Minicastle – Um lugar para gamers

Aproveitando que a princesa está sempre em outro castelo!

Os imperdíveis do GameCube

Posted by Marcel Bonatelli em julho 26, 2006

É… a caixa púrpura da Nintendo se despede de nós, com uma vida útil cheia de controvérsias e deixando no seu rastro uma série de jogos completamente indispensáveis. Aqui vão alguns dos games que merecem um Cubo (ou um Wii, que é retro compatível), nem que seja só por eles. ^_^


re4.JPG
Resident Evil 4

Gráficos fantásticos, som “animal” e imersão total. Resident Evil 4 é o pináculo do desenvolvimento da franquia que arrebentou em Resident Evil 1 e 0 (também do Cubo e também muito bons). Os novíssimos sistemas de tiro – por cima do ombro, com mira controlável e resposta precisa – e movimento (se você quer andar para a direita, coloque o direcional para a direita, nada mais do estilo “tanque de guerra”) varreram o chão com as versões anteriores. Isto sem falar em uma história digna de bons filmes de terror, e várias modificações na jogabilidade, tais como o uso de lanchas, jet skis e metralhadoras, que tornaram a aventura leve e imprevísivel como uma boa montanha russa. Nota 10.

mp1.JPG

Metroid Prime

Imersivo e absurdo. Prime era a mostra de como se passa uma franquia fantástica para o mundo 3D. E que transição! O mundo de Metroid é vasto, assutador, vivo e completamente alienígena. A necessidade da descoberta, a constante busca pelos upgrades e alternância entre o silêncio gélido e as batidas eletrônicas (a música transporta o jogador para dentro de uma rave) tornam este jogo uma experiência que tem que ser vivida até o fim. E a dificuldade continua no bom e velho nível da série, ou seja, pedreira pura. Para quem ainda não jogou, o que está esperando? Nota 10

zww.jpg
The Legend of Zelda: The Wind Waker

Medo. Foi este o sentimento que dominou o coração dos fãs ao ver o primeiro vídeo de Wind Waker na E3 2002. O novo estilo gráfico, uma mistura de Parappa the Rapper e as meninas super poderosas ameaçava transformar uma das franquias mais poderosas da história dos videogames (e depois de The Legend of Zelda: Ocarina of Time, uma das franquias mais jogadas do mundo) em um jogo tolo e infantil. Mas o jogo foi lançado. O mundo jogou o novo Zelda. E graças aos céus os fãs estavam errados. O jogo é absolutamente incrível! O melhor uso de Celshading até hoje. Gráficos diferenciados que permitiram contar uma bela história sobre amizade, amor, guerra e paz; complementados com música soberba, jogabilidade precisa (o sistema de combate de WindWaker fez o que muitos achavam impossível, melhorar o soberbo sistema de Ocarina of Time) e momentos que tocaram nosso corações. Depois dele, Miyamoto Sama pode fazer um Zelda usando coelhinhos e vamos jogá-los antes de reclamar. Que venha Twilight Princess e o Wii, Wind Waker ganhou seu honrado lugar em nosso hall da fama. Nota 10.

ed.jpg
Eternal Darkness: Sanity Requiem

“Listen or not. Belive it or not. Your creeds do not change reality… but simple color it!” Com essas palavras, um dos melhores jogos da primeira geração do Gamecube abria suas funestas portas para nos mostrar as gerações da família Roivas, batalhando contra a escuridão avassalhadora e inevitável. Geração após geração adiando o fim dos tempos, pagando com sangue os anos ganhos pela humanidade. Pouco pode ser dito sobre esse jogo sem estragar a surpresa de como é jogar com 13 personagens diferentes, indo do Ocidente ao Oriente, do antigo Império Romano aos dias de hoje. Mas o sistema de loucura (que transforma os ambientes, gera sons e inimigos diferenciados e faz os olhos dos quadros e as estátuas te seguirem) é um dos mais inovadores até hoje. A Silicon Knights prepara-se para entrar em sua nova triologia no XBOX 360, Too Human, mas deixa para nós Nintendistas um jogo inesquecível. Jogo sem prestar atenção aos gráficos ligeiramente datados e encontrará o significado da palavra medo. Esteja avisado. Nota 9,0.

ssbm.jpg
Super Smash Bros Melee

Super Smash Bros MMMMMMMMMMMMEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEELLLLLLLEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE!!!!! É com esse grito abre-se um dos games mais divertidos de todos os tempos. Mais de 20 personagens, mais de 20 arenas, mais de 50 minigames, SSBM é o compêndio de todos os desejos de um fã da Nintendo. Afinal quem não queria finalmente ver a Peach dar umas porradas no Bownser, ou o DK acertar as contas com um certo encanador bigodudo? Essas possibilidades se abrem num dos jogos de venda mais expressiva da história do aparelho e um dos mais adorados pelos fãs. Pode comprar sem medo que é vício na certa. Nota 10.

sms.jpg
Super Mario Sunshine

Embora não tenha sido o estouro que foi o Super Mario 64 (é sua conversão P E R F E I T A para DS), SMS é Mario, 3D e plataformas na combinação mais gostosa que pode ser encontrada. A mochila d’água modifica a jogabilidade fantátisca, abrindo novas possibilidades ao encanador gorducho. Gráficos de fazer inveja a nova geração, com ilhas paradisíacas recheadas de cores que, conforme o jogo avança, vão ficando ainda mais lindas sob o visual ensolarado. O som fecha a conta com vozes necessárias, efeitos bem planejados e BM (Background Music – a música que toca no fundo da fase) tentadora. Atreva-se a dar um pulinho na ilha Delfino e conheça Super Mario Sunshine. Você vai se surpreender! Nota 9,5.

bw.jpg
Batallion Wars

Ok. Todo o dono de Advance Wars do GBA devia ser obrigado por lei a comprar esse jogo, que comete o crime de trazer o fantástico jogo de estratégia do portátil para um mundo de ação fofinho e divertido no Cubo. Mas contrariando o que todos pensaram: O Crime aqui COMPENSA. Batallion Wars é mais divertido do que as pessoas imaginam, mais gostoso do que elas desconfiam e mais bonito do que elas pensam. Imagine um Battlefield 2 (PS2/PC/XBOX/XBOX360) com a possibilidade de se usar qualquer soldado no campo (O seu soldado morreu, você incorpora em outro, e assim sucessivamente até morrer todos os seus soldados), qualquer veículo (Tanques, lanchas, aviões, etc…) e muitas estratégias de batalha (com comando de tropas com ordens simples como: Vá até lá! Atire! etc). Agora imagine isso fofo. Não… ainda não é o suficiente. Imagine isso FOFO! Bonequinhos fofinhos, com narizes de batata explodindo em pedaços sem sangue e com gritos rídiculos e muito engraçados. Soldados com medo roendo as unhas ou correndo de olhos espugalhados enquanto tem fogo nas nádegas. Batallion Wars mostra que no videogame até a guerra pode ser divertida. Nota 9,0.

popsot.jpg
Prince of Persia: The Sands of Time

Eu sei, eu sei. Você provalvelmente já jogou esse game em uma das (muitas) plataformas em que foi lançado (XBOX,PS2,GC,PC). Mas isso não tira dele o mérito de, assim como Metroid Prime, dar um tapa no rosto dos pretensos criadores de jogos caça-níqueis, e mostrar como realmente se dá vida a uma franquia. Os gráficos fantásticos com um acabamento notável, o som maravilhoso, alterna rock melódico e músicas árabes com o silêncio opressor nos enormes labirintos multidimensionais. Isso sem falar no controle. UUUUUUUUUUUUUU, o controle. O controle de PoP é orgásmatico. Controlar o príncipe é simples, muito divertido e absurdamente intuitivo: cortar monstros, subir em lajes e saltar no vazio nunca foi tão lindo e tão simples. As continuações tentaram, e foram muito boas, mas nada arranha o brilho de The Sands of Time, e seu trono como o melhor Prince of Persia de todos os Tempos. Nota 10.

bgoe1.jpg
Beyond Good and Evil

Esse jogo leva a assinatura de Michel Ance. Quem é ele? O gênio por traz de King Kong, Prince of Persia (os três), Rayman e de toda a série de PC antiga (a dos anos 90) Alone in the dark. Conhecido como um dos melhores designers de jogos de todos os tempos, Michel teve em seu primeiro jogo escrito e dirigido uma chance de mostrar todo o seu talento. E mostrou. À sua maneira futurista e diferenciada, com seus milhares de segredos e com os movimentos suaves de Jade, Beyond Good and Evil traz uma história fascinante, gráficos suaves como uma animação e jogabilidade consagrada nos moldes de Zelda e Banjo Kazzoe. Não dá para falar muito sem estragar a história (que vale muito a pena), mas eu recomendo mergulhar nas sombras da política negra e corrupta armado com sua camera e sua coragem. O pior que pode acontecer é você amar. Nota 9,0.

pik2.jpg
Pikmin 2

Ah, Pikmins. Quem pode fazer uma lista dos melhores do Cubo sem citar os pequeninos, hein? Com gráficos fofíssimos, dificuldade na medida, som delicioso e uma jogabilidade instigante e viciante, as pequenas plantas recolhedoras de quinquilharias ajudam o capitão Altair mais uma vez a juntar objetos (dessa vez para superar um problema na firma dele que esta indo a falência) e vencer os mostros do planeta Pikmin, enquanto você se diverte a valer, fazendo os pequeninos trabalharem (e ocasionalmente vendo eles sendo esmagados, comidos e detonados… acredite, é divertido). De uma chance a um dos jogos de estratégia mais diferentes de todos os tempos e você vai descobrir por que ele foi um dos títulos mais vendidos do aparelho. Nota 8,5.

mp2.jpg
Metroid Prime 2 Echoes

É difícil uma franquia emplacar um game na lista dos melhores do Cubo, quanto mais dois. Mais Metroid conseguiu, não só colocando Prime na lista, mas trazendo Prime 2 Echoes também. E o que dizer da continuação de um dos melhores games do GameCube? Bom, o gráfico não ultrapassa o já maravilhoso resultado de Prime 1 e o som, com exceção da direção musical ser completamente diferente, tem a mesma qualidade. O que faz MP2E entrar em nossa lista é o tamanho e a qualidade da aventura, quase duas vezes maior que a primeira e com uma história (envolvendo o lado de luz e sombra de um mundo dividido pelo venenoso mineral Phazon)simplesmente arrebatadora. O controle fantástico prossegue seu serviço de levar você ao centro da ação e jogá-la na sua cara em velocidade e todo o tempo. Se você curtiu a primeira versão, prepare-se para um round 2 com gosto de quero mais, e que vai deixá-lo afiado para a MP 3 do Wii. Nota 10.

vj.jpg
Viewtiful Joe

Imagine um fã de quadrinhos e Zentais (seriados japoneses no estilo de Jaspion), que tem a noiva seqüestrada por um monstro gigante durante um filme antigo que os dois estão assistindo em um cinema caindo aos pedaços. Ele tenta fugir e é capturado por um robo gigante de seu heroí favorito. Ao encontrar com o mesmo, Capitão Falcon, velho e gordo, o rapaz assume os poderes do heroí e parte em busca de sua noiva. Copiando os poderes dos Zentais e dos filmes de Kung Fu, com heroís e vilões no melhor estilo dos quadrinhos, Viewtiful Joe mostra que ainda existe lugar para os Sidescrolling de qualidade nas atuais gerações. Os movimentos de heroí são modificados por poderes que tem tudo a ver com o estilo cinema de ser, reduzindo a velocidade da película (que passa a ter defeitos de projeção, num efeito gráfico muito bem elaborado), o heroí pode se desviar de balas e fazer poses que ferem os inimigos. Aumentado a velocidade, ele pode acertar seus inimigos muitas vezes e estar em lugares diferentes da tela ao mesmo tempo (fazendo o som ficar esgarniçado como num filme passado em fast foward). Simplesmente Imperdível. Nota 9,5.

k7.jpg
Killer 7

Diferente e assutador, Killer 7 matou por seu lugar nessa lista. Com seu estilo gráfico minimalista, artístico e absurdamente diferenciado (os personagens e cenários tem cores e texturas simples, contrapostos por linhas fortes e desenho detalhado), som assustador e detalhado e história profunda (você interpreta Caith Smith, um pastor em uma cadeira de rodas, que usa uma bazuca e, não satisfeito com esse poder de fogo, pode incorporar outras sete almas que mudam não só sua aparência, mas também suas habilidades). As sete personalidades e as constantes trocas aumentam muito o fator replay do jogo. Além disso, você vai acabar se afeiçoando aos assassinos boas-pintas e seus estilos totalmente Tarantino de ser. Muito bom, se você estiver procurando algo diferente. Nota 8,5.

papermario2_gcnboxboxart_160w.jpg
Paper Mario: The Thousand Years Door

Mario salva princesas. Mario limpa paredes. Mario ensina história. Mario se dobra em aviãozinho de papel… é sério! Paper Mario é a terceira continuação da série Super Mario RPG que começou nos idos de 95/96 pelas mãos da Square no Super Nintendo. Com uma história carismática e cheia de reviravoltas, com personagens marcantes e músicas muito divertidas, Paper Mario mostra que um bom RPG não precisa de espadas e violência desenfreada para ser feito. Os gráficos e o controle tem um lugar de honra em nossa lista, onde os personagens que são feitos de papel (papel mesmo, eles são totalmente 2D, finos como folhas de papel) respondem a comandos para se espertigarem (ficando de lado para a tela e escorrendo para dentro de esgotos), virarem navios ou aviões de papel. É Mario marcando mais um ponto e colocando seus pés onde nenhum personagem da Nintendo jamais esteve. Nota 9,0.

re1.jpg
Resident Evil 1 Remake

Resident Evil Remake mostra que uma história bem contada ainda pode ser contada de uma forma bem melhor. Os gráficos fantásticos, sons assustadores e o bom e velho controle “tanque” fazem desse jogo mais do que uma conversão: fazen uma revisita a terrível mansão que roubou tantas noites de sono em nossa juventude. Jogue por sua conta e risco… e tranque as portas antes. Nota 9,0.

ac.jpg
Animal Crossing

O que falar da única franquia de jogos de comunicação que existe no planeta? Animal Crossing não é um jogo é um fenomêno, capaz de roubar importantes horas de sono e de vida social. A idéia por traz do jogo é extremamente simples: Você é único humano em uma vila habitada por animais antropomórficos fofinhos e deve cumprir uma série de tarefas para ganhar dinheiro suficiente para comprar e aumentar sua casa além de manter uma política de boa vizinhança, fazendo favores aos vizinhos e amigos. A quantidade de itens para se colocar na casa, indo de cadeiras e mesas a papel de parede e salas externas, é simplesmente imensa, com milhares de itens e centenas de animais que podem se mudar para e da sua vila. Imagine um The Sims fofinho e bem melhor estruturado (sem falar bem mais divertido) e estará na pista certa desse jogo fascinamente. Gráficos um pouco datados, mas cheios de atitude, complementados por músicas lindas e divertidas. Pegue esse jogo, pesque um pouco e verá o quanto ele é fascinante. Nota 9,5.

sc2gc_box_160w.jpg

SoulCalibur II

Movimentos, gráficos, músicas, sons, jogabilidade, história, estilo e personagens fantásticos. Não há mais nada para se dizer. Não dá para pedir por mais. A não ser talvez por um SoulCalibur III (PS2/XBOX 360 apenas)?! Nota 10.

lm.jpg
Luigi’s Mansion

O primeiro jogo do Cube merece seu lugar nessa lista simplesmente por que nunca houve mais nada semelhante a ele. Imagine gráficos deslumbrantes (para época, mas muito bons até hoje), completados por uma música gostosa e um sistema de controle muito bem feito, aproveitando todo o potencial do videogame A história é tão divertida quanto a jogabilidade: Luigi (o eterno irmão medroso de Mario) “ganha” uma mansão de presente. Ao chegar lá, descobre que ela está povoada por fantasmas que não só o atrairam até ali, mas também prenderam seu irmão em uma pintura. Heróico de seu próprio jeito, Luigi parte para salvar seu irmão armado com o Poltergust 3000 (invenção do Professor E. Gadd), um aspirador de pó antigão que suga fantasmas. Engraçado e encantador, Luigi’s Mansion vale ouro. Nota 9,0.

smstrikers_gcnboxboxart_160w.jpg
Super Mario Strikers

Fechando a nossa lista o multiplayer mais divertido de 2006. Aliás, um dos mais divertidos de todos os tempos. Super Mario Strikers une o futebol arte com toques, carrinhos e chapéus cheio de estilo à esculhambação de Mario e companhia para criar um jogo divertidissimo, com gráficos bem feitos, sons e narrações sensacionais, além de jogabilidade fantástica. Os resultados do Brasil na Copa do mundo foram ruins, mas com Super Mario Strikers seus jogos serão sempre bons. Apaixonante. Nota 10.

É, com essa lista a gente se despede do Cube muito bem. Valeu velho guerreiro e que venha a revolução!

About these ads

12 Respostas to “Os imperdíveis do GameCube”

  1. Guilherme Ludwig said

    Média: 9,447
    Mediana: 9,5
    Desvio-Padrão: 0,55

  2. Guilherme Ludwig said

    Faz a lista dos piores jogos depois.

  3. Piui nintendista said

    Olá amigo adorei a sua lista, principalmente pq eu estou louco para comprar o incrivel Game Cube, mais me tire uma dúvida, pq o grande Zelda Twilight Princess não está na sua lista ?
    Pode ser pq ainda naum foi lançado ?
    Ou ainda pior, tomare que isso seja somente rumores, mais Zelda Twilight Princess vai sair somente para Wii ou para o Game Cube também me responda por favor pq eu sou fã de Zelda de paixão e nintendista pacas naum troco a BigN por nada, mais me responda por favor Zelda Twilight Princess vai sair para Game Cube?
    Tomare que saia.
    Legend of Zeldap para sempre

  4. Arthur said

    Olha soh.
    Achei a lista boa, mas faltou algumas coisas essenciais. Em primeiro lugar o fantastico The Legend of Zelda: Twilight Princess ( que sim, vai sair pro GC no dia 12/12/06 nos states), faltou Metal Gear Solid: Twin Snakes (fala serio como nao colocou esse jogo, alem de ser uma das melhores franquias dos video games eh um classico e um excelente jogo) e por ultimo mas nao menos importante faltou o sensacional e unico (nao tem otro game parecido no GC) Fire Emblem: Path of Radiance. Otra coisa eh sobre alguns jogos q tao ai na lista. Me desculpa Batallion Wars, Beyond Good and Evil e Viewtiful Joe sao otimos jogos (se colocou esses games devia te colocado tambem Star Fox Adventures que eh do mesmo nivel desses), mas nao o suficiente pra entra numa lista de imperdiveis do Game Cube. Mas ate ai eu entendo pq como eu disse sao otimos, agora colocar Super Mario Strikers eh uma bruta sacanagem, o jogo eh legalzinho, mas soh! Jamais devia ter entrado nessa lista… Na minha opiniao eu acresentaria o Zelda novo, Metal Gear e Fire Emblem, mas tiraria Mario Strikers e colocaria Mario Kart Doble Dash e Mario Power Tennis.
    Bom, a ultima coisa q nao gostei (desculpa to sendo chato) foi a nota de Pikmin 2 (8,5?! devia ganha um 9,5 pelo menos), po o jogo eh fantastico e d+ de divertido, uma obra prima do Myamoto (um jogo muito diferente como os fantasticos Animal Crossing e Killer 7), sem fala q tiro 39 de 40 na renomada Famitsu (a mesma nota de Zelda: Twilight Princess, pra Wii)!
    E so isso q eu queria dize, eu sei q o site nao eh meu nem nada, mas resolvi coloca minha opiniao aqui.
    Vlw,
    Arthur

  5. jorge said

    paper mario e dificil pa caramba

  6. jorge said

    po pessoal me manda detonado do paper mario o e-mail e joresonic@bol.com.br

  7. jorge said

    i desculpa e nao e joresonic e jorgesonic@bol.com.br

  8. Thiago said

    me manda o detonado de Paper mario Tbm meu E-mail é thiago.thlp@gmail.com

  9. adilson said

    sou fã do mario e jã tive o game e watch o game boy advance e o game cube[o cubo e o game watch tenho ate hoje].Mas vc não acha o mario kart double dash um jogo que merecia estar na lista.Por que?…

  10. adilson said

    sou fã da nintendo e jã tive o game e watch o game boy advance e o game cube[o cubo e o game watch tenho ate hoje].Mas vc não acha o mario kart double dash um jogo que merecia estar na lista.Por que?…

  11. jeferson said

    olá….por favor me ajuda ai, me manda o detonado do paper mario The Thousand Years Door do game cube pois estou apanhando pakas rsrsrsrs…….valeu ai galera…………

  12. luan said

    posso estar um pouco atrasado mas vou fazer meu comentario,a lista esta magnifica todos os jogos que estaoa merecem atençao , mas como alguns colegas disseram, pisaram na bola em não ter colocado mario kart double dash , pode ser que nao exista outro jogo de corrida melhor que ele . Mas a minha grande satisfacão nessa lista foi com certeza ver metroid prime nela, e na falta de um, ta os dois .metroid e pra mim oque ,zelda (jogo que tambem sou fan,..ha! ocarina..)resident evil mario, pikmin é pra muitos e nao descanso enquanto nao jogo um novo jogo da frenquia, mas o cube nos deixou exelentes frutos ,não podemos descordar.
    tchau

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: