perguntarem o que está acontecendo, diga-lhes que Custer e a donzela estão apenas dançando”. Na minha modesta opinião o conselho é tolo, já que se você conseguir se masturbar olhando para um cowboy metrosexual  “bimbando” um Hot Dog você provavelmente vai estar fazendo isso muito muito longe de onde o serviço social levou seus filhos – seu anormal!


Ao que consta aos envolvidos, deve ser divertido transar com a bunda ralando em um cactus, sob um assalto de flechas que fariam rubras de invejas às forças de Xerxes – afinal os envolvidos são só sorrisos!

Desafio Sexual: 3/10
Atravessar a tela e fazer pontos com sua pélvis é, na maior parte da vezes, questão de sorte, já que quando você consegue ver a flecha chegando, normalmente já não dá mais tempo de desviar. Além disso Cactus de crescimento mega rápido aparecem, do nada, no caminho das bolas de Custer (Isso tem que doer!) e ele teria que convencer o resto de seu esquadrão do plano, em um dado momento. Historiadores imaginam que a situação deve ter sido mais ou menos assim:

Um rolo de feno passa por onde os homens estão se preparando. Os soldados mais jovens rezam, com as mãos trépidas, enquanto carregam as pistolas. Custer se junta a seus homens, passa sua impecável Echarpe escarlate no pescoço, e diz:

Custer: “Senhores, vocês são o esquadrão mais bravo de homens que este sulista teve o privilégio de servir. E vocês precisarão dessa bravura hoje, pois suas ordens serão remover suas calças e ceroulas e tentar sexo contra a vontade das índias sob fogo inimigo pesado. Alguma pergunta?”

Homens de Custer: “Sim, general. Várias!”

2: Boong-Ga Boong-Ga
Arcade

Ah… o dia-a-dia japonês; um jovem homem de negócios se prepara para violar o ânus de um arcade. Eu odiaria questionar a utilidade deste jogo, visto que é possível que um dia, devido a circunstâncias terríveis demais para serem aqui discutidas, você pode precisar estimular digitalmente o ânus de uma sogra – se isso acontecer Boong-Ga Boong-Ga o terá treinado. O fato é que isso não devia acontecer, NUNCA, JAMAIS, SOB NENHUMA CIRCUNSTÂNCIA! Dar uma dedada no reto da sua sogra não é uma competição e ela vai provavelmente achar a sua falta de experiência encantadora.
Desenvolvido por coreanos para os japoneses, Boong-Ga Boong-Ga é o primeiro arcade que combina assaltar o cú de alguém e fornecer medidas acuradas sobre o apetite sexual delas. Você escolhe entre 8 personagens, entre eles “Sogra”, “Salafrário”, “Chefe” e “Molestador de crianças” e (preparem-se pois isso pode chocar pessoas mais frágeis) enfia um dedo gigante de espuma em um ânus que brota da frente do gabinete da máquina, bem do lado da frase “HAVE FUN!! ENJOY!” (Se divirta! Aproveite!). Enquanto você enfia, puxa, vira e torce o dedo, espancando a bunda enquanto o faz, uma tela a sua frente mostra uma animação do rosto da vítima, quando seus olhos quase pulam para fora da órbita e ela começa a chorar; ao final disso o jogo, e eu não estou tirando sarro com isso, te dá uma nota de virilidade sexual com base no impacto do seu dedo contra o colon de espuma. Ah, e o mascote do game é um monstro antropomórfico de bosta de 3 metros de altura.

Esse game faz mais do que ameaçar o futuro do planeta com um exército de altamente treinados e profundamente motivados proctologistas: Ele envergonha o complexo industrial norte-americano! Primeiros os yankees perderam a corrida espacial para o comunistas e agora Japão e Coreia venceram os americanos na corrida pela simulação virtual de estimulação retal. E se você é como eu, deve estar se perguntando sobre os perigos da tecnologia anal nas mãos de duas potências estrangeiras que são conhecidas por montros gigantes radioativos e armas nucleares, respectivamente. E, de novo, se você é como eu, essa linha de pensamento realizou uma operação ilegal e será finalizada, quando você perceber que você não um especialistas em relações internacionais e estimulação retal – e, portanto, terá uma vida longa e próspera… conquanto mantenha distância de  Boong-Ga Boong-Ga.

Erotismo: ?/10
Já que a ideia toda me escapa eu não consegui dar um rating para o game. Logo, se você quiser realmente ter um valor para colocar no lugar do ponto de interrogação, valorize a possibilidade de usar a seguinte frase: “Caras, como eu estou excitado(a) depois de ir aos arcades e enfiar meu dedo cú acima em um molestador de crianças!”.


Os mascotes de Boong-Ga Boong-Ga’s tendo um momento social. Um monstro dedo e uma montanha de fezes de pijamas discutem seriamente o prazer de uma súbita e violenta invasão gastrointestinal. Os criadores do jogo garantem que a  monstruosidade reduz o stress, e talvez eu tenha perdido algo por causa de diferenças culturais ou algo assim, mas, se você considerar enfiar um dedo no ânus de uma sogra como relaxante, há aproximadamente 100% de chance de você estar fazendo algo imensamente ilegal agora. E se esse jogo quisesse realmente ajudar o mundo, ele lançaria um rede eletrificada e, em seguida, espancaria a pessoa que colocou uma ficha nele, com bastões, até as autoridades chegarem.

Desafio Sexual: 0/10
Na há realmente nudez nesse jogo mas, a cada vez que você for bem sucedido na sua “dedada”, a máquina emitirá um ticket que irá explicar seu comportamento sexual. E considerando o tipo de pessoa que irá tentar melhorar sua performance solapando um dedo em um ânus em público, imagino que a maior parte dos cartões irão emitir a seguinte mensagem “Sua atitude sexual diante da vida é um desastre de proporções bíblicas! Você me enoja!”.

1: Miss World ’96 Nude
Arcade

Se você pegou esse jogo para encontrar lindas mulheres, vai ficar um pouco desapontado. Quaisquer que sejam os países que trouxeram algumas dessas deformidades, e enfiaram-nas em lingeries, devem ser bombardeados o suficiente para os ancestrais sentirem.
O objetivo de Miss World ’96 Nude é descobrir áreas da tela de forma a revelar a foto de uma mulher nua, quase como o game Qix, mas envolvendo mulheres (será que podemos realmente classificá-las assim?). Enquanto você tenta descobrir o desenho oculto, criaturas vêm de todos os lados tentando fazê-lo mergulhar no enorme buço peludo que você acabou de descobrir. E mesmo sendo chamado de Miss World ’96 Nude algumas das nações parecem não ter sido adequadamente informadas já que algumas garotas aparecem de lingerie ou bikinis; enquanto outras foram um pouco longe demais e parecem ter sido fotografas por um homem tentando escalar seu ducto vaginal.

Erotismo: -16/10
A maior parte das mulheres no jogo são suficientemente agradáveis e estão suficientemente nuas; isso nem é um problema tão grande. O real problema é que, em pontos aleatórios ao longo do jogo, a cabeça de uma menininha meiga e delicada aparece em um canto da tela e grita “TURNING!”(algo como “transformando/mudando”) e se transforma algo como o Nosferatu do Bela Lugosi… e a foto que vocês estava descobrindo virá uma cena de terro absoluto.


Ei… isso não é assim tão mau!

Ah… Jes.. sant… MMMMMMMMMMMÃÃÃÃÃÃÃÃEEEEEEEEEEEEEEE!!!!!!!!!

O que antes era sedutor (ou aceitável sob a iluminação adequada) se transforma em uma pilha de corpos ensopados de sangue gritando por clemência, cabeças de demônios crescem pequenas cabeças de demônios de suas bochechas, entre outras “maravilhas”. A súbita mudança com certeza paralisará qualquer ato que você tenha iniciado com sua mão livre, e mesmo a imagem retornando a foto da mulher, minutos depois, o clima se foi e sexo é a última coisa que você está pensando agora.

Desafio Sexual: 6/10
Embora sejam necessárias muitas fichas e um estômago de Adamantium para revelar uma imagem inteira, cada corpo tem uma silhueta que é projetada no campo onde o jogo ocorre. Logo, se a sua tara for axilas peludas, você conseguiria, logo que começasse, se direcionar direto àquela parte da sombra – mas, mantenha suas fichas no bolso: Se você for capaz de se excitar com uma mulher nua que vira um demônio Cenobita e volta a ser mulher, você consegue ficar excitado com pirulitos, tv fora do ar e sifões de pia.

PS: Feliz cinco anos do Minicastle… que venham mais cinco… mais dez…

PS2: Inspirado pelo Top Ten dos piores jogos de temática sexual do site http://www.screwattack.com, pela matéria dos jogos mais sujos da EGM americana e pelo trabalho do mestre Sean Baby – editor da falecida EGM.

About these ads

6 Respostas para “O minicastle comemora 5 anos com os 10 jogos sexuais mais embaraçosos de todos os tempos!!!”

  1. E O X-MEN (atari) MARCEL MARCEAU? (eu será q eu não li direito?)

  2. Zé Go disse

    Chega! Excluindo o MiniCastle do meu “favoritos”!

    Maldita inclusão digital…

  3. gilson disse

    qual o nome desse jogo que tem uma lora pedada na tela e como jogar on line no pc ok um abraço

  4. FERNANDO disse

    como faço para jogar este jogo no pc me ajudem por favor ja joguei muito esse jogo e agora quero jogar dnovo obrigado

  5. ブランド 財布

    O minicastle comemora 5 anos com os 10 jogos sexuais mais embaraçosos de todos os tempos!!! « Minicastle – Um lugar para gamers

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: